Musicoterapia no tratamento da apraxia da fala infantil / Music therapy in the treatment of apraxia of children's speech

Mauricio Doff Sotta, Noemi Nascimento Ansay

Abstract


Pesquisas demonstram que pacientes com dificuldades linguísticas em razão de lesões nos mecanismos cerebrais da fala (muitas vezes decorrentes de acidente vascular encefálico) preservam a capacidade de cantar músicas familiares. Esses achados fomentaram estudos no campo das neurociências, no sentido de demonstrar as conexões neuronais entre fala e música, assim como o desenvolvimento de protocolos de fonoaudiologia para o tratamento dos distúrbios da fala que adotam alguns elementos musicais, como ritmo e entonação melódica, e, também, protocolos com enfoque propriamente musicoterapêutico. Um desses distúrbios é a apraxia da fala (AF), que causa prejuízos na capacidade de planejar ou programar os comandos conscientes da fala, na completa ausência de distúrbios neuromusculares. Quando acomete crianças em fase de desenvolvimento da fala e da linguagem, independentemente de lesão cerebral específica, é denominado apraxia da fala na infância (AFI). O objetivo deste trabalho foi trazer apontamentos sobre a AFI e o emprego da musicoterapia (MT) no seu tratamento. Os resultados sugerem que a MT pode ser um importante aliado no tratamento da AFI, embora ainda sejam poucos os estudos relativos à utilização da MT no tratamento de distúrbios linguísticos, e são ainda mais escassos os que abordam a AFI.


Keywords


musicoterapia, distúrbios da fala, apraxia da fala infantil.

References


BAKER, F.; TAMPLIN, J. Coordinating Respiration, Vocalization, and Articulation Rehabilitating Apraxic and Dysarthric Voices of People with Neurological Damage. In: BAKER, F.; UHLIG, S. (Eds.). Voicework in Music Therapy: Research and Practice. Philadelphia, PA: Jessica Kingsley Publishers, 2011.

BARCELLOS, L. R. M. Quaternos de Musicoterapia e coda. 2. ed. Dallas (EUA): Barcelona Publishers, 2016.

BITAN, T. et al. Changes in Resting-State Connectivity following Melody-Based Therapy in a Patient with Aphasia. Neural Plasticity, v. 2018, p. 1–13, 2018.

BRAZ, C. H. et al. Sinais de risco para apraxia de fala infantil: revisão sistemática. Brazilian Journal of Development. Curitiba, v. 6, n. 9, p. 71593-71608, set. 2020.

CATRINI, M.; LIER-DEVITTO, M. F. Apraxia de fala e atraso de linguagem: a complexidade do diagnóstico e tratamento em quadros sintomáticos de crianças. CoDAS, v. 31, n. 5, e2018121, 2019.

DE BRUIJN, M.; HURKMANS, J.; ZIELMAN, T. Speech-Music Therapy for Aphasia (SMTA) An Interdisciplinary Treatment of Speech-Language Therapy and Music Therapy for Clients with Aphasia and/or Apraxia of Speech. In: BAKER, F.; UHLIG, S. (Eds.). Voicework in Music Therapy: Research and Practice. Philadelphia, PA: Jessica Kingsley Publishers, 2011.

DOFF SOTTA, M. SOUZA, V. da C. de. Profissão musicoterapeuta: uma análise jurídica. Curitiba, 2019. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/339139616_Profissao_musicoterapeuta_uma_analise_juridica. Acesso em: 31 jan. 2021.

DRAPER, K. Music and Stroke Rehabilitation: A Narrative Synthesis of the Music-Based Treatments used to Rehabilitate Disorders of Speech and Language following Left-Hemispheric Stroke. Voices: A World Forum for Music Therapy, v. 16, n. 1, 2016.

HURKMANS, J. et al. The effectiveness of Speech–Music Therapy for Aphasia (SMTA) in five speakers with Apraxia of Speech and aphasia. Aphasiology, v. 29, n. 8, p. 939–964, 2015.

LADÁNYI, E. et al. Is atypical rhythm a risk factor for developmental speech and language disorders? WIREs Cognitive Science, v. 11, n. 5, e1528, 2020.

LOEWY, J. V. The Musical Stages of Speech: A Developmental Model of Pre-Verbal Sound Making. Music Therapy, v. 13, n. 1, p. 47–73, 1995.

_____. Integrating Music, Language and the Voice in Music Therapy. Voices: A World Forum for Music Therapy, v. 4, n. 1, 2004.

NAVARRO, P. R.; SILVA, P. M. V. A.; BORDIN, S. M. S. Apraxia de fala na infância: para além das questões fonéticas e fonológicas. Distúrbios da Comunicação, v. 30, n. 3, p. 475, 2018.

PALAZZI, A. Musicoterapia na afasia de expressão: um estudo de caso. 2015. Monografia (Especialização em Psicologia - Ênfase em Neuropsicologia) - UFRGS, Porto Alegre (RS), 2015.

_____; FONTOURA, D. R. Da. Musicoterapia na afasia de expressão: um estudo de caso. Revista Brasileira de Musicoterapia, n. 20. Ano XVIII, p. 50–70, 2016.

SOUZA, T. N. U.; PAYÃO, L. M. da C.; COSTA, R. C. C. Apraxia da fala na infância em foco: perspectivas teóricas e tendências atuais. Pró-Fono Revista de Atualização Científica, v. 21, n. 1, p. 75–80, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-396

Refbacks

  • There are currently no refbacks.