Pesquisa sobre eficiência energética: Um desenho metodológico de estudo teórico e prático para prédios e indústrias da Amazônia / Energy efficiency research: A methodological design of theoretical and practical study for buildings and industries in the Amazon

Daniel Guzmán del Río, Daniel Sousa da Silva, Israel Gondres Torné, Ingrid Sammyne Gadelha Figueiredo, Edry Antonio Garcia Cisneros, Aline dos Santo Pedraça

Abstract


No presente trabalho os autores apresentam uma proposta de desenho metodológico teórica e prática para desenvolver pesquisa de análise da eficiência energética, aplicável a prédios e indústrias existentes na zona tropical da Amazônia, visando economia de energia e sustentabilidade ao meio ambiente. O desenho, que hierarquiza o conhecimento dos parâmetros da eficiência energética, pode ser utilizado como ferramenta de avaliações energéticas e como material complementar no ensino. Partindo de um estudo de caso, o trabalho se aprofunda na teoria-científica, a partir da utilização dos avanços atuais das técnicas de modelagem e simulação, com o auxílio dos meios informáticos existentes nas universidades e centros de pesquisas. Isto permitiu a otimização na obtenção de resultados, a divulgação e capacitação dos gestores, acarretando diminuição dos consumos energéticos de prédios e indústrias com menor impacto ao meio ambiente amazônico.


Keywords


Eficiência energética, prédios, indústrias, meio ambiente.

References


Gomes, B. N. Coelho Teixeira, M. A. Pedrosa M. W. (2021). Estudo de tecnologias para o controle de eficiência energética em residências. Brazilian Journal of Development. Vol. 7, No 3. Curitiba.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR ISO 50001:2018. Disponível em: https://www.normastecnicas.com/iso/iso-50001/. Acessado em: 27 de mai. 2021.

AMAZONAS. Secretaria do Estado de Desenvolvimento, Econômico, Tecnologia e Inovação - SEDECTI. (2021). O Amazonas passa a contar com Lei Estadual de Incentivo às Fontes Renováveis de Energia e Eficiência Energética. Disponível em: http://www.amazonas.am.gov.br/2021/01/amazonas-passa-a-contar-com-lei-estadual-de-incentivo-as-fontes-renovaveis-de-energia-e-eficiencia-energetica/. Acessado em: 27 de mai. 2021.

Cugno, M. (2021). Openness to Industry 4.0 and performance: The impact of barriers and incentives. Technological Forecasting and Social Change. Vol. 168.

Deshpande, P. B. (1989). Multivariable Process Control. Instrument Society of America, North Carolina.

Garcia, C. (1997). Modelagem e Simulação de Processos Industriais e de Sistemas Eletromecânicos. São Paulo, EDUSP.

Gordon, G. (1981). The Development of the General Purpose Simulation System (GPSS). Inc: Wexelbat, R. history of Programming Languages. Academic Press. p. 403 – 437.

Guzmán D. R., Cavalcante C., Sansone J. L., Melo, H., Kimura, A. (2007). Sob a metodologia para a modelagem e simulação de processos multivariáveis de emprego industrial e no ensino. Revista SODEBRAS. Volume 2. N° 20.

Guzmán, D. R. (2001). Modelación, simulación y control del tanque de contacto y los Enfriadores de licor en el proceso de lixiaviación carbonato-amoniacal. (Tesis de Doctorado en Ciencias Técnicas). CUJAE, La Habana, pp.100.

Kumar, A. (2021). A study of trends and industrial prospects of Industry 4.0. Materials Today: Proceedings.

Lucenko, B. (1984). Modelación Matemática de los Procesos Tecnológicos Químicos en Maquinas Analógicas. Izdat, Moscú.

Seborg, D, E, Edgar, T, F, Mellichamp, D, A. (1989). Process Dynamics and Control. John Wiley & Sons. New York.

Natureza. (2012). O Clima Da Amazônia. Postado 9 anos atrás por em Natureza. Disponível em: . Acessado em: 17 de jun. 2021.

Tijonov, O. (1978). Modelos Matemáticos Sencillos en los Procesos Metalúrgicos. Instituto de Minas de San Petersburgo.

Simulink, (1999). Simulink. Dynamic system simulation for Matlab. V-3. The Math Works Inc. USA.

Praça, F. S. G. (2015). Metodologia da pesquisa científica: organização estrutural e os desafios para redigir o trabalho de conclusão. Revista Eletrônica “Diálogos Acadêmicos”. Nº 1, p. 72-87. Microsoft Word - 5 - Metodologia da Pesquisa Científica - Correto para publicar (uniesp.edu.br). . Accesado: 28 mai. 2021.

SEDECTI. (2021). Secretaria do Estado de Desenvolvimento, Econômico, Tecnologia e Inovação. O Amazonas passa a contar com Lei Estadual de Incentivo às Fontes Renováveis de Energia e Eficiência Energética. Disponível em: . Acessado em: 27 de mai. 2021.

Mazzaferro, L., Machado, R. M. S., Melo, A. P. Lamberts, R. (2020). Do we need building performance data to propose a climatic zoning for building energy efficiency regulations?. Energy and Buildings. Elsevier. Volume 225. p. 110303.

LADE. Laboratório de Análise e Desenvolvimento de Edificações. (2021). FAENG- UFMS. O que é o PROCEL EDIFICA?. Disponível em: . Acessado em: 3 de jun. 2021.

Prates, W. R. (2016). Qual a diferença entre payback simples e descontado?, 04/05/2016. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2021.

Camargo, R. (2017). Veja como o valor presente líquido (VPL) ajuda na análise de viabilidade de um investimento. 26/01/2017. Disponível em: . Acessado em: 04 jun. 2021.

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA – ANEEL. (2013). Resolução Normativa No 569, de 23 de julho de 2013. Disponível em: . Acessado em: 03 junho 2021.

Fonseca, O. (2015). Clima na Amazônia. Retirado do Blog do Francisco Gomes. Disponível em: . Acessado em: 17 de jun. 2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-213

Refbacks

  • There are currently no refbacks.