O uso de medicamentos no período da amamentação: Uma revisão da literatura / The use of medicines in the breastfeeding period: a literature review

Gleicy Kelly China Quemel, Lorrana Lucia Coelho Reis, Roziane Lobato de Souza, Rubnilton de Souza Pereira, Juan Gonzalo Bardalez Rivera

Abstract


O uso de medicamentos pela nutriz é uma prática comum e apesar de todos os benefícios do leite materno há situações em que deve ser considerando o risco/benefício da terapia medicamentosa, pois algumas drogas podem passar para o leite materno. Sendo assim, este estudo objetivou revisar na literatura sobre o uso de medicamentos em mulheres no período da amamentação, destacar as principais classes de medicamentos que são usadas e avaliar se há ou não um impacto negativo para o lactente. Foi realizada uma revisão integrativa da literatura com apoio da análise documental de Bardin, utilizando as bases de dados MEDLINE e LILACS, e a biblioteca do Scielo. No campo de busca das literaturas foram utilizados os seguintes descritores, contidos nos DeCS: [aleitamento materno/ breastfeeding], [desmame/weaning], [leite humano/human milk] e [uso de medicamentos na amamentação]. A partir das buscas, foram selecionadas 17 literaturas para compor os resultados desta pesquisa. Desses, 76,5% (13) dos estudos apresentaram as classes de medicamentos mais utilizadas no período de lactação, 23,5% (4) estudos apontaram os impactos e os riscos ao recém-nascido relacionados ao uso de medicamentos e 17,65% (3) relataram a importância do profissional farmacêutico na orientação do uso de medicamentos por mulheres que amamentam, cabe ressaltar que há estudos que abordam mais de um eixo, deixando clara a intercessão e o diálogo entre os temas. As classes de medicamentos mais utilizadas foram, analgésicos, antibióticos, anti-inflamatórios e antidepressivos. No que se refere aos impactos e possíveis riscos ocasionados nos lactentes, os estudos foram unanimes ao destacar que o dano mais palpável à criança é a suspenção da lactação, além de êmese, alteração no sono e cólica.  Quanto ao papel do farmacêutico, os estudos selecionados focaram na importância desse profissional conscientizar as lactantes sobre os perigos e  as consequências da automedicação no período da amamentação. Portanto, fazer uso de medicamentos sem o acompanhamento de um profissional gera riscos para a saúde da mãe e do bebê.


Keywords


Maternidade, Neonato, Toxicidade.

References


AMIR, L.H, PIROTTA MV. Medicines for breastfeeding women: a postal survey of general practitioners in Victoria. Med J Aust; v 19, n 1, 2009

ANGONESI,D.; SEVALHO,G. Atenção Farmacêutica: fundamentação conceitual e crítica para um modelo brasileiro. Ciência & Saúde Coletiva, 15(Supl. 3):3603-3614, 2010

ANTON, R.; BITENCOURT, R. M. Avaliação da segurança no uso de antidepressivos na amamentação. Revista Interdisciplinar de Estudos em Saúde, v 6, n 2, p. 103 - 117, 2017

BAR-OZ B,et al. Use of antibiotic and analgesic drugs during lactation. Drug Saf; v 26, n 13, p:925-35, 2013

BARDIN, L. L' Analyse de Conremt. Presses Univcrsitaires de France. 1977

CHAVES, R. G.; LAMOUNIER, J. A.; CÉSAR, C. C. Association between duration of breastfeeding and drug therapy. Asian Pacific Journal of Tropical Disease, v 1, n 3, p: 216-221, 2011

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria da Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Amamentação e uso de medicamentos e outras substâncias, 92 p. 2. ed. Brasília : Ministério da Saúde, 2014.

BROWN, S; LUMLEY J. Maternal health after childbirth: results of an Australian population based survey. Br J Obstet Gynaecol. ;v 1, n 5, p:156–61, 1998

CAMILO, M. S. et al. Uso de medicamentos durante a amamentação Arq. Ciênc. Saúde. 22(4) 78 – 81, 2015

CAKA, Y.S. et al. Drug use Knowledge and Practices of Mothers during Lactation Period .J Fam Med. 3 (4): 1062,2016

COOPER P.J. et al. Controlled trial of the short- and long-term effect of psychological treatment of post-partum depression. Impact on maternal mood. Br J Psychiatry; v 18, n 2, p:412–9, 2013.

CORNISH A.M. et al. Postnatal depression and infant cognitive and motor development in the second postnatal year: the impact of depression chronicity and infant gender. Infant Behav Dev; v 2, n 8, p:407–17, 2015

CORSI DJ, MURPHY MSQ. The Effects of opioids on female fertility, pregnancy and the breastfeeding mother-infant dyad: A Review. Basic Clin Pharmacol Toxicol; v 128, n 5, p:635-641, 2021

COSTA J.M. et al. Análise das prescrições medicamentosas em uma maternidade de Belo Horizonte e classificação de riscos na gestação e amamentação. Rev Bras Farm Hosp Serv Saúde; v 3, n 1, p: 32-6, 2012

DECLERCQ, E, et al. New mothers speak out: national survey results highlight women’s postpartum experiences. New York: Childbirth Connection; v 2, n 4, 2008.

DE PONTI, M.et al. Medicine use and safety while breastfeeding: Investigating the perspectives of community pharmacists in Australia. Aust J Prim Health; v 21, p: 46–57, 2019

FERRACINI A.C et al. Potential Drug Interactions and Drug Risk during Pregnancy and Breastfeeding: An Observational Study in a Women's Health Intensive Care Unit. Rev Bras Ginecol Obstet; v 39, n 6, p:258-264, 2017

FERNANDES, W.S; CEMBRANELLI, J.C. Automedicação e o uso irracional de medicamentos: o papel do profissional farmacêutico no combate a essas práticas. Revista Univap v. 21, n. 37, jul.2015.

FRAGOSO, VMS, SILVA Ed, MOTA, JM. Lactantes em tratamento medicamentoso da rede pública de saúde. Rev. Bras Promoç. Saúde, Fortaleza, 27(2): 283 - 290, 2014

FREITAS, T.C.S.B. et al. Uso de medicamentos durante a gestação e a lactação em mulheres militares na região metropolitana de Belo Horizonte e sua associação com o tempo de aleitamento materno. Rev Med Minas Gerais 22(2): 158 – 165, 2012

HERNANDES, T. A.; FUGINAMI, A. N.; RAIMUNDO, E. C. Características do uso de medicamentos durante a lactação. J. Hum. Growth Dev, v. 28, n. 2, p. 113-119, 2018

LEAVITT G, et al. Knowledge about breastfeeding among a group of primary care physicians and residents in Puerto Rico.J Community Health; v 3, n 4, p:1–5, 2009

LI, R. et al. Why mothers stop breastfeeding: mothers’ self-reported reasons for stopping during the first year. Pediatrics; v 12, n 2, 2018

LUTZ, B. H.; BASSANI, D. G.; MIRANDA, V. I. A. Uso de medicamentos por lactantes no Estudo de Coorte de Nascimentos 2015 de Pelotas (Brasil). Int J Environ Res Saúde Pública; v 17, n 2, 2020.

NICE, F.J.; LUO, A.C. Medications and breast-feeding: Current concepts. J Am Pharm Assoc. 2017;v 5, n 2, p:86–94.

OLANG, B. et al. Reasons given by mothers for discontinuing breastfeeding in Iran. Int Breastfeed J; v 7, n 7,2012

OLIVEIRA, Maria A. A.; OSÓRIO, Mônica M. Consumo de leite de vaca e anemia ferropriva na infância. Jornal de Pediatria,Rio de Janeiro ,Vol. 81, n.5, 2017;

PASSANHA, A. et al. Elementos protetores do leite materno na prevenção de doenças 33 gastrintestinais e respiratórias. Rev. Bras. Cresc. E Desenv.Hum., p. 351- 360, 2010.

PEARLSTEIN TB, Zlotnick C, Battle CL, et al. Patient choice of treatment for postpartum depression: a pilot study. Arch Womens Ment Health; v 9, p:303–309, 2015

PIZZOL, T. S. D.; MORAES, C. G.; CAMPOS, P. M. Uso de medicamentos antidepressivo na amamentação: avaliação da conformidade das bulascom fontes bibliográficas baseadas em evidencias científicas. Caderno de saúde pública; v 35, n 2, 2019

PUDLA, K.J et al. Efeito do aleitamento materno sobre a obesidade em escolares: influência da escolaridade da mãe. Revista Paulista de pediatria, São Paulo, vol .33, 2016;

RAMINELLI, M.; HAHN, S. R. Medicamentos na amamentação: quais as evidências? Ciênc. saúde coletiva, v. 24, n. 2, pág. 573-587, 2019

RIOS, K.R.; PAULI, P.S. Associação entre Aleitamento Materno e Excesso de Peso em Crianças e Adolescentes, uma Revisão da Literatura. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Nutrição, do Departamento de Ciências da Vida (DCVida), da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ, 2017;

SERAFIM, E. O. P. Qualidade dos medicamentos contendo dipirona encontrados nas residências de Araraquara e sua relação com a atenção farmacêutica. Rev. Bras. Cienc. Farm., São Paulo, v. 43, jan./mar. 2017.

SILVA, R.C.; ESCOBEDO, Jonas Peixoto; GIOIELLI, Luiz Antonio. Composição centesimal do leite humano e caracterização das propriedades físico- químicas de sua gordura. Quim. Nova, São Paulo,Vol. 30, n. 7, p. 1535-1538, 2017;

SILVEIRA, M. P. T.; PIZZOL, T. S.; POSSIGNOLLO, J. Classificação de risco dos medicamentos usados na internação para o parto na amamentação: coorte de nascimentos de Pelotas/2015. Rev. bras. Epidemiol; v 23, n 6, 2020

SOLANO, A.A.M. et al. Use of medicines and phytopharmaceuticals in mothers during breastfeeding Multimed. Rev Médica. Granma,; 23(5), 2019

SPIGSET O, HÄGG S. Analgesics and breast-feeding: safety considerations. Paediatr Drugs; v 2, n 3, p:223-38, 2012

SOUZA, M.T.;SILVA,M.D.; CARVALHO,R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein.; 8 p102-6, 2010

STEPHANSSON O. et al. Use during pregnancy in Sweden - assessed by the Prescribed Drug Register and the Medical Birth Register. Clin Epidemiol; v 1, n 3, p:43-50, 2011

RAMIELLE, M.; HAHN,S.R. Medicamentos na amamentação: quais as evidências?. Ciência & Saúde Coletiva, 24(2):573-587, 2019

TEIXEIRA, M. A. et at. Cuidado às mulheres que vivenciam a amamentação e a terapia medicamentosa no período puerperal. SALUSVITA, v 38, n 2, p. 307 - 328, 2019

TRINDADE, A. P.; AMORIM, M. T.; FERREIRA, J. F. L. Perfil do biomédico esteta e a segurança do paciente em procedimentos estéticos: uma revisão integrativa. Revista eletrônica acervo saúde; v 12, n 10, 2020

WILSON JT, BROWN DJ, HINSON JL. Pharmacokinetic pitfalls in the estimation of the breast milk/plasma ratio for drugs. Annu Rev Pharmacol Toxicol; v 25, p: 667–89, 2015

WOOLHOUSE H, et al. Physical health and recovery in the first 18 months postpartum: Does cesarean section reduce long-term morbidity? Birth; v 3, n 9, p:221–9, 2016

YUE Q.Y. et al.Pharmacokinetics of codeine and its metabolites in Caucasian healthy volunteers: comparisons between extensive and poor hydroxylators of debrisoquine. Br J Clin Pharmacol; v 31, n 6, p:635-42, 2011




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-537

Refbacks

  • There are currently no refbacks.