Sujeitos da Eja: realidade socioeconômica, particularidades e aspirações educacionais de uma turma de técnico em hospedagem no interior da Amazônia / Eja subjects: socioeconomic reality, particularities and educational aspirations of a technical accommodation class in the interior of the Amazon

Simone Lobato Ferreira da Cruz, Cemyra Diniz Nascimento, Luciana Tupinambá Dessy, Leonice Maria Bentes Nina, Raimundo Nonato Colares Camargo Júnior

Abstract


A educação de Jovens e adultos no Brasil, além de ser uma modalidade de ensino, serve de agente inclusivo entre os sujeitos que ficaram afastados do processo educacional e da sociedade. Este estudo é uma pesquisa de natureza exploratória com abordagem qualitativa – quantitativa e objetivou demonstrar particularidades do perfil socioeconômico e dos aspectos educacionais dos alunos da turma de Técnico em Hospedagem do IFPA 2017 / I do IFPA – Campus Santarém. Foi utilizada a entrevista presencial através de questionários com 25 perguntas abertas e fechadas divididas em dois grupos: I- Perfil Socioeconômico, com 16 perguntas, e II- Informações relativas à educação, contendo 09 perguntas, distribuídos a 31 indivíduos. Os resultados incluem a maioria dos alunos da turma como sendo do sexo feminino, solteiros, desempregados, com renda familiar de um salário mínimo, possuindo boa capacidade de aprender e motivados para o curso.

 


Keywords


Amazônia, Perfil socioeconômico, aspectos educacionais, Educação de Jovens e Adultos.

References


ABREU, E. P. Condições de trabalho, saúde e hábitos de vida dos catadores de resíduos sólidos da Vila Vale do Sol em Aparecida de Goiânia-Go. 2008. Disponível em: < http://www.radarciencia.org//doc/condicoes-de-trabalho-saude-e-habitos-de-vida-dos-catadores-de-residuos-solidos-da-vila-vale-do-sol-em-aparecida-de-goiania-go> Acesso em: 03 jun. 2017.

ALMEIDA, Alberto Carlos. A Qualidade de vida no Estado do Rio de Janeiro. Niterói: EDUFF, 1997.

BASTIANI, D. M. Perfil e os desafios dos Alunos da Educação de Jovens e Adultos do município de Santa Helena. Monografia (Curso de Especialização em Educação Profissional Integrada a Educação Básica na Modalidade EJA) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Medianeira, p.43. 2011. Disponível em: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/1646/1/MD_PROEJA_2012_IV_05.pdf . Acesso em: 13 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da educação. CADERNOS DE EJA. Tecnologia e Trabalho. 2006. Disponível em: Acesso em: 12 jun. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho nacional de saúde. Comissão nacional de ética em pesquisa. Resolução nº 196 de 96 - Diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. 2013. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2021.

CARVALHO, I. O trabalho infantil no Brasil contemporâneo. 2008. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-49792008000300010&script=sci _arttext > Acesso em: 03 jun. 2017.

CORREA, Z. D. Caracterização da evasão escolar no CEEBJA De Santa Helena – PR.2012. Trabalho de conclusão de curso (Especialização em Educação Profissional Integrada a Educação Básica na Modalidade EJA) – Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Medianeira, 2012. Disponível em: Acesso: 03 jun. 2021.

COSTA, E.; ÁLVARES, S. C.; BARRETO V. Trabalhando com a educação de jovens e adultos, alunas e alunos da EJA. 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/eja_caderno1.pdf .Acesso em: 15 jun. 2017

DI PIERRO, M. C.; JOIA, O.; RIBEIRO, V. M. Visões da Educação de Jovens e Adultos no Brasil. Cadernos Cedes, Campinas, v. 21, n. 55, p. 58-77, 2001. Disponível em:< http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622001000300005>. Acesso: 21 abr. 2021

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2006.

HERNÁNDEZ, Fernando. Transgressão e mudança na educação: os projetos de trabalho; trad. Jussara Haubert Rodrigues. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE divulga informações sobre a mulher no mercado de trabalho. 2009. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/13794-asi-ibge-divulga-informacoes-sobre-a-mulher-no-mercado-de-trabalho . Acesso: 14 jun. 2021.

IBGE. Instituto Brasileiro De Geografia e Estatística. Atlas do Saneamento, 2011. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br/população>. Acesso em: 04 jun. 2021.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Dados do IBGE – Queda substancial no tamanho das famílias brasileiras .2016.Disponível em : https://labsfac.ufsc.br/2016/05/23/dados-do-ibge-queda-substancial-no-tamanho-das-familias-brasileiras/. Acesso em: 15 jun. 2021.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa nacional por amostra de domicílio. 2017. Disponível em : https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/media/com_mediaibge/arquivos/08933e7cc526e2f4c3b6a97cd58029a6.pdf. Acesso: 15 dez.. 2017.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ.CAMPUS SANTARÉM. Projeto Pedagógico do Curso Técnico em Hospedagem. Santarém, 2015.

KLEIN, C. R.; FREITAS, M. do C. D. 2015. Motivos do abandono escolar na educação de jovens e adultos: estudo de caso escola do Paraná. Disponível em :< http://www.esocite.org.br/eventos/tecsoc2011/cd-anais/arquivos/pdfs/artigos/gt007-motivosdo.pdf> Acesso: 20 mai. 2021.

LEINEKER, M. EJA: diversidade e contexto histórico. Guarapuava: Ed. da Unicentro, 2009. Disponível em: http://repositorio.unicentro.br:8080/jspui/bitstream/123456789/918/5/EJA%20Diversidade%20e%20contexto%20hist%C3%B3rico.pdf .Acesso em: 15 jun.2021.

MESSIAS, L. ABREU, C. B. de M. Histórias de sucesso escolar na educação de jovens e adultos. 2017. Disponível em :< http://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/viewFile/16437/11163> Acesso em: 03 de jul. 2017.

MIRANDA, Simão F. de. Metodologia científica: os caminhos do saber. 2004. Disponível em: . Acesso em: 25 mar. 2017.

MOLL, L. C. (Org.). Vygotsky e a educação: implicações pedagógicas da psicologia sócio histórica. Porto Alegre: Artmed, 1996.

MONTEIRO, J. L. R.; RAVASIO, M. T. H.; ROSSI, F. D. Tecnologia em benefício da extensão na EJA/EPT – PROEJA. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.1, p.1130-1139 jan. 2021. Disponível em: < file:///Users/camargojunior/Desktop/Publicac%CC%A7o%CC%83es/2021/2021_Brazilian%20Journal%20of%20Development/22621-58202-1-PB.pdf>Acesso: 14 jun. 2021.

MOURA, T. M. M. A prática pedagógica dos alfabetizadores de jovens e adultos: contribuições de Freire, Ferreiro e Vygotsky. 2 ed. Maceió: EDUFAL, 2001.

NASCIMENTO, N. C. C.; TAVARES, G. R. C. Perfil dos alunos do PROEJA em uma instituição de educação profissional técnica de nível médio. 2008. Disponível em: < www.pucpr.br/eventos/educere/educere2008/anais/pdf/508_497.pdf> Acesso em: 15 jan. 2017.

OLIVEIRA, M. K. Jovens e adultos como sujeitos de conhecimento e aprendizagem. Anais da 22a Reunião Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em educação – ANPED, 26 a 30 de setembro de 1999, – Caxambu, Minas Gerais. Disponível em:< xa.yimg.com/kq/groups/20938193/216545614/name/daniele.pdf>. Acesso em: 20 mai. 2017.

OLIVEIRA, P. C. S.; EITERER, C. L. Evasão escolar de alunos trabalhadores na EJA. Faculdade de Educação/UFMG, Belo Horizonte: 2011. Disponível em:< http://www.senept.cefetmg.br/galerias/Arquivos_senept/anais/terca_tema6/Terxa Tema6Artigo10.pdf> Acesso: 20 mar. 2017.

PASSOS, V. A. Fatores e estratégias dos que Educação de jovens e adultos: permanecem e conseguem sucesso escolar. 2011. 166 f. Dissertação (Mestrado em Educação: História, Política e Sociedade). São Paulo. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. 2011. Disponível em :< https://sapientia.pucsp.br/handle/handle/10330> Acesso em: 03 abr. 2017.

PEREIRA, J. M. M. (2012). A escola do riso e do esquecimento: idoso na educação de jovens e adultos. Revista Educação em Foco, Juiz de Fora, MG: UFJF, v.16, n.2, set. 2011/fev.2012. 11- 38. Disponível em: www.ufjf.br/revistaedufoco/files/2012/08/Texto-014.pdf. Acesso em: 20 abr. 2021.

RANGEL, André da Silva. Desfiliação: processo ou status? Dilemas quanto à formação de vínculos com o trabalho e a escola entre jovens de São João de Meriti. (Dissertação de Mestrado em Planejamento Urbano e Regional)-Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008. Disponível em: http://www.ippur.ufrj.br/download/pub/AndreDaSilvaRangel.pdf Acesso em: 10 jun. 2017.

SANTOS, M. A. M. T. A produção do sucesso na educação de jovens e adultos: o caso de uma escola pública em Brazlândia. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2007. Disponível em :< http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/3031/1/2007_MariaAparecidaMonteTabordosSantos.PDF> Acesso: 14 jun. 2021.

SERPA, N. C. Percepção dos alunos da EJA do Colégio Anibal Cesar sobre as transformações no mundo do trabalho. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n.4, p.19123 -19138 apr. 2020. ISSN 2525-8761. Disponível em < https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/8726>. Acesso em: 9 abr. 2021.

SOUZA, O. M. C. G. de, ALBERTO, M. de F. P. Trabalho Precoce e processo de escolarização de crianças e adolescentes. Psicologia em estudo. Maringá, v. 13, n. 4, p. 713-722, out-dez, 2008. Disponível em; < http://www.acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/47024/TAIZE%20MATIORO%20IRENO.pdf?sequence=1> Acesso: 12 jun. 2021.

VIANA, E.; SANCHES, J.; MIRANDA, R. A Identidade do aluno e do Professor da EJA. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/160465007/A-Identidade-Do-Aluno-e-Do-Professor-Da-EJA .Acesso em 15 jun. 2021.

VIEIRA, D. A. P.; LEMOS, L. S.; PEIXOTO, M. A. PROEJA–educação de jovens e adultos: análises bibliométrica da produção cientifica da base de dados Web of Science utilizado a ferramentaVOSviewer. Brazilian Journal of DevelopmentISSN: 2525-876145583Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.5, p.45583-45598 may.2021. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2021.

XAVIER, M. P. S. R.; PIRES, Y. P.; SERUFFO, M. C. R. Estudo sobre evasão e persistência escolar em eja por intermédio de inteligência computacional. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 5, n. 10, p. 19908-19943 oct. 2019. ISSN 2525-8761. Disponível em < https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/3858>. Acesso em: 9 abr. 2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-059

Refbacks

  • There are currently no refbacks.