Produção de álcoois antissépticos para auxiliar na inibição do novo Coronavírus / Production of antiseptic alcohols to aid in the inhibition of the new Coronavirus

Makson Rangel de Melo Rodrigues, José Sebastião Cidreira Vieira

Abstract


O advindo do novo Coronavírus tornou-se um problema de saúde pública. Ele acarretou a adoção de medidas coletivas de prevenção e proteção de ambientes. Devido à magnitude da pandemia, a Covid-19 tornou-se alvo de diversas linhas de estudos, inclusive da Química. Este projeto teve como objetivo produzir álcoois antissépticos a 70%, com finalidade de atingir a esfera social dos profissionais da saúde que estavam à frente do combate à pandemia da Covid-19 no Hospital de Campanha do município de Zé Doca (MA) e comunidades vulneráveis residentes em regiões circunzinhas ao Instituto Federal do Maranhão (IFMA, campus Zé Doca). O grupo executor deste trabalho foi formado por discentes dos Cursos de Licenciatura em Química, Matemática, Tecnologia em Alimentos, Análises Químicas e Biocombustíveis. Inicialmente foram adquiridos 800 litros de etanol concentrado a 99,8 %, com recursos oriundos da Pró-Reitoria de Extensão do IFMA. Desse volume, uma parte foi transformada em álcool líquido glicerinado e outra em álcool gel. O álcool glicerinado foi produzido segundo formulação recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A formulação do álcool gel foi desenvolvida pelo grupo, de acordo com a legislação vigente e a literatura da área. Em face da extrema necessidade de dar-se suporte para os profissionais da saúde no combate da Covid-19, o controle de qualidade dos produtos obtidos foi realizado em termos de pH e de densidade. A presença de uma solução química alcoólica provoca desarranjo estrutural das proteínas do novo Coronavírus ocasionando rompimento das mesmas e perda de suas atividades, deixando o vírus inativo. Além disso, o álcool é um biocida que age sobre a bicamada fosfolipídica do vírus desnaturando suas proteínas, inativando seus sistemas enzimáticos e reduzindo a disseminação do novo Coronavírus. Todo o volume produzido foi repassado para o Hospital de Campanha e comunidades de baixa renda, com a anuência da Secretária Municipal Saúde de Zé Doca (MA) e representantes do IFMA, campus Zé Doca.


Keywords


Antissépticos, Ação Biocida, Covid-19, Coronavírus.

References


AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Covid-19; só use saneantes regularizados. Disponível em: www.anvisa.gov.br. Acesso em: 22 de abril de 2020.

CORREIO BRASILIENSE. Ciência e Saúde. Vilhena Soares. Coronavírus: cientistas defendem a importância do uso do sabão. Disponível em: correiobraziliense.com.br. Acesso em 21 de abril de 2020

LIMA, M. L. S. O.; ALMEIDA, R. K. S.; FONSECA, F. S. A.; GONÇALVES, C. C. S. A química dos saneantes em tempos de Covid-19: você sabe como isso funciona? Quim. Nova, vol 43, n. 5, p 668-678, 2020.

MARINO, C. O setor químico como indústria essencial para o combate à pandemia de covid-19. Revista Analytica, ed. 104, 2020. Disponível em: revistaanalytica.com. br. Acesso em 22 de abril de 2020.

MATOS, A. G.; SARQUIS, I. C.; SANTOS, A. A. N.; CABRAL, L. P. Covid-19: risco de transmissão ocular em profissionais de saúde. Ver. Bras. Med. Trab., vol 19, n.11, p 82-87, 2021

OLIVEIRA, W. K.; DUARTE, E,; FRANÇA, G. V. A.; GARCIA, L. P. Como o Brasil pode deter a Covid-19. Epidemiol. Serv. Saúde. Brasília (DF), vol.29, n.2. 2020.

OMS – Organização Mundial da Saúde. “SARS (Severe Acute Respiratory Syndrome)”. WHO Website [2020]. Disponível em: . Acesso em: 27/02/2020.

OPAS BRASIL. ORGANIZAÇÃO PAN AMERICANA DA SAÚDE NO BRASIL. Covid-19- doença causada pelo coronavírus. Disponível em: paho.org/bra/index .php. Acesso em 23 de abril de 2020.

ORGANIZACIÓN MUNDIAL DE LA SALUD (2019). Situation report by WHO on Novel Coronavirus (2019-(CoV). https://www. who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus.

QUEIROZ, V. S. Obtenção de etanol líquido neutro a partir dos resíduos (cabeça e cauda) oriundos da fabricação de cachaça por processo de destilação convencional e assistido por micro-ondas para obtenção de álcool gel. Campina Grande (PB). 103 f. Tese (Doutorado em Engenharia de processos)- Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciências e Tecnologia. Campina Grande, 2013,

SENHORAS, E. M. “Coronavírus e o papel das pandemias na história humana”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 1, n. 1, 2020.

SEQUINEL, R.; LENZ, G. F.; SILVA, F. R.; SILVA, F. J. L. B. Soluções à base de álcool para higienização das mãos e superfície na preservação da Covid-19: compêndio informativo sob o ponto de vista da química envolvida. Quim. Nova, vol 43, n 5, junho 2020.

SILVA, L. J. A globalização da doença. Revista de Saúde Pública. São Paulo: vol 37, n.3, 2003.

SOMER, M.; MARQUES, C. G. K.; SANTOS, L. C.; ZAMBRANO, L. S. C.; GONZAGA, A. O. F.; BENDER, R. Produção de álcool 70% como forma de auxílio no combate à pandemia da Covid-19. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão da Unipampa, vol. 12, n.3, 20 nov 2020.

UFGDNET. UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS. ACESSO À INFORMAÇÃO. Especialistas da UFGD e do HU enfatizam a importância da limpeza de superfície e objetos no combate à covid-19. Disponível em: www. ufgd.edu,br. Acesso em 20 de abril de 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-715

Refbacks

  • There are currently no refbacks.