A importância da formação continuada em meio a pandemia da COVID-19 / The importance of continued training in the middle of the COVID-19 pandemic

Ana do Nascimento de Araujo, Filipe de Souza Pinto, Thayná Rosa Batista Martins, Jane Rangel Alves Barbosa

Abstract


Recentemente com a pandemia do Covid-19 a humanidade se deparou com o despreparo social e logístico em diversos setores por todo mundo. O setor educacional ainda contabiliza seus danos, no entanto segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO (2020), o impacto da pandemia já alcançou aproximadamente 91% dos estudantes do mundo. No cenário educacional brasileiro milhares de escolas suspenderam as aulas em março de 2020 sem previsão de retorno, afetando o calendário escolar. Surge, nesse contexto, uma tentativa de mitigar alguns desses danos, através do uso exclusivo ensino remoto. Assim, o país presenciou o crescimento das desigualdades sociais causando déficit de aprendizagem e impactando diretamente a vida dos docentes e discentes. Com isso, muitos autores discutem a necessidade da formação continuada dos professores atenta às necessidades contemporâneas. Em meio à crise causada pela pandemia 2020, é notória a importância da formação desses docentes a ser pensada como um trabalho de reflexão crítica e empática, colocando a formação continuada desse profissional, essencial a sociedade, como ferramenta indispensável para que eles possam se adaptar às diferentes exigências sociais.


Keywords


Covid-19, ensino remoto, Formação Continuada.

References


BARBOSA, J. A.; SILVA S. A. R. Políticas de formação de professores para a educação profissional: trajetórias e desafios. BrazilianJournalofDevelopment, v. 5, n.10, Jan. 2019. DOI: 10.34117/bjdv5n10-032.

BARBOSA, J. R. A. Prática docente e desenvolvimento profissional de professores: impactos e novos desafios, EdUECE, Livro 2, Didática e Prática de Ensino na relação com a Formação de Professores, 2014.

DOURADO, L. F. Diretrizes Curriculares Nacionais Para a Formação Inicial e Continuada dos Profissionais do Magistério da Educação Básica: CONCEPÇÕES E DESAFIOS, Educ. Soc., Campinas, v. 36, n. 131, p. 299-324, abr.-jun., 2015;

GATTI, B. A. FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONDIÇÕES E PROBLEMAS ATUAIS, Revista Internacional de Formação de Professores (RIFP), Itapetininga, v. 1, n.2, p. 161-171, 2016.

JACOBUCCI, D. F. C.; MEGID NETO, J. Passado e presente da formação continuada de professores nos Centros e museus de ciências brasileiros. In: VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências; I Congreso Internacional de InvestigaciónenEnseñanza de lasCiencias. UNICAMP, Anais, 2011.

MEC. Ministério da Educação. MEC autoriza ensino a distância em cursos presenciais. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/busca-geral/12-noticias/acoes-programas-e-projetos-637152388/86441-mec-autoriza-ensino-a-distancia-em-cursos-presenciais. Acesso em: Set/2020.

NÓVOA, A. Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

NUNES M. R. M.; TANK J. A.; COSTA S. M. D.; FURLAN, F.; SCHNELL, L. C. O professor frente às dificuldades de aprendizagem: Ensino público e ensino privado, realidades distintas? Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 4, n. 1, p. 63-74, jan./jun. 2013.

OLIVEIRA, M. A.; ARAUJO, E. A. S. Desafios da educação e o professor como mediador no processo ensino-aprendizagem na sociedade da informação. Rev. Ed. Pública – CECIERJ, 2016. Disponível em:https://educacaopublica.cecierj.edu.br

/artigos/16/23/desafios-da-educao-e-o-professor-como-mediador-no-processo-ensino-aprendizagem-na-sociedade-da-informao. Acesso em: Set/2020.

PARENTE, C. M. D.; VALLE, L. E. R.; MATTOS, M. J. V. M. A formação de professores e seus desafios frente às mudanças sociais, políticas e tecnológicas.Penso. Porto Alegre, p. 15-40, 2015.

PEREIRA G.R.; DE PAULA, L. M.Formação continuada de professores dos anos iniciais da educação básica: impacto do programa formativo de um museu de ciência a partir do viés crítico-reflexivo, Revista Ensaio, Belo Horizonte v.19, 2017.

RONDINI, C. A.; PEDRO, K. M.; DUARTE, C. S. PANDEMIA DO COVID-19 E O ENSINO REMOTO EMERGENCIAL: MUDANÇAS NA PRÁXIS DOCENTE. Interfaces Científicas - Educação, v. 10, n. 1, p. 41-57, 2020.

SAE Digital.Educação e Coronavírus – Quais são os impactos da pandemia? São Paulo, SP, 2020. Disponível em: https://sae.digital/sobre/quem-somos/. Acesso em: Ago/2020.

SCHDN, D. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, A. Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

SOUZA, D. O. A pandemia de COVID-19 para além das Ciências da Saúde: reflexões sobre sua determinação social. Ciênc. saúde coletiva. v.25, s.1. Rio de Janeiro jun./2020.

TOZETTO, S. S. DOCÊNCIA E FORMAÇÃO CONTINUADA. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/23503_13633.pdf. Acesso em: Set/2020.

UNESCO.Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.Educação: da interrupção à recuperação, Paris, 2020. Disponível em: https://pt.unesco.org/covid19/educationresponse. Acesso em: Ago/2020.

ZAJAC, D. Ensino remoto na Educação Básica e COVID-19: um agravo ao Direito à Educação e outros impasses. Escola Preparatória da Universidade Federal do ABC - EPUFABC. Disponível em: http://proec.ufabc.edu.br/epufabc/ensino-remoto-na-educacao-basica/. Acesso em: Set/2020.

ZEICHENER, K. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Educação, Santa Maria (RS), v. 35, n.3, p. 479-504, dez., 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-078

Refbacks

  • There are currently no refbacks.