Aprendizagem solidária em projetos integradores: campo de inovação educativa / Solidarity learning in integrating projects: educational innovation field

Christian Guimarães Severo, Sonia Maria da Silva Junqueira

Abstract


O entendimento da aprendizagem solidária como inovação educativa é tema deste estudo desenvolvido com o objetivo de encontrar convergências de campos teóricos da aprendizagem solidária e inovação educativa em contextos de projetos integradores voltados a questões sociais e desenvolvidos em uma Instituição Comunitária de Ensino Superior (ICES), com acadêmicos do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia.  O trabalho completo compõe uma dissertação de mestrado, trata-se aqui, de um recorte. Como contexto teórico-metodológico, optou-se pela abordagem qualitativa, desenvolvida por meio da autoetnografia, que reconhece e inclui a narrativa pessoal, a subjetividade, a emotividade e a perspectiva do pesquisador no processo de investigação. Os achados a partir da análise, conduziram a quatro categorias: qualidade do serviço solidário, qualidade da aprendizagem, impacto do projeto de serviço-solidário e impacto institucional do projeto e revelaram o campo de convergências da aprendizagem solidária e inovação educativa, nas evidências de aprendizagem colaborativa, desafiadora, crítica e ativa, além do protagonismos e engajamento dos estudantes no projeto social desenvolvido no Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia. Concluiu-se que os projetos integradores transformam as práticas universitárias e promovem um espaço de integração propício para o exercício da solidariedade e da autonomia para transformar a realidade.


Keywords


Aprendizagem solidária, Inovação educativa, Projetos Integradores, Universidade e Comunidade

References


ANDERSON, Leon. Analytic Autoethnography. Journal of Contemporary Ethnography, v. 35, p. 373-395, 2006.

ALMEIDA, Fernando José de; MORI, Katia Regina Gonçalves. Aprendizagem solidária: construção de um currículo significativo e eficaz. Trama Interdisciplinar, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 92-108, jan./abr. 2017. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/tint/article/view/9376. Acesso em: 02 out. 2019.

CARBONELL, Jaume. A aventura de inovar: a mudança na escola. Porto Alegre: Artemed Editora, 2002.

CARBONELL, Jaume. Pedagogias do século XXI: bases para a inovação educativa. – 3. ed. – Porto Alegre: Penso, 2016.

COFFEY, Amanda. The ethnographic self: Fieldwork and the representation of identity. London: Sage, 1999.

COSTA, Priscila Trarbach: VITóRIA, Maria Inês Corte. Engajamento acadêmico: apostes para os processos de avalia..o da Educa..o Superior. In: EDUCERE –CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 13, 2017, Curitiba. Anais... Curitiba: Universitária Champagnat, 2017.

DILLENBOURG, Pierre. What do you mean by collaborative learning?. P. Dillenbourg. Collaborativelearning: Cognitive and Computational Approaches., Oxford: Elsevier, pp.1-19, 1999. ffhal-00190240f

ELLIS, Carolyn. The Ethnographic I: A Methodological Novel About Autoethnography. Walnut Creek: AltaMira Press, 2004.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.] Apostila. Disponível em: http://www.ia.ufrrj.br/ppgea/conteudo/conteudo-2012-1/1SF/Sandra/apostilaMetodologia.pdf Acesso em: 29 out. 2019.

GONDIM, S. M. G.. Grupos Focais como técnica de investigação qualitativa: desafios metodológicos. Paidéia 12(24), 149-161 (2003). Disponível em: http://www. scielo.br/pdf/paideia/v12n24/04.pdf. Acesso em: 20 jan. 2020.

KAMPFF, Adriana Justin Cerveira. Engagement Estudantil E Percursos Formativos No Ensino Superior. In: Engagement na educação superior: conceitos, significados e contribuições para a universidade contemporânea / orgs. Miguel B. Zabalza, Manuir Mentges, Maria Inês Côrte Vitória. – Porto Alegre : EDIPUCRS, 2018. 154 p.

LEMOS, Washington. Aprendizagem Desafiadora: Como as instituições podem estimular os estudantes a partir de problemas reais? SEMESP, 2019. Disponível em: https://www.semesp.org.br/noticias/aprendizagem-desafiadora-jornada/ Acesso em 30 dez. 2020.

MORI, Katia Regina Gonçalves. A solidariedade como prática curricular educativa. São Paulo: PUC-SP, 2013. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9728 Acesso em: 12 out. 2019.

SANTOS, S. M. A. (2017). O método da autoetnografia na pesquisa sociológica: atores, perspectivas e desafios. Plural - Revista De Ciências Sociais, 24(1), 214-241. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2176-8099.pcso.2017.113972 Acesso em: 26 nov. 2020.

SILVEIRA, Denise Tolfo; CÓRDOVA, Fernanda Peixoto. A pesquisa científica. In: GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de pesquisa.

Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

SOUI. Plataforma de Projetos Integrados. Urcamp: 2018. Disponível em: https://soui.urcamp.edu.br/ Acesso em: 10 maio 2020.

TAPIA, María Nieves. CLAYSS guia para o desenvolvimento de projetos de aprendizagem e serviço solidário. Edição brasileira: Buenos Aires, marzo 2019. Disponível em: http://docplayer.com.br/151853783-Edicao-brasileira-guia-para-o-desenvolvimento-de-projetos-de-aprendizagem-solidaria-edicao-brasileira.html. Acesso em: 02 out. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-573

Refbacks

  • There are currently no refbacks.