Educação profissional x formação humana: processo de disputa ou complementação de saberes? / Professional education x human training: process of dispute or complementation of knowledge?

Elza Magela Diniz

Abstract


Com este estudo pretende-se abordar um breve relato dos periodos históricos vivenciados pelo país e sua relação direta com a Educação Profissional. O histórico dessa modalidade de ensino nasce com o proposito de formar mão de obra para atender as elites, utilizando-se dos individuos em situação de vulnerabilidade social, surgindo aí nossa raiz histórica do “dualismo escolar. Percorremos o caminho ligado às tentativas de superação deste dualismo, da necessidade de formação de força de trabalho para atendimento às indústrias e, por assim dizer, ao capital. Esta analise será baseada nos documentos e autores encontrados, separando os dados por dois períodos históricos assim distribuidos: da Colônia à República e de Vargas ao Pós Militarismo. Por fim, discutiremos com base em autores, os valores implicitos na formação humana, percebendo que este não é um processo institucional ou instrucional, esta formação vai além da escolha por um saber intelectual ou um saber profissional. Pretendemos aqui, problematizar e discutir a evolução da Educação Profissional no Brasil e os reflexos sobre a Formação Humana.


Keywords


Dualismo Escolar, Formação Humana, e Formação Profissional.

References


BRASIL. Decreto Presidencial nº 7.566, de 23 de setembro de 1909. Créa nas capitaes dos Estados da Escolas de Aprendizes Artífices, para o ensino profissional primario e gratuito. Diário Oficial da União, Brasília, 1909. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2017.

_______. Decreto-Lei nº 4.073, de 30 de janeiro de 1942. Lei orgânica do ensino industrial. Rio de Janeiro, 1942. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/19371946/Del4073.htm

Acesso em: 05 jun. 2017.

_________. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1988. 292 p.

_______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm Acesso em: 05 jun.2017

_________. Decreto nº 2.208, de 17 de abril de 1997. Regulamenta o § 2 º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 18 abr. 1997. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2017.

_________. Ministério da Educação. Políticas públicas para a educação profissional e tecnológica. Brasília, 2004. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/p_publicas.pdf> Acesso em 05 julho.2017.

_________. Medida Provisória nº 441, de 28 de dezembro de 2007. Dispõe sobre o Programa Nacional de Inclusão de Jovens - ProJovem, instituído pela Lei no 11.129, de 30 de junho de 2005, altera a Lei no 10.836, de 9 de janeiro de 2004, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 28 dez. 2007. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2017.

_________. Lei nº 11.741, de 16 de julho de 2008. Altera dispositivos da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para redimensionar, institucionalizar e integrar as ações da educação profissional técnica de nível médio, da educação de jovens e adultos e da educação profissional e tecnológica. Diário Oficial da União, Brasília, 17 jul. 2008. Disponível em:. Acesso em: 10 jun. 2017.

_________. Lei nº 11.892, de 29 dez. 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 30 dez. 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2017.

_________. Ministério da Educação. Expansão da Rede Federal. 2016. Disponível em: . Acesso em: 08 jun. 2017.

CAIRES, V. G. Políticas para a Educação Profissional e a articulação entre o Ensino Profissional e o Ensino Médio: estudo comparativo sobre o Ensino Integrado, em uma Instituição da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica de Minas Gerais. 2016. 392 f. (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2016.

CORDÃO, F. A. Educação Profissional: Cidadania e Trabalho. Entrevista concedida a Carlos Roberto Jamil Cury. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 32, n. 1, p. 46 a 55, jan./abr. 2006.

CORDÃO. Francisco Aparecido. A Educação Profissional no Brasil. PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM EDUCAÇÃO: PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO, PUC/SP (Org.). Ensino Médio e Ensino Técnico no Brasil e em Portugal: Raízes Históricas e Panorama atual. Campinas: Autores Associados, 2005. p. 43-109

CUNHA. Luiz Antônio Cunha. O Ensino Industria-Manufatureiro no Brasil. Revista Brasileira de Educação. Nº 14, São Paulo, 2000. p.89-193. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n14/n14a06.pdf.

FREIRE, Paulo. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo. São Paulo: Cortez & Moraes, 1979.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1992.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 23ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999.

FREIRE, Paulo. Política e educação: ensaios. 5ª ed. São Paulo: Cortez, 2001.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e a crise do capitalismo real. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1996.

GOMES, Heloisa Maria; MARINS, Ogihara Hiloko. A ação docente na educação profissional. 2 ed. São Paulo: SENAC, 2012.

MANFREDI, S. M. Educação Profissional no Brasil. São Paulo: Cortez Editora, 2002, 317 p.

MOREIRA, P. R. A organização da educação profissional e a questão do dualismo escolar. In: Trabalho & Educação/Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 22, n. 1, 183-195, jan-abr, 2013.

PACHECO, E.; REZENDE, C. Institutos Federais: um futuro por armar. In: SILVA, Caetana Jurazy Rezende (Org.). Institutos Federais lei 11.892, de 29/11/2008: comentários e reflexões. Natal: IFRN, 2009. 70 p.

PEREIRA, L. A. C. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. 2008. Disponível em: . Acesso em: 28 jun. 2017.

RODRIGUES, Neidson. Educação: da formação humana à construção do sujeito ético. Educação e Sociedade. Campinas, v. 22, n. 76, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v22n76/a13v2276.pdf.

SAVIANNI, Demerval. Trabalho e Educação: Fundamentos ontológicos e históricos. São Paulo. Revista Brasileira de Educação v. 12 n. 34 jan./abr. 2007.

SILVA, Wander Augusto. Fatores de Permanência e Evasão no Programa de Educação 7 - Profissional de Minas Gerais (PEP/MG): 2007 a 2010. (Tese de doutorado) Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais, 2013. [p.71 – 80]

SOUZA, M. Z. M. de. Educar, Trabalhar, Civilizar no Asilo de Meninos Desvalidos (1875-1894): caminhos possíveis. 2008. 114 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-217

Refbacks

  • There are currently no refbacks.