Perfil sociodemográfico e clínico de pacientes que positivaram para covid-19 em uma cidade do interior do Rio Grande do Sul / Sociodemographic and clinical profile of patients who positive for covid-19 in a city in the inland of Rio Grande do Sul

Ana Carolina Zago, Cíntia Lima Ambrózio, Rafael Oliveira dos Reis, Franciele Alves Valério da Rosa, Cristiane Leite Carvalho, Caroline Araújo da Silveira Barreto, Carlana Barbosa da Rosa Cruz, Guilherme Cassão Marques Bragança

Abstract


Neste estudo foram avaliados os perfis sociodemográfico e clínico de pacientes pós COVID-19 em uma região do sul do Brasil. Trata-se de um estudo documental retrospectivo quantitativo em que as informações foram coletadas da base de dados do laboratório de análises clínicas do Hospital Universitário, dos pacientes que positivaram para Covid-19 nos testes realizados neste laboratório na cidade de Bagé, localizada no interior do Rio Grande do Sul/Brasil. Desde o início da pandemia até o dia 04/01/2021 foram registrados mais de 3.000 casos de Covid-19 na cidade de Bagé-RS. Dentre eles, 194 positivaram o teste para detecção do novo coronavírus no laboratório clínico do Hospital Universitário de julho a outubro de 2020, num total de 1108 exames realizados até o final de outubro. Em menos de um ano, Bagé evidenciou quase 3% da sua população infectada pelo novo coronavírus com predominância feminina com idade igual ou inferior a 39 anos, ensino médio completo e estado civil solteira, que moram com duas a quatro pessoas em casa. No que tange à medicação, identificou-se importante utilização de fármacos, sendo sua maioria por indicação de profissional médico.           Em suma, o perfil evidenciado na cidade de Bagé traz uma reflexão profundamente contextualizada e seguindo os padrões nacionais já identificados quanto ao gênero, idade, escolaridade e sintomatologia. No entanto, este estudo revela processos sintomatológicos não descritos em outras regiões do país, evidenciando a necessidade de estudos mais aprofundados sobre o tema.


Keywords


coronavírus, uso de medicamentos, sintomas.

References


ALMEIDA, J.S.; CARDOSO, J. A.; CORDEIRO, E. C.; LEMOS, M.; ARAÚJO, T. M. E.; SARDINHA, A. H. L. Epidemiological characterization of COVID-19 cases in Maranhão: a brief analysis. Rev Pre Infec e Saúde. 2020.

FERREIRA, A.D.S.; PEROVANO, L. S.; BARBOZA, L. I.; NASCIMENTO, W. M.; SILVA, F. M.; REIS, E. C. Perfil sociodemográfico dos pacientes confirmados paraCovid-19 residentes no Espírito Santo, Brasil. AtoZ: novas práticas em informação e conhecimento, 9(2), 216-223, jul./dez. 2020

GAÚCHA ZH: CORONAVÍRUS SERVIÇO. Cinco entre 11 pacientes com coronavírus em Bagé são médicos. Abril, 2020. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/coronavirus-servico/noticia/2020/03/cinco-entre-11-pacientes-com-coronavirus-em-bage-sao-medicos-k8ere08I02y201rz2yhhjxi0.html

GIRÃO, M. M. F.; COELHO, N. P.; BARROSO, B. S.; GADELHA, M. V. Perfil Epidemiológico dos Pacientes de SARS-COV-2 no Brasil. Id on Line Rev. Mult. Psic. v.14, n. 51 p. 646-658, Julho/2020.

IBGE. Censo de 2010. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/bage/pesquisa/32/28163

ISER, B.P.M. et al. Definição de caso suspeito da COVID-19: uma revisão narrativa dos sinais e sintomas mais frequentes entre os casos confirmados. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 29, n. 3, e2020233, 2020.

KAMPF, G.; TODT, D.; PFAENDER, S.; STEINMANN, E. Persistence of coronaviruses on inanimate surfaces and their inactivation with biocidal agents. Journal of Hospital Infection, v.3 n.104, p.246-251, 2020.

LENZI, L., WIENS, A., GROCHOCKI, M. H., PONTAROLO, R. Study of the relationship between socio-demographiccharacteristics and new influenza a (h1n1). Brazilian Journal for Infection Disease, 15 (5), 457- 461, 2020.

LI, R.; PEI, S.; CHEN, B.; SONG, Y.; ZHANG, T.; YANG, W. et al. Substantial undocumented infection facilitates the rapid dissemination of novel coronavirus (SARS-CoV2). Science, v.1, n.368 (6490), p. 489-493, 2020.

LIMA, C.M.A.O. Informações sobre o novo coronavírus (COVID-19). Radiol Bras. 53 (2):V–VI, março – abril, 2020.

LOPES, L. F. D.; FARIA, R. M.; LIMA, M. P.; KIRCHHOF, R. S.; ALMEIDA, D. M.; MOURA, G. L. Descrição do perfil epidemiológico da covid-19 na região sul do brasil. Rev. Bras. de Geografia Médica e da Saúde. v.16 p. 188 - 198, 2020.

MINISTÉRIO DA SAÚDE (BR). Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde. Diretrizes para diagnóstico e tratamento da COVID-19. Brasília: Ministério da Saúde; 2020.

MONAJJEMI, M.; SHAHRIARI, S.; MOLLAAMIN, F. Evaluation of Coronavirus Families & Covid-19 Proteins: Molecular Modeling Study. Biointerface Res. Appl. Chem, v.10, p.6039-6057, 2020.

REBOUÇAS, E. R. N.; DA COSTA, R. F.; MIRANDA, L. R.; CAMPOS, N. G. Perfil demográfico e clínico de pacientes com diagnóstico de COVID-19 em um hospital público de referência na cidade de Fortaleza-Ceará. Journal of Health & Biological Sciences, v.8, n.1, p.1-5, 2020.

VIEIRA, L.M.F.; EMERY, E.; ANDRIOLO, A. COVID-19-Diagnóstico Laboratorial para Clínicos. Scielo Preprint, 2020. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2020.

WORD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Considerations for quarantine of individuals in the context of containment for coronavirus disease (COVID-19): Interim guidance [Internet]. Geneva (CH), 2020.

YE, Z.; ZHANG, Y.; WANG, Y. et al. Manifestações de TC de tórax da nova doença coronavírus 2019 (COVID-19): uma revisão pictórica. Eur Radiol, v. 30, p. 4381-4389, 2020. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2020.

ZHU, J.; JI, P.; PANG, J.; ZHONG, Z.; LI, H., HE, C.; ZHANG, J.; ZHAO, C. Clinical characteristics of 3062 COVID-19 patients: A meta-analysis. Journal of Medical Virology., v.92, n.10, p.1902-1914, 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-167

Refbacks

  • There are currently no refbacks.