Sala de aula invertida:a análise de uma experiência no ensino médio / Flipped classroom: the analysis of a high school experience

Viviane de Lima Benevides, Alcides de Castro Amorim Neto, Maud Rejane de Castro e Souza

Abstract


A Sala de Aula Invertida é uma estratégia de aprendizagem ativa que vem sendo amplamente discutida e aplicada nos processos educacionais. Este artigo visa analisar a eficácia da metodologia da sala de aula invertida com o auxílio do Google Classroom nas aulas de Biologia em duas turmas da 2ª série do Ensino Médio. Para atingir esse objetivo seguiu-se uma abordagem quali-quantitativa, onde primeiro foi aplicado um questionário, que serviu para realizar uma análise qualitativa sob a forma de estatística descritiva. A segunda análise, foi direcionada a investigação do rendimento da aprendizagem dos alunos, analisando o índice de aproveitamento dos alunos na aprendizagem do conteúdo de Embriologia, em análise estatística   das medidas de tendência central e dispersão (média, moda e desvio padrão). A pesquisa foi desenvolvida com duas turmas de 2º ano do Ensino Médio, em uma escola localizada na Zona Sul, na cidade de Manaus. Os resultados obtidos evidenciaram que o modelo pedagógico da Sala de Aula Invertida foi eficaz no processo de ensino e aprendizagem, fato que refletiu nas notas dos pesquisados.


Keywords


Sala de Aula Invertida, Google Classroom, Embriologia Humana.

References


ALEGRO, Regina Célia. Conhecimento prévio e aprendizagem significativa de conceitos históricos no Ensino Médio. 2008. 239f. Doutorado em Educação. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” UNESP, Marília, São Paulo. Disponível em: https://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/Educacao/ Acesso em: 12 mar. 2020

AMORIM, A. S. A influência do uso de jogos e modelos didáticos no ensino de biologia para alunos de ensino médio. 2013. 50 f. Monografia (Licenciatura em Ciências Biológicas) – Universidade Aberta do Brasil, Beberibe, 2013. Disponível em: http://www.uece.br/sate/dmdocuments Acesso em: 23 ago. 2020

BACICH, Lilian; NETO, Adolfo Tanzi; TREVISANI, Fernando de Mello. Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. – Porto Alegre: Penso, 2015.

BACICH, Lilian. MORAN, José. Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem téorico-prática. – Porto Alegre: Penso, 2018

BASTOS, João Luiz Dornelles. DUQUIA, Rodrigo Pereira. Medidas de dispersão: os valores estão próximos entre si ou variam muito? Scientia Medica, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 40-44, jan./mar. 2007 Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/scientiamedica/article/download/1650/1845/ Acesso: 12 de nov. 2019

BERGMANN, Jonathan; SAMS, Aaron. Sala de Aula Invertida: uma metodologia ativa de aprendizagem. Tradução Afonso celso Cunha Serra. – 1 ed. -Rio de Janeiro: LTC, 2019.

BOGDAN, R; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. 10 ed. Porto Editora, 1991.

BORDINHÃO, Jacqueline Pintor. SILVA, Elias do Nascimento. O Uso dos Materiais Didáticos como Instrumentos Estratégicos ao Ensino-Aprendizagem. Revista Científica Semana Acadêmica ISSN 2236-6717 Disponível em : https://semanaacademica.org.br/system/files/artigos/o_uso_dos_materiais_didaticos_como_instrumentos_estrategicos_ao_ensino-aprendizagem.pdf Acesso em: 14 de jan. 2020

CARNIATTO, Irene. A formação do sujeito professor: investigação narrativa em Ciências/Biologia. Cascavel: Edunioeste, 2002.

CASTRO, Eder Alonso et al. ENSINO HÍBRIDO: DESAFIO DA CONTEMPORANEIDADE? Periódico Científico Projeção e Docência | v.6, n.2, p. 47-58 2015 | ISSN: 2178-6275 Disponível em: http://revista.faculdadeprojecao.edu.br/index.php/Projecao3/article/view/563 Acesso em: 12 fev. 2020

FEIJOO, Ana Maria Lopez Calvo de. Medidas de dispersão. In: A pesquisa e a estatística na psicologia e na educação [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2010, pp. 23-27. ISBN: 978-85-7982- 048-9. Disponível: http://books.scielo.org/id/yvnwq/pdf/feijoo-9788579820489-06.pdf Acesso em: 30 nov. 2019.

FILHO, Gabriel Elmôr ... [et al.] Uma nova sala de aula é possível : aprendizagem ativa na educação em engenharia / - 1. ed. - Rio de Janeiro : LTC, 2019.

JOTTA, Leila Aragão Costa Vicentini. Embriologia animal: uma análise dos livros didáticos de biologia do ensino médio. 2005. 244 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, Brasília, 2005. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/5011 /1/2005 Acesso: 02 set. 2020

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem componente ato pedagógico. São Paulo, Cortez, 2011.

MADUREIRA, A. M. S. Uma Proposta de Metodologia do Ensino de Embriologia Básica. 216 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2012.

MARCONI, Maria de Andrade. LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. – São Paulo: Atlas, 2010

MORAN, José Manoel. A educação que desejamos: Novos desafios e como chegar lá. 5 ª ed.- Campinas, SP: Papirus, 2012.

________, José Manoel. (Org). Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Vol. II. PG: Foca Foto-PROEX/UEPG, p. 1-19, 2015.

MOREIRA, Rosilei Cardozo. Ensino da Matemática na Perspectiva das Metodologias Ativas: um estudo sobre a "sala de aula invertida" /. 2018 50 f. Dissertação de Mestrado (Programa de PósGraduação em Matemática da Universidade Federal do Amazonas)

NASCIMENTO, F. G. M. ROSA, J. V. A. Princípio da sala de aula invertida: uma ferramenta para o ensino de química em tempos de pandemia. Brazilian Journal of Development. Curitiba, v. 6, n.6, p.38513-38525 jun. 2020. ISSN 2525-8761. Disponível:https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/11816/9880 Acesso: 04 jun.2021

PALFREY, Jonh; GASSER, Urs. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração dos nativos digitais. Porto Alegre: Artmed, 2011. p. 352

RAMOS, M.H. M. OLIVEIRA, R. Análise da aplicação da metodologia da sala de aula invertida no ensino de fisiologia humana. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.1, p. 9375-9387 Jan. 2021 Disponível: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/23710/19046 Acesso: 03 jun.2021

SANTOS, C.; BARROS, A. Uma análise da estratégia didática sala de aula invertida no processo ensino e aprendizagem de genética em turmas do ensino médio técnico integrado de uma escola pública. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 6, p. 716-740, 18 out. 2020. Disponível em: evistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2304 Acesso em 04 dez. 2020

SANTOS, Jéssica Aflávio dos. Construção de modelos didáticos de embriologia por alunos de ensino médio: uma perspectiva baseada na interação. 34f. 2014. Monografia apresentada ao Departamento de Teorias do Ensino e Práticas Educacionais do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Disponível: http://labec.ufes.br/sites/labec.ufes.br/ Acesso: 17 set. 2020

SANTOS, L.; RIBEIRO, K.; PRUDÊNCIO, C. A. Percepções de licenciandos em Ciências Biológicas quanto ao ensino de embriologia na Educação Básica: dificuldades e estratégias de transposição didática. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 7, p. 276-297, 20 nov. 2020. Disponível em: http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2480 Acesso em 04 dez. de 2020

SILVA, Luciano Dias. A Videoaula No Ensino Médio como Recurso Didático Pedagógico no Contexto da Sala de Aula Invertida. BLUMENAU, 2017. 124f Dissertação de mestrado (Mestrado em Ensino de Ciências Naturais e Matemática) - Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática, Universidade Regional de Blumenau.

SCHNEIDER, Elton Ivan et al. Sala de aula invertida em EaD: uma proposta de blended learning. Revista Intersaberes, v. 8, n. 16, p. 68-81, 2013. ISSN 1809–7286 Disponível em: https://uninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/499. Acesso em: 18 ago. 2019.

VALENTE, José Armando. Uso da internet em sala de aula. Educar, Curitiba, n. 19, p. 131-146. 2002. Editora da UFPR. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/educar/article/view/2086/1738. Acesso em: 14 set. de 2020

_________. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista. Curitiba, Brasil, Edição Especial n. 4/2014, p. 79-97. Editora UFPR. Disponível em: Acesso em: 20 jan. 2020 DOI: 10.1590/0104-4060.38645

WITT, D. Accelerate Learning with Google Apps for Education. 2015. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2020




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-619

Refbacks

  • There are currently no refbacks.