Catenária e a Parábola como tema para contextualização de aulas sobre função quadrática e parábolas/ Catenary and the parabola as a theme for contextualizing lessons about quadratic function and parabolas

Gutemberg Leão Brasil, Igor Pereira Aguiar, Josenildo Rodrigues da Silva, Nielson Honório Caires

Abstract


Este trabalho apresenta uma investigação da catenária e da parábola, através de uma pesquisa bibliográfica, evidenciando um breve histórico dessas curvas, suas relevâncias para o desenvolvimento da matemática e peculiaridades. Nesse sentido, são apresentadas suas mais diversas aplicações, especialmente na arquitetura e construções, apresentando aspectos que podem ser abordados numa possível contextualização no ensino da matemática. Tais pontos podem ser desenvolvidos, especialmente no ensino médio, onde se trabalha os conteúdos de funções do 2º grau e o estudo das cônicas através da geometria analítica.


Keywords


Catenária, Parábola, função do segundo grau, contextualização.

References


ADDIS, Bill. Edificação: 3000 anos de projeto, engenharia e construção. Bookman. Porto Alegre, 2009

BRASIL, Ministério da Educação – MEC, Secretaria de Educação Média e Tecnológica – SEMTEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília: MEC/SEMTEC, 1998.

BRASIL, P. C. N. matemática. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília:

MEC/SEF (1998)

BRASIL. Resolução CNE/CEB /3/2018 – Atualiza Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino médio. MEC: Brasília - DF, 2018.

CERQUEIRA, A. A. Parábola e suas aplicações. 2015. Dissertação (mestrado profissional em matemática -PROFMAT) – Universidade Federal da Bahia.

CHUNG, K. A Parábola, sua propriedade Refletora e aplicações. 2013. Dissertação (mestrado em matemática) – Universidade Federal Rural de Pernambuco.

CONCEIÇÃO, J. S.; JESUS, G. B.; MADRUGA, Z. E. F. contextualização no ensino de matemática: concepções de futuros professores. REAMEC, Cuiabá - MT, v. 6, n. 2, jul/dez 2018

COSTA, A.C. Conhecimentos de estudantes universitários sobre o conceito de função. 2004. 92 f. Dissertação (Mestrado em Educação matemática) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.

FARIA, S.R. A Catenária. 2011. Monografia (Especialização em Educação matemática) – Universidade Federal de Minas Gerais.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (Org.). Métodos de Pesquisa. 1 ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIL, A. C. . Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

LEITE, L. R. Considerações sobre o processo ensino-aprendizagem de funções. 2016. Dissertação (mestrado profissional em matemática -PROFMAT) – Universidade Estadual de Ponta Grossa.

MAGARINUS, R. Uma proposta para o ensino de funções através da utilização de objetos de aprendizagem. 2013, 99f. Dissertação (Curso de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional – PROFMAT) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa maria, 2013.

MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 21 ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

NUNES, P. C. C. Teoria do Arco de Alvenaria: Uma perspectiva Histórica. 2009.

Dissertação ( Mestre em Estruturas e Construção Civil) – Universidade de Brasília.

O’CONNOR, C. Pontes: superestruturas. Tradução Maria de Lourdes Campos Campello. Rio de Janeiro: Edusp/Livros Técnicos e Científicos, 1976.

OSSERMAN, R. Mathematics of the Gateway Arch, Notices of the AMS 57, 220 (2010). . – Acesso em: 26 mai.2021.

PEREIRA, L. I. S. Uma Abordagem Interactiva ao Tratado das Curvas Especiais Notáveis de Gomes Teixeira. 2007. Dissertação (mestrado em ensino de matemática) – Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

REI, J.; GAGO, A. S. A Forma na Construção Abobada. PROELIUM, v. 7, p. 7-32, 2017.

SANTOS, F. F. P. Algumas Curvas Notáveis: Aplicações e Construções com o Uso do Software Winplot. 2016, 101f. Dissertação (mestrado em matemática em rede nacional) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.

SIMÃO, A. M. V. Integrar os princípios da aprendizagem estratégica no processo formativo dos professores. Seminário de Modelos e Práticas de Formação Inicial de Professores(2001), 13.

TALAVERA, L. M. B. Parábola e catenária: história e aplicações. 2008, 97f. Dissertação (Mestrado em educação) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo.

TOMAZ, V. S.; DAVID, M. M. M. S. Interdisciplinaridade e aprendizagem da

Matemática em sala de aula. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2013. (Coleção

Tendências em Educação Matemática)

WINTERLE, Paulo; STEINBRUCH, Alfredo. Geometria Analítica. Makron Books, São Paulo, 2000.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-303

Refbacks

  • There are currently no refbacks.