Produção de pó de beterraba pelo secador leito de jorro com diferentes quantidades de adjuvantes / Production of beet powder by the spouted bed dryer with different amounts of adjuvants

Emanuelle Maria de Oliveira Paiva, Anna Lívia Queiroz de Medeiros, Maria de Fátima Dantas de Medeiros, Júlia Maria de Medeiros Dantas

Abstract


A beterraba é rica em diversos bioativos com propriedades antioxidantes. Considerando sua alta umidade e potencial para secagem, este trabalho teve como objetivo avaliar os pós dos extratos da casca e da polpa da beterraba, obtidos no leito de jorro. Para isso, foram realizadas uma série de análises com a finalidade de avaliar sua composição e as propriedades físico-químicas de ambas as partes da hortaliça, bem como as características dos extratos e dos pós obtidos. Dentre as análises realizadas nos pós foram feitas umidade, atividade de água e higroscopicidade. Além disso, foram avaliados os rendimentos obtidos dos pós a diferentes concentrações de adjuvante (5,24% e 10%). O adjuvante utilizado foi o amido de milho e os resultados dos rendimentos indicaram valores de cerca de 80% para os pós do extrato da casca com ambas as concentrações de amido, e valores de 48,8% e 33,2% para os pós do extrato da polpa com 5,24% e 10% de amido, respectivamente, indicando que uma maior quantidade de adjuvante interferiu negativamente na produção. Ainda assim, todos os pós encontram-se em condições adequadas para armazenamento e com maior vida útil.

 


Keywords


Beterraba, secagem, leito de jorro, extratos.

References


ALVES A. U.; PRADO R. M.; GONDIM A. R. O.; FONSECA I. M.; CECÍLIO FILHO A. B. 2008. Desenvolvimento e estado nutricional da beterraba em função da omissão de nutrientes. Horticultura Brasileira 26: 292-295.

BENELLI, L.; SOUZA, C. R. F.; OLIVEIRA, W. P. Spouted bed performance on drying of an aromatic plant extract. Powder Technology, v. 239, p. 59–71, 2013.

CELESTINO, S. M. C. Princípios de Secagem de Alimentos. Planaltina, DF. Embrapa Cerrados, 2010.

COSTA, J. M. C.; MEDEIROS, M. F. D.; MATA, A. L. M. L. Isotermas de adsorção de pós de beterraba (Beta vulgaris L.), abóbora (Cucurbita moschata) e cenoura (Daucus carota) obtidos pelo processo de secagem em leito de jorro: estudo comparativo. Revista Ciência Agronômica, v.34, n.1, 2003.

DÖRR, B. C. F.; BeetBlue: semissíntese e propriedades espectroscópicas de um corante polimetínico quiral bioinspirado. Tese de doutorado – Instituto de Química da Universidade de São Paulo. Departamento de Química Fundamental. 2018.

FRANCO, T. S. Desidratação do suco de yacon pelo método de camada de espuma. 2015. Dissertação (Doutorado em Engenharia de Alimentos) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2015.

GEA NIRO RESEARCH LABORATORY. GEA Niro analytical methods: analytical methods dry milk products. 14th ed. Soeborg: GEA, 2003. 103p.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Normas Analíticas do Instituto Adolfo Lutz. v.1: Métodos químicos e físicos para análise de alimentos, 3.ed. São Paulo: IMESP, 1985. p. 21-22.

LUENGO, R. de F. A.; PARMAGNANI, R. M.; PARENTE, M.R.; LIMA, M. F. B. F. Tabela de Composição Nutricional das Hortaliças. 2ªEd. Brasília. Embrapa Hortaliças. 2011.

MARRETO, R. N. Estudo da técnica de leito de jorro convencional para secagem de microcápsulas de caseína e pectina. Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto. 2006. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60137/tde-16012007-150406/publico/Ricardo_Neves_Marreto.pdf. Acesso em 08 de maio de 2020.

MEDEIROS, M. F. D. Influência da composição química dos materiais no desempenho do processo de secagem de polpas de frutas em leito de jorro. Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2001. Tese (Doutorado).

OLIVEIRA, R. G.; GODOY, H. T.; PRADO, M. A. Otimização de metodologia colorimétrica para a determinação de ácido ascórbico em geleias de frutas. Ciência Tecnologia de Alimentos, v.30, n.1, p.244-249. 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-375

Refbacks

  • There are currently no refbacks.