Análises físico-químicas e microbiológicas em fontes de dessedentação animal / Physicochemical and microbiological analysis in sources of animal watering

Maria Rita Melinsky Marin, Bruna Brandão, Natalia Felix Negreiros, Adriana Carolina Rodrigues Almeida Silva

Abstract


As fontes de dessedentação animal, necessitam de um manejo hídrico correto para a manutenção da oferta de água com qualidade satisfatória ao consumo, de modo a manter os níveis de bem-estar e produção animal elevados, não permitindo que a veiculação da água propague uma contaminação. Para tanto, é necessário que seja estabelecido um cronograma de análises físico-químicas e microbiológicas, avaliando os níveis de oxigênio dissolvido, pH, turbidez, temperatura superficial da água, condutividade, velocidade do vento, temperatura do ambiente e o teste bacteriológico qualitativo com o objetivo de detectar a bactéria Escherichia coli, sendo um importante método de mensuração do risco de veiculação hídrica de patógenos e avaliação do manejo hídrico. Nessa perspectiva, foram eleitas duas propriedades rurais do município de Araçatuba, com bebedouros alocados a campo utilizados por animais de produção, para serem utilizados na coleta de água, os resultados dos parâmetros físico-químicos foram correlacionados com o resultado dos testes microbiológicos, essa correlação permitiu identificar nos resultados que bebedouros com maiores níveis de oxigênio dissolvido e turbidez, apresentaram maior contaminação microbiológica.


Keywords


Água, Contaminação, Escherichia coli, Manejo Hídrico.

References


AMARAL LA, Filho AN, Junior ODR, Ferreira FLA, LSS. Água de consumo humano como fator de risco a saúde em propriedades rurais. Rev. Saúde Pública. 2003;37(4):510-4.

BAGLEY, CV, Kotuby-Amacher, J, Farrell-Poe, K. . Analysis of water quality for livestock. Utah State University. Disponível em : Acesso em: 12 de set 2020.

BRASIL. Resolução CONAMA N°357/2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Conselho nacional do meio ambiente, Brasília, 2005.

BRASIL. Ministério da saúde, abril 2013. Orientações Técnicas para coleta, acondicionamento e transporte de amostras de água para consumo humano. Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, Brasília, DF , abr.2013

NETO, S. ARAUJO, I. TAVORA, M. Qualidade de água de dessedentação de bovinos da fazenda- escola do IFRN- Ipanguaçu. Holos, Rio grande do Norte,v.3, ano.32. abril 2016.

NOGUEIRA, G.; NAKAMURA, C.V.; TOGNIM, M.C.B.; ABREU FILHO, B.A.; DIAS FILHO, B.P.Microbiological quality of drinking water of urban and rural communities, Brazil. Revista de Saúde Pública. São Paulo. v.37, n.2, 2003

PICCININ, Lídia. Simpósio produção animal e Recursos hídricos. Disponível em: <http://www.cnpsa.embrapa.br/sgc/sgc_publicacoespublicacao_e1u76v6p.pdf#page=65>.Acesso em 16 de abril 2019.

PORTUGAL. Ministério da Agricultura e do Mar. Água de Qualidade Adequada na Alimentação Animal. Guia de Boas Práticas. 2014.15p. Disponível em: http://www.dgv.min- agrlook_parentBoui=3016157&att_display=n&att_download=y. Acesso em: 12 set. 2020

SILVA, D. A. 2008. Ecologia alimentar e reprodutiva da piaba-do-rabo-amarelo, Astyanax cf. lacustris na Lagoa do Piató, Assu, Rio Grande do Norte, Brasil. Dissertação Mestrado em Bioecologia Aquática. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 108p.

SOUZA JR, Moraes MAB, Sonoda SL, Santos HCRG. A Importância da Qualidade da Água e os seus Múltiplos Usos: Caso Rio Almada, Sul da Bahia, Brasil. REDE -Revista Eletrônica do Prodema, v.8, n.1, p. 26-45, abr. 2014, Fortaleza, Brasil, ISSN:1982-5528.

SOUZA LC, Iaria ST, Paim GV, Lopes CAM. Bactérias coliformes totais e coliformes de origem fecal em águas usadas na dessedentação de animais. Rev. Saúde Pública [online]. 1983; vol.17, n.2, pp.112-122. ISSN 00348910.

VALIAS APGS, Roqueto MA, Hornink DG, Koroiva EH, Vieira FC, Rosa GM, Silva MAML. Avaliação da qualidade microbiológica de águas de poços rasos e nascentes de propriedades rurais do município de São João da Boa Vista- São Paulo. Arq. ciên. vet.zool. Unipar, 2002; 5(1): p.021-028

VASCONCELLOS FCS, Iganci JRV, Ribeiro GA. Qualidade microbiológica da água do Rio São Lourenço do Sul, Rio Grande do Sul. Arq. Inst. Biol., São Paulo, 2006; v.73,n.2, p.177-181.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-682

Refbacks

  • There are currently no refbacks.