Estudo de concretos produzidos com agregados graúdos comercializados em Altamira/ Study of concretes produced with coarse aggregates sold in Altamira

Carlos Alberto dos Santos Rodrigues, Bernardo Borges Pompeu Neto

Abstract


O presente trabalho tem como objetivo comparar os concretos produzidos com agregados graúdos: a brita e o seixo rolado comercializados na cidade de Altamira-PA, em dosagens definidas pelo o Método do American Concrete Association (ACI 211.1-91). Neste trabalho, as relações água/cimento foram arbitradas nas seguintes proporções: 0,40, 0,55 e 0,75, foram calculadas 03 dosagens para cada agregado graúdo totalizando 06 dosagens, e confeccionados 144 corpos de prova na dimensão 10x20 cm. Foram analisadas as características do concreto no estado fresco, onde avaliou-se a trabalhabilidade e massa especifica, já no estado endurecido, foram analisados os valores de resistência a compressão axial, e resistência à tração por compressão diametral. Os ensaios foram realizados com 2 corpos de prova para cada idade 3, 7 e 28 dias. De posse dos dados foi possível concluir que as resistências à tração e compressão axial, foram maiores quando se utilizou a brita como agregado graúdo. Já com a utilização de seixo rolado, as resistências foram inferiores.


Keywords


Brita, Seixo, Dosagem do Concreto, Altamira-PA, Agregado Graúdo, ACI.

References


ACI COMMITTEE. Standard Pratice for Selecting Proportions for Normal, Heavyweight, and Mass Concrete. ACI 211.1-91, USA, Reapproved 2009.

ALVES, J. D. Manual de tecnologia do concreto. 4. ed. GOIANIA: Editora da PUC Goiás, 2002. 219 p. ISBN ISBN: 85-7103-155-X.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Agregados para concreto - especificação - ABNT NBR 7211, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Agregados - Determinação da composição granulométrica, NBR NM 248, Rio de Janeiro, 2003.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Agregados - Determinação da massa unitária e do volume de vazios, NBR NM 45, Rio de Janeiro, 2006.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NBR NM 47 – Concreto - Determinação do teor de ar incorporado em concretofresco- método pressométrico. Rio de Janeiro, 2002.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Agregado miúdo - Determinação da massa específica e massa aparente, NBR NM 52, Rio de Janeiro, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NBR 9833. Concreto – Determinação da massa específica, do rendimento e do teor de ar pelo método gravimétrico. Rio de Janeiro, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Determinação da consistência pelo abatimento do tronco de cone, NBR NM 67, Rio de Janeiro, 1998

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Procedimento para moldagem e cura de corpos-de-prova , NBR 5738, Rio de Janeiro, 2003.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Concreto para fins estruturais - Classificação pela massa específica, por grupos de resistência e consistência , NBR8953, Rio de Janeiro, 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Concreto de cimento Portland - Preparo, controle, recebimento e aceitação - Procedimento , NBR 12655, Rio de Janeiro, 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, - Preparação de concreto em laboratório - Procedimento , NBR12821 , Rio de Janeiro, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Argamassa e concreto - Determinação da resistência à tração por compressão diametral de corpos-de-prova cilíndricos: NBR 7222. Rio de Janeiro, 1994.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Concreto – Ensaio de compressão em corpos-de-prova cilíndricos, NBR 5739, Rio de Janeiro, 2007.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Cimento Portland composto - Especificação, NBR 11578, Rio de Janeiro, 1997.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Aditivos químicos para concreto de cimento Portland – Requisitos, NBR 11768, Rio de Janeiro, 1997.

BAUER, L. A. F. Materiais de construção 2. 5ª. ed. Rio de Janeiro: LTC, v. 1, 2005. 488 p. ISBN 978-85-216-1249-0.

ISA, I. S. INSTITUTO SOCIOAMBIENTAL, 2014. Disponivel em: . Acesso em: 2014.

MAIA, C. T. A. Concretos fabricados com agregados graúdos disponíveis em Santarém e região oeste do Pará. UFPA. Santarém - PA. 2015.

MEHTA, P. K.; MONTEIRO, P. J. M. Concreto: Microestrutura. Propriedades e Materiais. 2. ed. SÃO PAULO: IBRACON, 2014.

NEVILLE, A. M. Propriedades do concreto. Tradução de Ruy Alberto Cremonini. 5ª. ed. Porto Alegre: Bookman, 2016. 523 p. ISBN 978-85-8260-366-6.

NORTE ENERGIA S.A., Projeto Básico de Engenharia da UHE Belo Monte, Anexo I:Estudos Geológicos-Geotécnicos e Materiais Naturais de Construção, Brasília, 2010;

POMPEU NETO, B. B. Efeitos do tipo, tamanho e teor de agregado graúdo na resistência e energia de fratura do concreto. Tese (Doutorado) Universidade Estadual de Campinas. Campinas - SP, p. p.11. 2004.

RODRIGUES, C. A. S, Análise comparativa de concretos produzidos com agregados graúdos comercializados em Altamira-PA. Dissertação de Mestrado Profissional em Processos Construtivos e Saneamento Urbano; Universidade Federal do Pará, Belém, Pará, 2021.

VIAPOL, D. -. Aditivos para concreto. VIAPOL, 2020. Disponivel em: . Acesso em: 03 Março 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-339

Refbacks

  • There are currently no refbacks.