Comparação no tratamento do paciente diabetico e o obeso no uso do farmaco liraglutida/ Comparison of the treatment of the diabetic patient and the obese in the use of the drug liraglutida

Riçça Fayller de Freitas, Omero Martins Rodrigues junior, Omero Martins Rodrigues junior, Salomão Rocha Martim, Salomão Rocha Martim

Abstract


As mudanças demográfica, nutricional e epidemiológica acontecidas no século passado produziram um perfil de risco em que enfermidades crônicas tais como o diabetes e a obesidade. A presente pesquisa tem como objetivo geral, analisar como o fármaco liraglutida vem sendo utilizado, para o tratamento do paciente diabético tipo 2 em comparação ao uso do obeso. Utilizou-se como metodologia neste trabalho, a adoção de uma pesquisa bibliográfica com abordagem qualitativa. A coleta de dados, para a realização desta pesquisa, foi desenvolvida através de livros, artigos dissertações teses e revistas. Como resultados, constatou-se que, a substância liraglutida é um medicamento aprovado pela ANVISA para comercialização no Brasil desde março de 2010, com a finalidade de uso específico no tratamento de diabetes tipo 2. O uso da liraglutida é realizado, uma vez ao dia, por via subcutânea e tem como resultado a liberação de insulina de forma dependente da glicose, cessando a secreção de glucagon, o que atrasa o esvaziamento gástrico. Porém despertou grande interesse em indivíduos não diabéticos que presumem ser um novo recurso para o emagrecimento. Conclui-se segundo alguns estudos que, o uso da liraglutida aliada a prática de exercício físico auxilia no emagrecimento e melhora de parâmetros bioquímicos em pessoas que possuem diabetes, obesidade ou sobrepeso juntamente com alguma comorbidade.


Keywords


Diabetes, Liraglutida, Obesidade.

References


ALMEIDA GAN, Santos JE, Pasian SR, Loureiro SR. Percepção de tamanho e forma corporal de mulheres: estudo exploratório. Psicol Estud. 2005;10(1):27-35.

ALVES TCHS, Santana MLP, Silva RCR, Pinto EJ, Assis AMO. Fatores associados a sintomas de transtornos alimentares entre escolares da rede pública da cidade do Salvador, Bahia. J Bras Psiquiat. 2012; 61(2):55-63.

ANDRADE SC, Barros MBA, Carandina L, et al. Dietary Quality Index and Associated Factors among Adolescents of the State of Sao Paulo, Brazil, J Pediatr 2010;156:456-60.

BARRETO, S.M.; Pinheiro, A.R.O.; Sichieri, R.; Monteiro, C.A.; Batista Filho, M.; Schimidt, M.I.; Lotufo, P.; Assis, A.M.; Guimarães, V.; Recine, E.G.I.G.; Victora, C.G.; Coitinho, D.; Passos, V.M.A. Análise da Estratégia Global para Alimentação, Atividade Física e Saúde da Organização Mundial de Saúde. Revista de Epidemiologia e Serviços de Saúde do SUS. Brasília. Vol. 14. Num. 1. janeiro-março/ 2005. p. 41-68.

BRASIL. Ministério da Saúde. Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Brasília: Ministério da Saúde, Agência Nacional de Saúde Suplementar; 2017.

BROWNLEE M. Biochemistry and molecular cell biology of diabetic complications. Nature. 2001;414(6865):813-20.

BURKE, V. et al. Predictors of body mass index and associations with cardiovascular risk factors in Australian children: a prospective cohort study. International Journal of Obesity. 2005; 29: 15-23.

CASADO RA, CASADO RM. PIVATO LS. Liraglutida no tratamento da diabetes mellitus tipo 2. Maringá. Uninga Review 2012

CONTE, Suélyn Carolina; DE CAMPOS, Simone Bolonheis. Perspectivas de perda de peso com o uso de liraglutida: Revisão da Literatura. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research – BJSCR. Vol.9, n.1, pp.84-90. 2015.

CONTI MA., Frutuoso MF, Gambardella AMD. Excesso de peso e insatisfação corporal em adolescentes. Revista de Nutrição - Puc/Campinas 2005b;18(4):491-497.

DAMASCENO, O. V., Lima, P. R. J., Vianna, M. J., Vianna, A. R. V., & Novaes. S. J. (2005). Tipo físico ideal e satisfação com a imagem corporal de praticantes de caminhada. Revista Brasileira Médica Esporte, 11(3), 181-186.

DAMASCENO VO, Lima JRP, Vianna JM, Vianna VRA, Novaes JS. Tipo físico ideal e satisfação com a imagem corporal de praticantes de caminhada. Rev Bras Med Esporte. 2005; 11:181-86.

FERNANDEZ S, Pritchard M. Relationships between self-esteem, media influence and drive for thinness. Eat Behav. 2012;13(4): 321-5.

FERREIRA, Arthur Pate de Souza; SZWARCWALD, Célia Landmann; DAMACENA, Giseli Nogueira. Prevalência e fatores associados da obesidade na população brasileira: estudo com dados aferidos da Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Rev. bras. epidemiol., São Paulo, v. 22, e190024, 2019.

FREITAS CMSM, Lima RBT, Costa AS, Lucena Filho A. O padrão de beleza corporal sobre o corpo feminino mediante o IMC. Rev Bras Educ Fís Esporte. 2010;24(3):389-404.

HAYASHI F, Takimoto H, Yoshita K, Yoshiike N. Perceived body size and desire for thinness of young Japanese women: a populationbased survey. Br J Nutr. 2006; 96:1154-62

LE ROUX, C.W. 3-year liraglutide versus placebo for reducing risk of type 2 diabetes and weight management in subjects with pre-diabetes: a randomized, doubleblind study. Lanceta, 2017. Disponível em: www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28237263>. Acesso em: 19/06/2021.

LOTTENBERG, A.M.P. Tratamento Dietético da Obesidade. Albert Eistein- Sociedade Beneficente Israelita Brasileira. São Paulo. Vol. 4. Num (supl 1). 2006. p. 23-28.

MARIATH, A.B; Grillo, L.P.; Silva, R.O.; Schimtx, P.; Campos, I.C.; Medina, J.R.P; Kruger, R.M. Obesidade e fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis entre usuários de alimentação e nutrição. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, vol 23, n 04, 2007. p.897-905.

MONTEIRO, C.A., MONDINI, L., SOUZA, A.L.M., POPKIN, B.M. Da desnutrição para a obesidade: a transição nutricional no Brasil. In: MONTEIRO, C.A. Velhos e novos males da saúde no Brasil: a evolução do país e de suas doenças. São Paulo: Hucitec, 1995. p.247-255.

MORANTE, YARA MELO; GALENDE, SHARIZE BETONI. Mecanismo De Ação Da Liraglutida Empacientes Acometidos Pordiabetes Mellitus Tipo 2. Revista UNINGÁ, Maringá, v. 25, n. 1, p. 74-78, jan./mar. 2016.

MORGAN C, Vecchiatti I, Negrão A. Etiologia dos transtornos alimentares: Aspectos biológicos, psicológicos e socioculturais. Rev Bras Psiq 2002; 24(Supl.3):18-23.

NUNES, Maria Angélica et al Transtorno Alimentar e Obesidade. 2. ed., Porto Alegre: Artes Médicas, 2006.

PI- SUNYER, X. et al. A randomized, controlled trial of 3.0 mg Liraglutide in weight control. N Engl J Med, 2015. Disponível em: https://facunicamps.edu.br/repositorio/58_A%20LIRAGLUTIDA%20NO%20TRATAMENTO%20DA%20OBESIDADE.pdf Acesso em: 19/06/2021.

PINHEIRO AP, Giugliani ERJ. Body dissatisfaction in brazilian schoolchildren: prevalence and associated factors. Revista de Saúde Pública 2006;40(3):489-496.

ROTH, J. et al. The obesity pandemic: where have we been and where are we going? Obes Res, v. 12 Suppl 2, p. 88S-101S, Nov 2004.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-285

Refbacks

  • There are currently no refbacks.