Modelagem matemática da secagem da casca do melão amarelo (Cucumis melo L.) / Mathematical modeling of the drying of the bark of the yellow melon (Cucumis melo L.)

Maria Tereza Lucena Pereira, Marcília Mayara dos Santos Silva, Ana Eloíza Paulino Medeiros, Amélia Ruth Nascimento Lima, Josefa Dayse Lima Silva, Luís Eduardo Araújo Santos, Vera Solange de Oliveira Farias, Aluízio Freire da Silva Júnior

Abstract


O melão é um fruto altamente utilizado em âmbito familiar e industrial. Contudo, sua popularidade incita uma preocupação ambiental, já que após o processamento é gerada uma alta carga residual, formada por cascas e sementes com elevado potencial nutritivo. A casca do melão é composta por diversos nutrientes e possui como particularidades o baixo valor calórico e o alto teor de umidade, fato que torna esta matéria-prima mais perecível. Diante disso, a secagem representa uma estratégia eficaz no tocante à conservação da casca do melão, já que ao se reduzir o teor de umidade, aumenta-se o tempo de vida útil do produto. Entretanto, deve-se considerar que a secagem é uma técnica que pode induzir alterações físicas e químicas no alimento, além de demandar alto aporte energético. Assim, a modelagem matemática simboliza uma importante ferramenta para lidar com a complexidade da secagem. Diante disso, objetivou-se fornecer uma descrição do processo de secagem da casca do melão através de modelos empíricos e analisar qual modelo mais adequado para descrever a secagem da matéria-prima em questão, bem como, a taxa de secagem do processo. Para tanto, foram realizados experimentos de secagem sob as temperaturas de 50, 60 e 70ºC em uma estufa de circulação forçada de ar. Para a análise dos dados experimentais, foi utilizado o software LAB Fit Curve Fitting, e os parâmetros analisados para a avaliação da melhor descrição dos experimentos foram os de Coeficiente de Determinação e Qui-quadrado. Mediante avaliação, o modelo de Page foi considerado o mais viável para a descrição da cinética de secagem da casca do melão, sobretudo para o experimento sob a temperatura de 70ºC.


Keywords


Tecnologia de alimentos, Conservação de produtos agrícolas, Modelos empíricos.

References


ALVES, R. A.; QUEIROZ, A. J. M.; FIGUEIRÊDO, R. M. F. DE; SILVA, W. P.; GOMES, J. P. Solar drying of cowpea bean combined with drying in a heat accumulator dryer. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.23, n.9, p.709–715, 2019.

BROOKER, D. B.; BAKKER-ARKEMA, F. W.; HALL, C. W. Drying and storage of grains and oilseeds. New York: The AVI Publishing Company, 450 p. 1992.

CACCAVALE, P; DE BONIS, M. V.; RUOCCO, G. Conjugate heat and mass transfer in drying: A modeling review. Journal of Food Engineering, v. 176, p. 28-35, 2016.

CASTRO, A. M.; MAYORGA, E. Y.; MORENO, F. L. Mathematical modelling of convective drying of fruits: A review. Journal of Food Engineering, v. 223, p. 152-167, 2018.

COSTA, C. F.; CORRÊA, P. C.; VANEGAS, J. D.; BAPTESTINI, F. M.; CAMPOS, R. C.; FERNANDES, L. S. Mathematical modeling and determination of thermodynamic properties of jabuticaba peel during the drying process. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 20, n. 6, p. 576-580, 2016.

DE MEDEIROS, R. A.; DE OLIVEIRA FARIAS, V. S.; DE OLIVEIRA, T. M. Q.; DA SILVA JUNIOR, A. F.; LIMA, A. R. N.; PEREIRA, M. T. L.; DE ATAIDE, J. S. P. Comportamento da secagem de sementes de melão (Cucumis Melo L.) em camada fina usando modelos empíricos. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 8, p. 64001-64009, 2020.

DIAMANTE, L. M.; IHNS, R., SAVAGE, G. P.; VANHANEN, L. A new mathematical model for thin layer drying of fruits. International journal of food science & technology, v. 45, n. 9, p. 1956-1962, 2010.

FERNANDES, F. A.; RODRIGUES, S.; LAW, C. L.; MUJUMDAR, A. S. Drying of exotic tropical fruits: a comprehensive review. Food and Bioprocess Technology, v. 4, n. 2, p. 163-185, 2011.

GONDIM, J. A. M.; MOURA, M. D. F. V.; DANTAS, A. S.; MEDEIROS, R. L. S.; SANTOS, K. M. Composição centesimal e de minerais em cascas de frutas. Food Science and Technology, v. 25, n. 4, p. 825-827, 2005.

KALETA, A.; GÓRNICKI, K. Evaluation of drying models of apple (var. McIntosh) dried in a convective dryer. International journal of food science & technology, v.45, n.5, p. 891-898, 2010.

KUMAR, S. K. Drying Kinetics of Banana Peel. J Food Process Technol, v. 6, n. 11, p

. 10-12, 2015.

LIMA, A. R. N.; DOS SANTOS, Ê. M. A.; PEREIRA, M. T. L.; DA SILVA JÚNIOR, A. F.; DE OLIVEIRA, T. M. Q.; DE OLIVEIRA FARIAS, V. S.; DE ATAÍDE, J. S. P. Otimização e simulação do processo de secagem de cascas de maracujá através de ferramentas empíricas e analíticas. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 10, p. 74271-74285, 2020.

MAYNARD, D.; MAYNARD, D. Cucumbers, melons, and watermelons. In K. F. Kiple(Ed.). The cambridge world history of food. Cambridge University Press, 2000.

MERCALI, G. D.; TESSARO, I. C.; NOREÑA, C. P.; MARCZAK, L. D. Mass transfer kinetics during osmotic dehydration of bananas (Musa sapientum, shum.). International journal of food science & technology, v. 45, n. 11, p. 2281-2289, 2010.

MPHAHLELE, R. R.; PATHARE, P. B.; OPARA, U. L. Drying kinetics of pomegranate fruit peel (cv. Wonderful). Scientific African, v. 5, p. e00145, 2019.

NUNES, J. S.; DE CASTRO, D. S.; DOS SANTOS MOREIRA, I.; DE SOUSA, F. C.; DA SILVA, W. P. Descrição cinética de secagem da polpa de jabuticaba usando modelos empíricos. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 9, n. 1, p. 5, 2014.

PARK, K. J.; ANTONIO, G. C.; OLIVEIRA, R. D.; PARK, K. J. B. Conceitos de processo e equipamentos de secagem. Campinas: Unicamp, 2007.

PETKOVA, Z.; ANTOVA, G. Proximate composition of seeds and seed oils from melon (Cucumis melo L.) cultivated in Bulgaria. Cogent Food & Agriculture, v. 1, n. 1, p. 1018779, 2015.

SILVA, E. C. O.; DA SILVA, W. P.; GOMES, J. P.; SILVA, C. M. D. P. S.; ALEXANDRE, H. V.; FARIAS, V. S. O.; DE FIGUIREDO, R. M. F. Drying of albedo and whole peel of yellow passion fruit. Journal of Agricultural Science, v. 11, n. 6, 2019.

SILVA, I. L.; DA SILVA, H. W.; DE CAMARGO, F. R. T.; DE FARIAS, H. F. L., FREITAS, E. Drying and diffusivity of melon seeds. Revista de Ciências Agrárias (Portugal), v. 41, n. 2, p. 309-315, 2018.

SILVA JUNIOR, A. F.; FARIAS, V. S. O.; ATAÍDE, J. S. P.; FRANCO, C. M. R.; SILVA, W. P.; SILVA, C. M. D. P. S. S. Description of convective drying of carrot circular slices including shrinkage and variation of effective diffusivity. Sylwan, v. 6, p. 243-269, 2019.

SILVA, W. P.; SILVA, C. M.; DE SOUSA, J. A.; FARIAS, V. S. Empirical and diffusion models to describe water transport into chickpea (Cicer arietinum L.). International journal of food science & technology, v. 48, n. 2, p. 267-273, 2013.

VELLA, F. M.; CAUTELA, D.; LARATTA, B. Characterization of polyphenolic compounds in cantaloupe melon by-products. Foods, v. 8, n. 6, p. 196, 2019.

WANG, W; CHEN, G.; MUJUMDAR, A. S. Physical interpretation of solids drying: An overview on mathematical modeling research. Drying Technology, v. 25, n. 4, p. 659-668, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-070

Refbacks

  • There are currently no refbacks.