Um Estudo sobre a avaliação da política pública da interiorização do ensino superior do instituto federal de educação do Ceará: o caso da cidade de Sobral-Ceará / A study on the evaluation of the public policy of interiorization of higher education of the federal institute of Education of Ceará: the case of the city of Sobral-Ceará

Heloisa Helena Medeiros da Fonseca, João Welliandre Carneiro Alexandre, Sueli Maria de Araújo Cavalcante, Ana Cláudia Uchôa Araújo

Abstract


A interiorização do ensino superior é um acontecimento muito recente no Brasil. O Plano Nacional de Educação (PNE) 2001- 2010, assim como o PNE 2011-2020, trazem em suas diretrizes a indicação de que um forte sistema de educação superior é o elemento propulsor do desenvolvimento e da independência de um país. Esses planos estabeleceram uma política de expansão para diminuir as desigualdades de oferta, sem renúncia da qualidade no ensino. A Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008, que cria os Institutos Federais (IF), estabelece uma das políticas de expansão para atender a demanda por educação superior nas capitais e no interior do país. Nessa linha de pesquisa, ancorado nestes aportes legais, este estudo tem como objetivo geral investigar o reflexo da interiorização do ensino superior do IFCE por meio da comparação entre grau de expectativa e de satisfação dos discentes com os efeitos que a política de expansão promoveu quando da interiorização do IFCE. Este estudo é classificado como uma pesquisa aplicada, de abordagem quantitativa e com fins exploratório e descritivo no campus de Sobral. Para tal, foi utilizada uma amostra com 148 alunos matriculados no campus aplicada em dezembro de 2017. Como ferramenta de apreensão de dados utilizou-se um questionário adaptado do modelo de Schleich, Polydoro e Santos (2006), o qual é estruturado.


Keywords


Interiorização do Ensino Superior, Políticas Públicas, Avaliação, Grau De Expectativa, Grau de Satisfação.

References


ALVES, Geralda; PASCUETO, Cinthia. Ensino Superior no Brasil comemora dois séculos. Olhar Virtual, Rio de Janeiro, 2ª edição 192, 2008. Disponível em:

ANTONELLI, Ricardo A; COLAUTO, Romualdo D; CUNHA, V.A. Expectativa e Satisfação dos Alunos de Ciências Contábeis com Relação às Competências Docentes. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio em Educacion, v.10, nº 1, 2012.

Disponível em: www.rinace.net/reice/numeros/arts/vol10num1/art5.pdf. Acesso em: 22 jul. 2017.

APRILE, Maria Rita; BARONE, Rosa Elisa Mirra. Educação superior: políticas públicas para inclusão social. Revista @ambienteducação. São Paulo. v.2, n.1, p. 39-55, jan./jul.2009.

ARRUDA, Ana Lúcia Barbosa de. Políticas da Educação Superior no Brasil: Expansão e Democratização: Um Debate Contemporâneo. Revista Espaço do Currículo, v.3, n.2, pp. 501- 510, setembro de 2010 a março de 2011. Disponível em: periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rec Acesso em: 30 jul. 2016.

AZEVEDO, Alberto Luiz; SHIROMA, Eneida Oto; COAN, Marival. As políticas públicas para a educação profissional e tecnológica: sucessivas reformas para atender a quem? B. Téc. Senac: a R. Educ. Prof. Rio de Janeiro, v. 38, nº 2, maio/agosto 2012.

AZEVEDO, Janete M, Lins de. A Educação como Política Pública. (Coleção polêmicas do nosso tempo), v. 56. Campinas: Autores Associados, 2004,

BARREYRO, G. B. (Orgs.). Avaliação da educação: Diferentes abordagens críticas. São Paulo: EJR Xamã Editora, 2011.

BITTAR, Mariluce; OLIVEIRA, João Ferreira de; MOROSINI, Marília. Educação superior no Brasil – 10 anos pós-LDB. Brasília: INEP, 2008.

BONETTI, L. W. Políticas públicas por dentro. Ijui: Editora Inijui. 2011. BRASIL.CNE. Parecer CNE nº 16/99 - CEB. Disponível em:www.educacao.pr.gov.br/arquivos/File/pareceres/parecer161999.pdfAcesso em: 10 jun. 2016.

. Inep. Evolução da Educação Superior. Disponível em: inep.gov.br/web/censo-da- educacao-superior Acesso em: 10 jun. 2016.

. MEC. Lei nº 11.892 – 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 30, dez. 2008.

Disponível em: www.educacao.pr.gov.br/arquivos/File/pareceres/parecer161999.pdf. Acesso em: 10 nov. 2016.

. MEC. Lei nº 10.172 – 09 jan. 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10, jan. 2001. Disponível em: www.educacao.pr.gov.br/arquivos/File/pareceres/parecer161999.pdfAcesso em: 10 nov. 2016.

. MEC. Projeto de Lei nº 8.035/2010. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Disponível em: www.educacao.pr.gov.br/arquivos/File/pareceres/parecer161999.pdfAcesso em: 10 nov. 2016.

. MEC. PNE - Ensino Superior - Graduação. Avaliação Técnica do Plano Nacional de Educação. Comissão de Educação e Cultura. Câmara dos Deputados. Brasília, p. 133-144.2005. Disponível em: www.georgezarur.com.br Acesso em: 13 jul. 2017.

BLOGS DIÁRIO DO NORDESTE – Boa Viagem > Estudantes aguardam com expectativas conclusão de obras de campus do IFCE. Diário do Nordeste. Fortaleza, p.1, 24 nov. 2015. Disponível em http://blogs.diariodonordeste.co.br/sertaocentral/educacao/em-boa-viagem- estudantes-aguardam-com-expectativa-conclusao-de-obras-de- campus-do-ifce/. Acesso em: 24 jun. 2017.

CATANI, A. M.; HENRY, A. P. & GILIOLI, R. S. P. PROUNI: democratização do acesso às Instituições de Ensino Superior. Disponível em: www.scielo.br/pdf/er/n28/a09n28.pdf).Acesso em: 10 jan. 2016.

COELHO, Sitia Said; VASCONCELOS, Maria Célia Chaves. A criação das Instituições do Ensino Superior no Brasil: o desafio tardio na América Latina. IX Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul. Florianópolis. 2009.

CUNHA, Paulo Roberto; GOMES, Giancarlo; BECK, Franciele. Satisfação dos Estudantes de Ciências Contábeis: Estudo em Universidades Públicas de Santa Catarina. Revista Contabilidade Vista e Revista, vol. 27, n. 1, 2016. Disponível em: www.revistas.face.ufmg.br Acesso em: 04 set. 2017.

, Luiz Antônio. Ensino superior e universidade no Brasil. In: TEIXEIRA, E. M. etal.

anos de educação no Brasil. 2. Ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

DURHAM, E. Educação superior, pública e privada (1808 – 2000). In: SCHWARTMAN, Simon & BROCK, Colin. Os desafios da educação no Brasil. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 2005. p. 197-240.

FERREIRA, Luiz Gonzaga Rebouças. Redação Científica. 4ª Ed. Fortaleza. Edições UFC. 2007.

IBGE. Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 20. Disponível em: www.cidades.ibge.gov.brAcesso em: 10 jun. 2017.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de Metodologia Científica. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2003.

LUGÃO, R. C. et. al. Reforma universitária no Brasil: uma análise dos documentos oficiais e da produção científica sobre o REUNI. Disponível em:pt.slideshare.net/MarceloBatista5/ensino-superior-pblico-privilgio-de-poucos-enpess-2008 Acesso em: 10 jul. 2016.

MANCEBO, Deise; VALE, Andréa Araújo do; MARTINS, Tânia Barbosa. Políticas de Expansão da Educação Superior no Brasil. Revista Brasileira de Educação, v. 20, n. 60, jan.- mar., 2015.

MARTINELLI. Selma de Cássia; SCHIAVONI, Andreza; BARTHOLOMEU, Daniel. Propriedades Psicométricas de uma Escala de Percepção de Alunos sobre as expectativas do professor. Aval. Psicol., Porto Alegre v. 8, n. 1, p. 119-129, abr. 2009Disponível em: www. pepsic.bvsalud.org/pdf/avp/v8n1/v8n1a11.pdf. Acesso em: 10 jul. 2016.

OLIVEIRA, João Ferreira de; DOURADO, Luiz Fernandes. A Educação Superior no Plano Nacional de Educação (2014-2024): Expansão e Qualidade em Perspectiva. Anais do XXIV Seminário Nacional UNIVERSITAS/BR. Disponível em: www.ppe.uem.br/xxivuniversitas/anais/trabalhosAcesso em: 18 jun. 2017.

PACHECO, Eliezer. (organizador). Institutos Federais Uma Revolução na Educação Profissional e Tecnológica. Brasília: Editora Moderna Ltda, 2011.

PASSOS, Guiomar de Oliveira; GOMES, Marcelo Batista. Ensino Superior Público – Um privilégio de poucos. Disponível em: www.academia.edu/6486937/ENSINO_SUPERIOR_P%C3%9ABLICO_UM_PRIVIL%C3%89GIO_DE_POUCOSAcesso em: 16 jun. 2016

PINTO, José Marcelino de Rezende. O acesso à Educação Superior no Brasil. Campinas: Ed. Soc. v. 25, n. 88, 2004.

RODRIGUES, Adriana Silva Souza; LIBERATO, Giuliana, Bronzone. Fatores determinantes da satisfação com a experiência acadêmica. Pensamento Contemporâneo em administração, v. 10, n.2, p.18-33. Rio de Janeiro: 2016.

SANTOS, Raimundo Santiago dos. A Interiorização da Educação Superior no Estado do Ceará. Revista Gestão Universitária. Disponível em: www.gestaouniversitaria.com.br/) Acesso em: 16 set. 2016.

SCHLEICH, A.R.L.; POLYDORO, S.A.J.; SANTOS, A.A.A. A escala de Satisfação com a experiência Acadêmica de Estudantes do Ensino Superior. Avaliação Psicológica, v.5, p.11-20, 2006. Disponível em: www.uff.br/pae/index.php/pca/article/viewFile/703/pdfAcesso em: 16 set. 2017.

SOUZA, Saulo Aparecido de; ALVES, Fernanda de Matos Sanches. Satisfação dos Estudante dos Cursos de Graduação em Administração da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. XXXII da AMPAD. Rio de Janeiro, 2008. Disponível em: www.ampad.org.br Acesso em: 30 jul. 2016.

SPELLER, P. ROHL, F. & MENEGHEL, S. M. (Org.). Desafios e perspectivas da educação superior brasileira para a próxima década. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0021/002189/218964por.pdf). Acesso em: 03 set. 2016.

TAVARES, Moacir Gubert. Evolução da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnologia: As etapas Históricas da Educação Profissional no Brasil. IX Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul, 2012. Disponível em:www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/177/103Acesso em: 10 jul. 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-742

Refbacks

  • There are currently no refbacks.