Depressão e sofrimento psíquico em estudantes pré-vestibulandos/ Depression and psychological distress in students candidates for the college entrance exam

Caio Matheus Inácio de Melo, Olyvia da Costa Spontan e Carvalho, Rafael Macedo Batista Martins, Felipe Neiva Guimarães Bomfim, Roberta Machado Pimentel Rebello de Mattos, Déborah Mônica Machado Pimentel

Abstract


Introdução: Muitos estudantes brasileiros precisam realizar mais de uma prova de vestibular para conquistar uma vaga em grandes universidades públicas e privadas do país. A concorrência para tal aumenta ainda mais a depender do curso escolhido. Entretanto, tal período é bastante conturbado para os alunos de pré-vestibular devido à autocobrança e à pressão gerada pelas expectativas de seus familiares e pessoas de seus ciclos sociais. Objetivos: Avaliar o perfil social dos vestibulandos, bem como evidenciar a prevalência de indicadores de depressão e sofrimento psíquico nestes estudantes da cidade de Aracaju/SE. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, descritivo, exploratório, com abordagem quantitativa, direcionado aos estudantes de escolas e cursinhos privados no município de Aracaju/SE. A amostra foi composta por 161 estudantes, com idade média de 19,59 anos, que responderam a três instrumentos via formulário online (Google Forms): um questionário sociodemográfico criado pelos autores, o Inventário de Depressão de Beck (BDI-II) e o Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20), estes últimos validados internacionalmente e específicos para depressão e sofrimento psíquico, respectivamente. Resultados: A análise de dados revelou índices altos de depressão em estudantes do sexo feminino (47,9%), com dois ou mais anos de cursinho de pré-vestibular, candidatos a cursos mais concorridos — como Medicina — (42%) e com vida social diminuída (59,2%). Os resultados encontrados para sofrimento psíquico foram semelhantes. Alguns fatores protetores se apresentaram importantes, como realizar atividade física, seguir alguma religião e ter vida social satisfatória. Conclusão: Os resultados encontrados revelam a importância de um acompanhamento psicológico aos pré-vestibulandos, pois auxiliaria em uma melhor qualidade de vida e manutenção da saúde mental nesta fase. É necessário ainda ampliar os estudos sobre depressão e sofrimento psíquico em jovens vestibulandos em razão do alto índice de depressão apresentado neste estudo.


Keywords


Estudantes, depressão, sofrimento psíquico, pré-vestibular.

References


AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION (APA). DSM-V: Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (5ª ed.). Porto Alegre: Artmed. 2014.

ANDRIOLA, Wagner Bandeira. Doze motivos favoráveis à adoção do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) pelas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES). Ensaio: aval.pol.públ.Educ., Rio de Janeiro, v. 19, n. 70, p. 107-125, Mar. 2011.

BARROS, Aparecida da Silva Xavier. Vestibular e Enem: um debate contemporâneo. Ensaio: aval.pol.públ.Educ., Rio de Janeiro, v. 22, n. 85, p. 1057-1090, Dec. 2014.

BECK, AT; STEER, RA; BROWN, GK. BDI-II: Beck Depression Inventory Manual. 2nd edn. San Antonio, TX: Psychological Corporation, 1996.

CALIXTO, Francisca Graziele Costa; ALVES, Israela Melo; GOMES, Carmemsilva Bezerra; MARTINS, Josenice Vasconcelos. O pré-vestibular como fator desencadeador de depressão em estudantes da rede privada. In: Castro, Paula Almeida de. (org.) de Avaliação: Processos e Políticas Campina Grande: Realize eventos, 2020.

CASSIMIRO, Eber Eustáquio. Frequência do uso de psicofármacos entre jovens estudantes que cursam pré-vestibular. Adolescência e Saúde, v. 9, n. 4, p. 27-36, 2012.

CAVALHEIRO, Júlio M.; MACHADO, Roberto F.; KIRCHNER, Luziane F. Transtornos psiquiátricos menores, hábitos de saúde, atividades sociais e de lazer em estudantes de medicina: um estudo correlacional. Revista Thêma et Scientia – Vol. 10, no 1, jan/jun – Edição Especial Medicina. 2020.

DIAS, Ana Paula da Silva; FELIZZOLA, Beatriz Peres; LIMA, Juliana Campione Monteiro de; ULIANA, Marina Barros; MARANGONI, Pedro Augusto; BONINI, Luci M. M. Saúde mental de adolescentes e jovens que se preparam para cursos de Medicina: um estudo de caso em São Paulo, Brasil. Revista Humanidades e Inovação, v.8, n.5 - 2020.

FIOROTTI, Karoline Pedroti et al. Transtornos mentais comuns entre os estudantes do curso de medicina: prevalência e fatores associados. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, v. 59, n. 1, p. 17-23, 2010.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social / Antonio Carlos Gil. - 6. ed.- São Paulo: Atlas, 2008.

LAMÔNICA, Laudyana Cabral. Prevalência de indicadores de ansiedade, estresse e depressão entre adolescentes vestibulandos concluintes do ensino médio. Monografia - Faculdade de Psicologia, Universidade Federal Fluminense. Campos dos Goytacazes, RJ, p. 35. 2019.

MAIA, Berta Rodrigues; DIAS, Paulo César. Ansiedade, depressão e estresse em estudantes universitários: o impacto da COVID-19. Estud. psicol. (Campinas), Campinas, v. 37, e200067, 2020.

PINHEIRO, Marcelo de Almeida et al. Prevalência e Fatores Associados ao Consumo de Álcool e Tabaco entre Estudantes de Medicina no Nordeste do Brasil. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 41, n. 2, p. 231-239, Junho 2017.

REPPOLD, Caroline Tozzi; HUTZ, Claudio Simon. Prevalência de indicadores de depressão entre adolescentes no Rio Grande do Sul. Aval. psicol., Porto Alegre, v. 2, n. 2, p. 175-184, dez. 2003.

ROCHA, Célia Regina da Silva. Depressão, compulsão alimentar e distúrbios do sono em estudantes do terceiro ano do ensino médio e de cursos pré-vestibulares. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e do Adolescente) - Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP: [s.n.], p. 189. 2010.

SANTOS, Fernando Silva et al. Estresse em Estudantes de Cursos Preparatórios e de Graduação em Medicina. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 41, n. 2, p. 194-200, Junho, 2017.

SCHÖNHOFEN, Frederico de Lima et al. Transtorno de ansiedade generalizada entre estudantes de cursos de pré-vestibular. J. Bras. Psiquiatr., Rio de Janeiro, v. 69, n. 3, p. 179-186, July 2020.

SERINOLLI, Mario Ivo; OLIVA, Maria da Penha Monteiro; EL-MAFARJEH, Elias. Antecedente de ansiedade, síndrome do pânico ou depressão e análise do impacto na qualidade de vida em estudantes de medicina. Revista de gestão em sistemas de saúde, v. 4, n. 2, p. 113-126, 2015.

SILVA, Adenice de Omena; NETO, Jorge Lopes Cavalcante. Associação entre níveis de atividade física e transtorno mental comum em estudantes universitários. Motricidade;10(1):49-59. 2014.

SOARES, Adriana Benevides; MARTINS, Janaína Siqueira Rodrigues. Ansiedade dos estudantes diante da expectativa do exame vestibular. Paidéia (Ribeirão Preto), Ribeirão Preto, v. 20, n. 45, p. 57-62, Apr. 2010.

SOUZA, Ildebrando Moraes de; MACHADO-DE-SOUSA, João Paulo. Brazil: world leader in anxiety and depression rates. Rev. Bras. Psiquiatr., São Paulo, v. 39, n. 4, p. 384, Dec. 2017.

TERRA, D. et al. Ansiedade e Depressão em Vestibulandos. Odontol. Clín.-Cient. (Online) vol.12 no.4 Recife Out./Dez. 2013.

VASCONCELOS, Thateane Couto de et al. Prevalência de sintomas de ansiedade e depressão em estudantes de medicina. Rev. Bras. de Edu. Med. v. 39, p. 135-142, 2015.

VOLCAN, Sandra Maria Alexandre et al. Relação entre bem-estar espiritual e transtornos psiquiátricos menores: estudo transversal. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 440-445, Aug. 2003.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Depression and other common mental disorders: Global health estimates. Geneva: World Health Organization; 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-118

Refbacks

  • There are currently no refbacks.