O crime como uma escolha não racional: uma abordagem da criminologia cultural / El delito como elección no racional: un enfoque de criminología cultural

Ivan Morais Ribeiro, Nádia Beatriz Capistrano da Silva Morais

Abstract


Analisa-se criticamente a criminologia administrativista, mais especificamente a teoria econômica do crime de Gary Becker, sob o viés da criminologia cultural. Nesse sentido, investiga-se o seguinte problema: “o crime pode ser estudado unicamente como produto racional, sob uma perspectiva da teoria economia do crime de Gary Becker? Cogita-se a seguinte hipótese: “o crime e seus desdobramentos não devem ser estudados unicamente como produtos racionais em uma ótica de custos e benefícios como se fossem uma escolha “de supermercado”. O objetivo geral é “a inadequação do estudo do crime como produtos racionais de relações de causa e efeito”. Por fim, a pesquisa mostra que, a despeito da importância da abordagem quantitativa da teoria econômica do crime, o delito é um fenômeno multifacetário e cultural, não podendo ser reduzido a análises estatísticas ou considerações utilitaristas.


Keywords


Crime, Cultura, Criminologia, Criminologia Cultural, Teoria da Escolha Racional, Teoria Econômica do delito, Criminologia administrativista

References


ANITUA, Gabriel Ignácio. História dos pensamentos criminológicos. Trad. Sérgio Lamarão. Rio de Janeiro: Revan, 2008.

BATISTA, Nilo. Introdução crítica ao direito penal brasileiro. 12. ed. Rio de Janeiro: Revan, 2011.

BURKE, Roger Hopkins. Introduction to Criminological Theory. 3. ed. Devon: William, 2009.

CARVALHO, Salo de. Das Subculturas Desviantes ao Tribalismo Urbano: itinerários da Criminologia Cultural através do Movimento Punk. Criminologia Cultural e Rock. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011. p.152.

CHAPOULIE, Jean-Michel. Everett Hughes and the Chicago tradition. Sociological Theory, v.14, n.1, p.3–29, 1996.

DASSAN, Pedro Augusto Amaral; GIL, Cassiano; FONSECA, Ricardo de Sousa. A nova criminologia administrativa. Revista Jurídica Unicuritiba. Vol.03, n.44, p. 381-410, 2016.

ELBERT, Carlos Alberto. Criminologia, ciência e mudança social. Porto Alegre: Núria Fabris, 2012.

EXUM, Lyn. The application and robustness of the rational choice perspective in the study of intoxicated and angry intentions to aggress. Criminology, v.40, n.04, p.933-966, 2002.

FERRELL, Jeff. Boredom, crime and criminology. Theoretical Criminology, v.8, n.3, p.287-302, 2004.

FERRELL, Jeff. Crimes of style. Boston: Northeastern, 1996.

FERRELL, Jeff. Criminological verstehen. Justice Quarterly, v.15, n.04, p.587-608, 1998.

FERRELL, Jeff et al. Fragments of a Manifesto: Introducing Cultural Criminology Unleashed . Cultural criminology unleashed. Londres: Glasshouse, 2004.

FERRELL, Jeff; HAYWARD, Keith; YOUNG, Jock. Criminologia cultural: um convite. Trad. Álvaro Álvaro Oxley da Rocha, Salah H. Khaled Jr.. Belo horizonte: Letramento, 2019.

FURQUIM, Saulo Ramos; LIMA, Luiz Gustavo Stefanuto. Aportes iniciais sobre a criminologia cultural e a pertinência no universo subcultural. Revista Transgressões: ciências criminais em debate. Vol.03, n.01, p.¬¬150-170, 2015.

HAYWARD, Keith. City limits. Londres: GlassHouse, 2004.

HAYWARD, Keith; FERRELL, Jeff. Possibilidades insurgentes: as políticas da criminologia cultural. Revista Sistema Penal & Violência, v.04, n.02, p.206-218, 2012.

HAYWARD, Keith; YOUNG, Jock. Cultural criminology: some notes on the script. Theoretical Criminology, v.8, n.3, p.259-273, 2004.

KATZ, Jack. Seductions of crime. Nova York: Basic Books, 1988.

LYNG, Stephen. Edgework: A social psychological analysis of voluntary risk taking. American Journal of Sociology, v.95, n.4, 851–886, 1990.

MAYHEW, Pat. In defence of administrative criminology. Crime Science, v.05, n.07, 2016.

MIRANDA, Gladson. A simbologia da prisão nos crimes investigados pela operação Lava Jato segundo a Criminologia e a Análise Econômica do Direito Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 9, p.66587-66608, sep. 2020. ISSN 2525-8761

PRESDEE, Mike. Cultural criminology and the carnival of crime. Londres: Routledge, 2000.

ROCHA, Álvaro Filipe Oxley da; SILVA. Crime, violência e controle social como produtos culturais: Novas perspectivas para o debate. DILEMAS: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, v.10, n.01, p. 48-62, 2017.

ROCHA, Álvaro Filipe Oxley da; SILVA, Simone Schuck da. A dinâmica emocional do desvio: uma análise em criminologia cultural. Revista do CEJUR/TJSC: Prestação Jurisdicional, v.1, n.02, p.265-283, 2014.

TAYLOR, Ian; WALTON, Paulo; YOUNG, Jock. Criminologia crítica. Trad. Juarez Cirino dos Santos e Sergio Tancredo. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1980.

YAR, Majid. Neither Scylla nor Charybdis: Transcending the Criminological Dualism Between Rationality and the Emotions. Internet Journal of Criminology, jan. 2009.

YOUNG, Jock. The failure of criminology: The need for a radical realism.

MATTHEWS, Rogers; YOUNG, Jock. SAGE Journals: Confronting crime. Londres: Sage, 1986.

YOUNG, Jock. Voodoo criminology and the numbers game. FERRELL, Jeff et al. Cultural criminology unleashed. Londres: Glasshouse, 2004.

ZAFFARONI, Eugenio Raúl. Sistemas penales y derchos humanos em américa latina. Buenos aires, 1984.

ZAFFARONI, Eugenio Raúl. Tratado de Derecho Penal. Parte General II. Buenos Aires: Ediar,1987.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-117

Refbacks

  • There are currently no refbacks.