Análise Crítica do Turnover Docente no Instituto Federal Norte de Minas Gerais IFNMG - Campus Arinos / Critical Analysis of Teacher Turnover in the Instituto Federal Norte de Minas Gerais IFNMG - Campus Arinos

Gustavo Rodrigues Morgado, Jardel Reis Heredia, Maycon Luiz Amaral Magalhães

Abstract


Na atual conjuntura de mudanças e complexidades, o professor aparece como trabalhador fundamental dos processos formativos. Sua substituição exige tempo de conclusão, e este tempo pode contribuir para a ocorrência de alguns transtornos como: o não cumprimento da carga horária de disciplinas, demasiadas reposições de aulas, aumento dos índices de evasão escolar e de retenção. Enfim, a rotatividade excessiva de docentes pode desencadear uma série de dificuldades no processo ensino-aprendizagem. Deste modo, este artigo objetiva identificar e discutir o turnover docente entre os anos de 2014 e 2016, no Campus Arinos IFNMG – Instituto Federal do Norte de Minas Gerais -  e supor suas possíveis causas e efeitos periféricos no processo ensino-aprendizagem, diante das modalidades legais que contribuem para o turnover no processo educacional. Foram utilizadas teorias que discutem o turnover com a finalidade de refletir e teorizar essa situação no contexto pesquisado. A pesquisa é de natureza bibliográfica e documental, com abordagem quantitativa e finalidade descritiva. Foi possível perceber divergências significativas nas taxas de rotatividade no período de tempo analisado, no entanto, devido à frequência encontrada e sua importância, o tema incita maior aprofundamento sobre seus principais impactos no processo ensino-aprendizagem.


Keywords


Turnover Docente; Instituto Federal do Norte de Minas Gerais

References


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Promulgada em 05 de outubro de 1988. Disponível em: Acesso em: 05 dez. 2017.

BRASIL. Lei n° 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 01 dez. 2017.

BRASIL. Lei n° 8.112 de 11 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Disponível em: . Acesso em: 01 dez. 2017.

BRASIL. Lei n° 12.772, de 28 de dezembro de 2012. Dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreiras e Cargos de Magistério Federal. Disponível em:. Acesso em: 01 dez. 2017.

BRASIL. Lei n° 8.745, de 9 de dezembro de 1993. Dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do inciso IX do art. 37 da Constituição Federal, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 01 de dez. 2017.

CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos: o capital humano das organizações. 9 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS. Rotatividade e Flexibilidade no Mercado de Trabalho. São Paulo, 2011.

DUARTE, Rafael Gomes. Os determinantes da rotatividade dos professores no Brasil: uma análise com base nos dados do SAEB 2003. 2009. Dissertação (Mestrado em Economia) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Ribeirão Preto.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Aurélio Século XXI: o dicionário da língua portuguesa. 3 ed. totalmente rev. e ampl. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social.6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LACERDA, R.C.L.G. Análise de tournover de docentes na educação superior. Periódicos Científicos Negócios em Projeção. V.6, n.1, junho 2015. Disponível em: . Acesso em 06 dez. 2017.

LAKATOS, Eva Maria. MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos da metodologia científica. 7. Ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MAXIMIANO. Antônio Cesar Amaru. Introdução à Administração.São Paulo: Atlas,2000.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-271

Refbacks

  • There are currently no refbacks.