Projeto “educarte” Um relato de experiência no contexto escolar / Educarte" project An experience report in the school context

Taíza Fernanda Ramalhais, Maria Eduarda Silva, Angela Maria Junges, Vinicius Rufino Leal, Maria das Graças Santos Quintana Bittencourt, Adroaldo Bittencourt, Gislaine de Fatima Brunieri da Silva, Mariana Pelozi Rodrigues, Leticia Venancio Peres

Abstract


São diversas as possibilidades de educar através da arte para a formação da criança e do adolescente, fortalecendo o direito ao ensino, pesquisa e a criação artísticas a partir do contexto escolar. O projeto é desenvolvido num Colégio Estadual do Campo numa cidade do oeste do Paraná em horário extraclasse, por meio de oficinas semanais na Sala de Recursos Multifuncional – Altas Habilidades/Superdotação. Segue o procedimento: 1ª Etapa: divulgação do projeto por meio de panfletos informativos e “Plantão de recreio”; 2ª Etapa: reunião com os pais/responsáveis e processo de inscrição e assinatura do termo de autorização; 3ª Etapa: encontro de apresentação do projeto e sensibilização dos participantes. 4ª Etapa: pesquisa-ação com a comunidade escolar sobre temas emergentes para construção dos musicais. Atualmente o projeto tem 15 participantes incluindo os alunos e a professora. Espera-se que, ao proporcionar as oficinas de música em todas as séries do Ensino Fundamental, os estudantes encontrem na prática musical uma maneira de aprender e se comunicar. Contudo anseia-se, também, que a comunidade escolar se mobilize para realizar eventos culturais. Esses eventos tornaram-se referências para toda comunidade, contribuindo, assim, para a formação integral e efetiva do estudante como cidadão inserido no meio escolar, comunitário e transformador, tendo como base uma visão crítica sobre o contexto social. Pois os participantes já evidenciam a música como algo significativo em suas vidas e através das temáticas trabalhadas reflete na repercussão no cotidiano dos demais estudantes no contexto escolar e social. As oficinas são ansiosamente aguardadas pelos estudantes. O prazer de aprender através dos musicais oportuniza momentos no convívio escolar, atuando na formação dos educandos contribuindo com a escolarização como um todo.  Considerando as novas perspectivas do ensino de arte propostas nos documentos oficiais divulgados pelo Ministério da Educação, este projeto contribui efetivamente para a implementação de políticas públicas educacionais na região, através da arte inclusiva, possibilitando o contato direto entre o contexto social e comunitário local através da oportunidade à população localizada em áreas prioritariamente em situação de vulnerabilidade social, o acesso ao conhecimento que promova os direitos humanos através de diversas manifestações culturais como: a dança, a música, a arte em si como fatores de combate à exclusão, ao isolamento e à desigualdade social.


Keywords


Altas Habilidades/Superdotação. Artes. Oficinas. Contexto Escolar.

References


ARROYO, M. Música, escola e construção de políticas locais de educação musical: um estudo na cidade de Uberlândia, MG, 2002.

AMATO, R. C. F. Breve retrospectiva histórica e desafios do ensino de música na educação básica brasileira. Opus, n. 12, p. 144-166, 2006.

AZEVEDO, A. J.; VIEIRA, V. A. P. A.; ALVES, C.G. M. A. A educação especial no contexto do plano nacional de educação 2014-2024. Brazilian Journal of Development. Curitiba, v. 6, n. 5, p. 30892-30911 may. 2020.

CUERVO, L. Articulações entre Música, Educação e Neurociências: ideias para o Ensino Superior. IN: 7 SIMCAM – SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS. Brasília: UNB, 2011.

NEVES, M. M. B. J., & MARINHO-ARAUJO, C. M. A questão das dificuldades de aprendizagem e o atendimento psicológico às queixas escolares. Alethéia, 24(2), 161-170, 2006.

MELO, N. N. M. M.; SANTOS, V. A. M.; NUNES, D. A. S e SILVA, V. L. L. G. A importância da música para o desenvolvimento da criança de educação infantil. Bahia, 2009.

MONTEIRO, R.; SOUSA, A. Cultura Corporal e Educação Física : elementos para uma re-significação da prática docente. EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Nº 126, 2008.

MUSZKAT, M. Música, Neurociência e Desenvolvimento Humano. Ministério da Cultura e Vale: A Música na Escola. São Paulo, 2012.

RIBEIRO, D. Teoria do Brasil. Petrópolis: Ed. Vozes, 1985.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-175

Refbacks

  • There are currently no refbacks.