Novas Tecnologias e Proteção de Dados na Democracia Brasileira: entre a anarquia e controle normativo / New Technologies and Data Protection in Brazilian Democracy: between anarchy and normative control

Marcelo Labanca Corrêa de Araújo, Walles Henrique de Oliveira Couto

Abstract


O presente trabalho tem como objetivo discutir como o avanço das novas tecnologias no brasil têm levado a necessidade de novas regulamentações no campo da proteção de dados, e como a falta de controle normativo pode afetar a democracia brasileira. Utilizou-se o método histórico e dedutivo como base da pesquisa. Foi abordada a necessidade de proteção dos dados e a solução arquitetônica proposta por Lawrence Lessig e feita uma análise do sistema normativo nacional acerca da propaganda eleitoral digital. Chegou-se à conclusão que o uso de inteligências artificiais ameaça a democracia, em especial, na seara eleitoral, quando os resultados dos pleitos podem ser manipulados através de técnicas de comunicação de massa.


Keywords


Democracia. Proteção de Dados. Inteligência Artificial. Propaganda Eleitoral.

References


ARANHA, Estela; FERREIRA, Lúcia Maria Teixeira. O direito fundamental à proteção de dados e a importância da proposta de alteração constitucional nº 17/2019. Disponível em: . Acesso em:

BIONI, Bruno Ricardo. A formação de uma cultura de proteção de dados a partir da nova legislação pode trazer valor agregado para as organizações. Disponível em: . Acesso em:

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Disponível em: . Acesso em:

BRASIL. Lei das Eleições. Lei nº 9.504, de 30 de setembro de 1997. Disponível em: Acesso em 22 jun. 2020.

BRASIL. Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018. Disponível em: . Acesso em:

BRASIL. Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014. Disponível em:

BRASIL. Tribunal Superior Eleitoral. Resolução nº 23.610, de 18 de dezembro de 2019. Dispõe sobre propaganda eleitoral, utilização e geração do horário gratuito e condutas ilícitas em campanha eleitoral. Disponível em:

CARNEIRO, Rodrigo Alvares. As mudanças no Direito segundo a Teoria Tridimensional do Direito de Miguel Reale. Disponível em:

CARVALHO, José Mauricio de. A teoria tridimensional do Direito de Miguel Reale. Disponível em:

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede (A era da informação: economia, sociedade e cultura; vol. 1). Tradução Roneide Venancio Majer. 20ª edição, revista e ampliada. São Paulo: Paz e Terra, 2019.

DINIZ, José Janguiê Bezerra. Inovação em uma sociedade disruptiva. Barueri: Novo Século Editora, Edição do Kindle, 2020.

HAN, Byung-Chul. Psicopolítica: o neoliberalismo e as novas técnicas de poder. Belo. Horizonte: Âyiné, 2018.

KIZAN, Lucas Prado. Políticas Públicas e Neutralidade da Rede no Brasil. In: Direito, governança e novas tecnologias II [Recurso eletrônico on-line]. organização CONPEDI/ UNISINOS. Coordenadores: José Renato Gaziero Cella; Salete Oro Boff; Júlia Francieli Neves de Oliveira. – Florianópolis: CONPEDI, 2018. Disponível em:

LESSIG, Lawrence. Code. Disponível em:

LORENS, Gilbert. Consumidores ignoram os termos de uso e política de privacidade. Disponível em: . Acesso em 06 de jul. 2020.

MARQUES JÚNIOR, William Paiva. Transformações no regime político democrático: a decadência das ditaduras civis-militares e o processo de redemocratização na américa latina. In: Teoria da democracia e da filosofia do estado [Recurso eletrônico on-line]. organização CONPEDI/2020. Coordenadores: Joaquín Martín Cubas; José Filomeno de Moraes Filho; Orides Mezzaroba – Florianópolis: CONPEDI, 2020 Valência: Tirant lo blanch, 2020. Disponível em:

MOUFFE, Chantal. El Retorno de lo Político. Barcelona: Paidós, 1999, p.18.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-109

Refbacks

  • There are currently no refbacks.