O videomonitoramento na vigilância externa dos estabelecimentos penais e os reflexos na atividade de polícia de guarda / Video surveillance in the external surveillance of penal establishments and the effects on the guard police activity

Carlos Eduardo Cidreira, Nelson Mauricio Ferreira dos Santos

Abstract


O presente trabalho tem por objetivo abordar aspectos práticos envolvendo a execução do serviço de guarda externa das unidades penais no Paraná. Essa execução se dá em um contexto que imprime a todos os segmentos da atividade humana a inovação por meio da tecnologia, o trabalho executado pela Polícia Militar do Paraná se ressente da falta de um sistema de videomonitoramento por câmeras. Tomando como ponto de partida as unidades penais instaladas em Piraquara, PR, pretende este breve estudo apontar a incrementação tecnológica como fator preponderante para desembaraço de efetivos e minimização de custos, com a conseqüente redução da exposição das sentinelas a riscos decorrentes da guarda.

 


Keywords


Câmeras, Monitoramento, Penitenciária, Guarda.

References


BRASIL. 1984. Lei n. 7.210, de 11 de julho de 1984. Lei de Execução Penal. Brasília, 1984. Disponível em: . Acesso em 7 maio 2021.

. 2002. Decreto n. 4.346, de 26 de agosto de 2002. Regulamento Disciplinar do Exército (R- 4). Brasília, 2002. Disponível em: https://bdex.eb.mil.br/jspui/bitstream/1/702/1/D4346.pdf. Acesso em 21 maio 2021.

. 2003. Lei n. 10.792, de 1° de dezembro de 2003. Altera a Lei nº 7.210, de 11 de junho de 1984 - Lei de Execução Penal e o Decreto-Lei nº 3.689, de 3 de outubro de 1941 - Código de Processo Penal e dá outras providências. Brasília, 2003. Disponível em:

. Acesso em 2 maio 2021.

. 2018. Lei n. 13.756, de 12 de dezembro de 2018. Dispõe sobre o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). Brasília, 2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13756.htm. Acesso em 20 maio 21.

PARANÁ.1954. Lei Estadual nº 1943, de 23 de junho de 1954. Código da Polícia Militar do Estado do Paraná. Disponível em: https://www.legislacao.pr.gov.br/legislacao/exibirAto.do?action=iniciarProcesso&codAto=14555&codItemAto=157326. Acesso em 14 maio 21.

. 1998. Decreto Estadual n. 5.075, de 2 de dezembro de 1998. Regulamento de Ética Militar Estadual. Curitiba, 1998. Disponívelemhttps://legislacaopmpr.wordpress.com/2012/09/09/regulamento-de-etica-profissional-pmpr/. Acesso em 12 maio 2021.

. 2010. Lei n. 16.575, de 28 de setembro de 2010. Organização Básica da Polícia Militar do Paraná. Curitiba, 2010. Disponível em . Acesso em 10 maio 2021.

. 2015. Lei n. 18.662, de 22 de dezembro de 2015. Fixação do efetivo da Polícia Militar do Paraná eadoçãodeoutrasprovidências. Curitiba, 2015.Disponívelem. Acesso em 20 maio 2021.

. 2018 (2018a). Inquérito Policial IP nº 0014002-22.2018.8.16.0034. Centro de Operações PoliciaisEspeciais, COPE. Curitiba, 2017.

.2018(2018b). Ministério Público. Denúncia relativa ao Inquérito Policial nº 0014002- 22.2018.8.16.0034-COPE. Piraquara, 2018.

.2019. Projeto de Proteção e Reconhecimento de Perímetro Externo. Batalhão de Polícia de Guarda da PMPR-BPGd. Piraquara, 2 de julho de 2019.

. 2020. (2020a).Edital n. 01 – Soldado PMPR-2020. Concurso público destinado ao preenchimento de vagas nos cargos de soldado policial militar e de soldado bombeiro militar da Polícia Militar do Estado do Paraná. Curitiba, 19 mar. 2020.

. 2020 (2020b). Protocolo 16.741.787-6. Proposta de convênio de central de monitoramento de câmeras no município de Piraquara/PR. Piraquara, 2020. Disponível em: https://www.eprotocolo.pr.gov.br. Acesso em 24 maio 21.

.2021 (2021a). Relatório Situacional da Guarda Externa do Complexo Penitenciária de Piraquara. Batalhão de Polícia de Guarda da PMPR-BPGd. Piraquara, 7 de maio de 2021.

.2021 (2021b). Secretaria da Administração e da Previdência, SEAP. META-4. Cargos Ocupados por Quadro Funcional. Disponível em . Acesso em 20 maio 2021.

RIO DE JANEIRO. 2009. Lei n. 5.588, de 7 de dezembro de 2009. Determina a implantação de sistema de vídeo e áudio nas viaturas automotivas que menciona.Rio de Janeiro, 2009.Disponível em. Acesso em 11 maio 2021.

ASHBY, M.P.J. The Value of CCTV Surveillance Cameras as an Investigative Tool: An Empirical Analysis. Eur J CrimPolicy Res23, 441–459 (2017). Disponível em . Acesso em 19 maio 2021.

BEZERRA, R. A. (2012). Proposta de Critérios para Câmeras de Vigilância em Aplicações de CFTV Indoor para Fins de Identificação Forense de Suspeitos. Dissertação de Mestrado em Engenharia Elétrica, Departamento de Engenharia Elétrica, Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2012. 84p. Disponívelem:https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/10974/1/2012_RodrigoAlbernazBezerra.pdf. Acesso em 12 maio 2121.

COELHO, Henrique; SATRIANO, Nicolás. MPRJ cobra da PM que câmeras sejam instaladas em viaturas. G1, Rio de Janeiro, 16 dez.2020. Disponível em: Acesso em: 11 maio 2021.

CRUZ, Débora Teixeira da; SANTOS, Aldinei Francisco dos; SILVA JÚNIOR, Weber de Souza. Utilização da Tecnologia de Scanners em Segurança Pública no Estado do Mato Grosso do Sul. Interfaces. Juazeiro do Norte,CE, vol. 4(13), p. 212-226, Dezembro de 2017.

FERREIRA, O. D. de S. (2018). Do apreço liberal pela contenção do soberano ao caos prisional: reações de atores coletivos da direita liberal perante eventos no sistema carcerário de janeiro de 2017.

Leviathan (São Paulo), (13), 57-90. Disponível em https://www.revistas.usp.br/leviathan/article/view/ 145335. Acesso em 20 maio 21.

G1. 2017. (2017a).Após explosão de muro, presos fogem de penitenciária do Paraná, 15 jan.2017. Disponível em http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2017/01/apos-explosao-de-muro-presos-fogem- de-penitenciaria-do-parana.html. Acesso em14 abr. 2021.

.2017 (2017b). RN registra rebelião em mais uma unidade prisional, 18 jan.2017. Disponível em: http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2017/01/rn-registra-rebeliao-em-mais-uma- unidade-prisional.html. Acesso em14 abr. 2021.

. 2018. Imagens e áudios mostram como quadrilha usou bombas e fuzis para invadir penitenciária e soltar presos no PR. Curitiba, 16 dez. 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2018/12/17/imagens-e-audios-mostram-como-quadrilha-usou- bombas-e-fuzis-para-invadir-penitenciaria-e-soltar-presos-no-pr.ghtml. Acesso em 9 maio 2021.

GOIFMAN, Kiko. Das "duras" às máquinas do olhar: a violência e a vigilância na prisão.São Paulo Perspec.São Paulo, v.13, n.3, p.67-75, set. 1999. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php? script=sci_arttext&pid=S0102-88391999000300009&lng= pt&nrm= iso. Acesso em 10 maio 2021.

MACEDO, J.P.B.M. Monitoramento eletrônico da área comercial de Franca como fator de otimização do policiamento preventivo – Proposta. Monografia do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, São Paulo: PMSP, 1999.

MELGAÇO, Lucas. Securização urbana: da psicoesfera do medo à tecnoesfera da segurança. Tese (Doutorado em Geografia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2010.

RISCO. In: MICHAELIS, Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa. São Paulo: Melhoramentos. 2020. Disponível em: . Acesso em 7 maio 2021.

MINAYO, Maria Cecília de Souza; SOUZA, Edinilsa Ramos de; CONSTANTINO, Patrícia. Riscos percebidos e vitimização de policiais civis e militares na (in)segurança pública.CadernosdeSaúdePública,RiodeJaneiro, v.23, n.11, p.2767-2779, Nov. 2007.Disponívelemhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102311X2007001100024&lng= en&nrm=iso. Acesso em 11 maio 2021.

PORTELA, Gutemberg. CFTV, Treinamento Básico. HOT SAT, 2007

RECOMEÇAR. Relatório 001/2018. Conselho da Comunidade da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba. Curitiba, 1° fev. 2018.

SILVA, Eugenio. Reconhecimento de caracteres. Núcleo de Computação Eletrônica, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2006. Disponível em: http://www.nce.ufrj.br/conceito/artigos/2006/016p1-3.htm. Acesso em 24 maio 2021.

SOUZA, Edinilsa Ramos de; MINAYO, Maria Cecília de Souza. Policial, risco como profissão: morbimortalidade vinculada ao trabalho. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v.10, n.4, p.917- 928, Dez. 2005. Disponível em http://www.scielo.br/ scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413- 81232005000400015&lng=en&nrm=iso. Acesso em 14 maio 2021.

UOL. 2017. (2017a). Dez detentos fogem de presídio na região metropolitana de BH, 15 jan.2017. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimasnoticias/2017/01/15/dez-detentos-fogem- de-presidio-na-regiao-metropolitana-de-bh.htm. Acesso em 7maio 2017.

. 2017. (2017b). Em 19 dias, 17 detentos morreram em unidades prisionais do Rio deJaneiro, 19 jan.2017. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agenciabrasil/2017/01/19/em-19-dias-17-detentos- morreram-em-unidades-prisionais-do-rio-dejaneiro.htm. Acesso em 20 maio 21.

. 2017. (2017c). Mais de 6 horas após rebelião em Bauru (SP), governo diz que 152 presos fugiram,24 jan.2017. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/01/24/mais-de-6h-apos-rebeliao-em-bauru- sp-governo-diz-que-152-presos-fugiram.htm. Acesso em: 18maio 2021.

VIANNA, Túlio Lima. Transparência pública, opacidade privada: o Direito como instrumento de limitação do poder na sociedade de controle. Tese (Doutorado em Direito) – Faculdade de Direito, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2006.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-291

Refbacks

  • There are currently no refbacks.