Capacitação em propriedade intelectual e prospecção tecnológica por meio de patentes: análise da elaboração de método inovador/ Capacity building in intellectual property and technological prospection through patents: analysis of the elaboration of an innovative method

Luiz Fernando Baltazar, Anapatrícia de Oliveira Morales Vilha, Adelaide Maria de Souza Antunes, Ricardo Carvalho Rodrigues, Fábio Danilo Ferreira

Abstract


A divulgação dos conhecimentos contidos no documento de patente parte da perspectiva de que o conhecimento das novas tecnologias sirva de base para novas soluções, favorecendo o ciclo virtuoso de desenvolvimento tecnológico e inovação. Partindo do pressuposto que as Instituições e Ciência e Tecnologia (ICTs) se caracterizam por ambientes majoritariamente acadêmicos, verifica-se que a cultura nestes locais tradicionalmente aponta para a utilização de fonte clássicas de informação, como artigos científicos e livros. Isto posto, o objetivo que norteou esse estudo foi desenvolver um método para difundir conhecimentos acerca da relevância da utilização da informação tecnológica das patentes. Para tanto, procedeu-se uma revisão do estudo produzido por Baltazar et al. (2017) verificando o nível de utilização de informação tecnológica oriunda de documentos de patente. Em seguida, procedeu-se uma análise SWOT para a elaboração de um novo método de capacitação de pesquisadores de ICTs em propriedade intelectual, patentes e prospecção tecnológica por meio de patentes. Por fim, realizou-se a elaboração de um novo método de capacitação para análise de patentes e prospecção tecnológica a partir de patentes.


Keywords


propriedade intelectual, patentes, informação tecnológica, prospecção tecnológica, capacitação.

References


BALTAZAR, L. F. Curso e material didático de prospecção tecnológica por meio de patentes para P&D&I. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2018.

BALTAZAR, L.F. et al. Patentes como fonte de informação tecnológica para subsídio à pesquisa: uma análise amostral da Universidade Federal do ABC. Cad. Prospec., Salvador, v. 10, n. 4, p. 681-695, out./dez.2017.

BALTAZAR, L.F.; RODRIGUES, R.C.; ANTUNES, A.M.S. Prospecção Tecnológica por meio de Patentes para P&D&I. Rio de Janeiro: 2018. 157p. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2019.

CANDELIN-PALMQVIST H. SANDBERG B, MYLLY, UM. Intellectual property rights ininnovation management research: a review. Technovation Sep-Oct;32: 502 e 12, 2012.

BARBOSA, D.B. Biotecnologia e Propriedade Intelectual. 2002. Disponível em: . Acesso em 20 mar. 2019.

BRASIL, Lei nº9.279, 14 de maio de 1996.

GARCIA, J.C.R. Patente gera patente?. TransInformação, Campinas, 18(3):213-223, set./dez., 2006.

INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Perguntas Frequentes - Patente. Disponível em: . Acesso em 20 mar. 2019.

LÉVÊQUE, F.; MÉNIÈRE, Y. The Economics of Patents and Copyright, The Berkeley Electronic Press, 2004.

MACEDO, M.F.G.; e BARBOSA, A.L.F. Patentes, pesquisa & desenvolvimento: um manual de propriedade industrial [on-line]. Rio de Janeiro: Editora Fio Cruz, 2000.

MACEDO, M.F.G.; MÜLLER, A. C. A.; MOREIRA, A. C. Patenteamento em biotecnologia. Brasília: Embrapa Comunicações para Transferência de Tecnologia, 2001.

MONTANARI, INSTITUTO. Análise SWOT: A Origem. Disponível em: / Acesso em 20 mar. 2019.

WANG, B. A. CHAI, K. B. SUBRAMANIAN, A. M. Roots and development of intellectual property management research: A bibliometric review, World Patent Information 40 (2015).

WIPO, World Intellectual Property Organization. Patent Information, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-166

Refbacks

  • There are currently no refbacks.