Aproveitamento de Biogás e Lodo em Pequenas Etes: Estudo de Caso em Catas Altas / Use of Biogas and Waste in Small Plant: Case Study in Catas Altas

Luciano Albuquerque Rosa Junior, Karoline Rodrigues Costa, Lucas Martins Machado, Déborah Melo, Cláudio Leite de Souza

Abstract


Diante da necessidade de ampliação do tratamento de esgoto no Brasil, a definição do fluxograma da ETE é uma etapa fundamental que pode determinar potenciais maiores ou menores de sustentabilidade e atratividade do tratamento de esgoto de forma integrada na comunidade de entorno. Nessa perspectiva, tem-se discutido muito sobre o biogás e lodo de esgoto no sentido de agregar valor às ETEs em seu ciclo de vida.

O presente trabalho teve como intuito realizar avaliação de potenciais de aproveitamento de recursos (biogás e lodo) do tratamento de esgoto para o caso de uma cidade em Minas Gerais com população próxima a 5 mil habitantes. Baseando-se em uma ETE já implantada e na necessidade de ampliação da mesma, foram desenvolvidos cálculos para análise de potenciais comparativos de diferentes cenários de aproveitamento energético do biogás e uso do lodo na agricultura.

As análises apresentadas mostraram que, dentre os cenários estudados, o sistema composto por reator UASB e Filtro Anaeróbio se mostrou mais adequado para aproveitamento e integração dos subprodutos do tratamento, sobretudo em comparação a sistema com reator UASB e Lodos Ativado. O potencial de geração de energia através do biogás para esse melhor cenário foi, para o ano de 2016, de cerca de 5.000 KWh, acumulado durante 14 dias, o que seria suficiente para alimentação de um leito higienizador para converter todo o lodo também acumulado e desidratado nesse mesmo período. Como resultado, estimou-se a produção de lodo em cerca de 3 m3 para serem dispostos, com a possibilidade de aplicação como adubo já plenamente higienizado.


Keywords


tratamento de esgoto, lodo, biogás, leito higienizador, reator UASB, metano.

References


ANDREOLI, C. V., FERREIRA, A. C., CHERNICHARO, C. A. AND BORGES, E. S. M., Secagem e Higienização de Lodos com Aproveitamento de Biogás. In: CASSINI, S. T. (Ed.), Digestão de Resíduos Sólidos Orgânicos e Aproveitamento do Biogás. Rio de Janeiro: ABES, Rima, p. 121-165, 2003.

BRASIL. IBGE / Minas Gerais / Catas Altas. Disponível em: . Acesso em: 05 fev. 2018.

CHERNICHARO, C.A.L. and STUETZ, R.M. Improving the design and operation of UASB reactors for treating domestic wastewater: management of gaseous emissions. IX LATIN AMERICAN WORKSHOP AND SEMINAR ON ANAEROBIC DIGESTION. Eastern Island - Chile: IWA, 2008.

CHERNICHARO, C. A. L.; LIER, J. B.; NOYOLA A.; RIBEIRO, T.B. Anaerobic sewage treatment : state of the art , constraints and challenges. Reviews in Environmental Science and Biotechnology, v. 14, n. 4, p. 649– 679, 2015.

LOBATO, L. C. S.. Aproveitamento Energético de biogás gerado em reatores UASB tratando esgoto. 2011. 187 f. Tese de doutorado. Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011. Disponível em: . Acesso em: 03 fev. 2018.

BRESSANI-RIBEIRO, T.; BRANDT, E. M. F. ; GUTIERREZ, K. G. ; DÍAZ, C. A. ; GARCIA, G. B. ; CHERNICHARO, C. A. L. . Potential of resource recovery in UASB/trickling filter systems treating domestic sewage in developing countries. WATER SCIENCE AND TECHNOLOGY, v. 75, 2017.

VON SPERLING, M.. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. 3.ed. Belo Horizonte: Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental; Universidade Federal de Minas Gerais. p. 15 – 48, 2005.

VON SPERLING, M. Princípios do tratamento biológico de águas residuárias: lagoas de estabilização. 2 ed. Belo Horizonte: UFMG, Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental. 196 p. 2002.

WAGNER, L. G.; POSSETTI, G. R. C.; CARNEIRO, C.; URBANETZ JUNIOR, J. Sistema Térmico de Higienização e Secagem de Lodo de Esgoto Movido a Energia Solar e Biogás. Agrener Gd: 10º CONGRESSO SOBRE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA E ENERGIA NO MEIO RURAL, São Paulo, p.1-10, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-726

Refbacks

  • There are currently no refbacks.