Análise comparativa de fórmulas para estimativa de peso em adultos / Comparative analysis of equations for estimating weight for adults

Manuela Dos Santos Bueno, Vilma Freitag Benitez, Daniel Meyer Coracini, Cláudio José Rubira, Paulo Cezar Novais, Cláudia Rucco p. Detregiachi

Abstract


O peso é um dado antropométrico muito utilizado em pacientes, hospitalizados ou não. Entretanto, tal medida é difícil de ser realizada em pacientes acamados, cadeirantes e ou com deformidades físicas. Por esse motivo, há na literatura equações sugeridas para estimativa de peso. Assim, o objetivo deste estudo é testar a concordância dos valores de peso aferidos com aqueles obtidos pelas fórmulas propostas na literatura para estimativa deste dado, bem como confrontar a acurácia delas. Indivíduos adultos e idosos que apresentem plena possibilidade de terem o peso corporal aferido serão convidados a participar do estudo. Este estudo está em fase de desenvolvimento, sendo que até o presente momento foram coletados dados apenas com indivíduos adultos. Os participantes foram submetidos a aferição do peso e das medidas antropométricas constantes nas fórmulas propostas na literatura, incluindo a de Chumléa et al. (1985) e de Rabito et al. (2008). Adicionalmente, foi realizada a estimativa do peso destes indivíduos com base em tais fórmulas. Para testar a concordância entre os dois valores de peso (aferido e estimado) foi utilizado o Coeficiente de Correlação Intraclasse, com intervalo de confiança de 95% e valor de significância de 5% (p ≤ 0,05). Até o momento foi realizada coleta de dados com 133 indivíduos adultos, de ambos os sexos, sendo 65% mulheres. A média de idade dos participantes é de 34,3 ± 10,6 anos. O teste da concordância, indicou concordância “quase completa” e significativa entre os dois valores de peso, o aferido e o estimado por cada uma das fórmulas. Entretanto, observa-se que o intervalo de confiança obtido não é pequeno, em especial em relação as Fórmulas de Rabito et al. (2008), indicando baixo poder de precisão destas equações. Concluímos que as equações propostas na literatura apresentam excelente concordância entre o peso aferido e o estimado, porém a baixa precisão aponta para a necessidade de estudos que proponham e validem novas e outras fórmulas capazes de estimar o peso com a mesma concordância porém com maior precisão.


Keywords


Adultos, Chumléa, Estimativa de peso, Rabito.

References


CHUMLÉA, W.C.; ROCHE, A.F.; STEINBAUGH, M.L. Estimating stature from knee height for persons 60 to 90 years of age. Journal of American Geriatric Society. v. 13, p. 16-20, 1985.

GIBSON, R.S. Principles of nutritional assessment.2° Edition, Oxford University Press, 2005.

HAIR, J.F.; TATHAM, R.L.; ANDERSON, R.E.; BLACK, W.C. Análise multivariada de dados. Tradução de Adonai Schlup Sant’Anna; Anselmo Chaves Neto. 5ª ed., Porto Alegre: Bookman, 2005.

LOHMAN, T.G. Advances in body composition assessment. Champaign: Human Kinetics Books, 1992.

MIOT, H.A. Análise de concordância em estudos clínicos e experimentais. J Vasc Bras., v. 15, n. 2, p. 89-92, Abr.-Jun. 2016.

PICARD, M.H. et al. Recomendações da Sociedade Americana de Ecocardiografia para Operações de Qualidade em Laboratório de Ecocardiografia. American Society of Echocardiography, 2011. Disponível em: . Acesso em: 01 de set. 2018.

RABITO, E.I. et al. Validation of predictive equations for weight and height using a metric tape. Nutr Hosp., v. 23, n. 6, p. 614-18, 2008.

SANTOS, E.A., CAMARGO, R.N.; PAULO, A.Z. Análise comparativa de fórmulas de estimativa de peso e altura para pacientes hospitalizados. Rev Bras Nutr Clin, v. 27, n. 4, p. 218-25, 2012.

WAITZBERG, D.L.; CORREIA, M.I.T.D. Nutritional assessment in the hospitalized patient. Curr Opin Clin Nutr Metab Care, v. 6, n. 5, p.531-38, 2003.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-348

Refbacks

  • There are currently no refbacks.