Gestão democrática, finananciamento e qualidade da educação na escola pública / Democratic management, financing and quality of education in public schools

Marcos Vinicius Sousa de Oliveira, Maria Gorete Rodrigues Cardoso

Abstract


Diante da importância do exercício da gestão democática para o fotalecimento da autonomia administrativa, pedagógica e financeira da escola, o presente estudo teve como objeto de investigação o processo de gestão dos recursos financeiros, recebidos via financiamento público e captados diretamente pela cominunidade, em uma escola da rede munipal de ensino em Bragança-PA. O objetivo do artigo foi analisar de que maneira ocorre a gestão dos recursos financeiros e qual a contribuição desses recursos para melhoria da qualidade da educação e para o fortalecimento da autonomia administrativa, pedagogica e didática da escola pública. O estudo é de abordagem qualitativa e utilizou-se da observação participante, entrevista semiestruturada e  análise documental como instrumentos de coleta de dados. A pesquisa foi realizada no âmbito do Estágio Supervisionado em Gestão e Coordenação Escolar, desenvolvido no âmbito do curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal do Pará no campus de Bragança, no perído de março a maio de 2019. Os resultados revelam que o financiamento é fator determinante para a relização de melhorias na infraestrutura fisica e pedagógica da escola. Nesse sentido, conclui-se que a gestão democrática e participativa dos recursos financeiros tem impacto direto na qualidade dos processos pedagógicos, pois, sem o gerenciamento eficiente, responsável e participativo dos recursos, a escola não atinge a qualidade educacional  esperada.


Keywords


Recursos Financeiros, Gestão Democrática, Qualidade da Educação.

References


BRASIL. Lei Nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996. Disponível em: . Acesso em: 18 Mai. 2019.

BRASIL, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2015. Disponível em: Acesso em 18 Mai. 2019.

BRASIL. MEC. Programa nacional de fortalecimento dos conselhos escolares: Conselho Escolar e o financiamento da educação no Brasil / elaboração Luiz Fernandes Dourado... [et. al.]. – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006. Disponível em:

. Acesso em: 18 mai. 2019.

BRASIL. MEC. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Resolução CD/FNDE nº 10 de 18 de abril de 2013, que dispõe sobre os critérios de repasse e execução do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), em cumprimento ao disposto na Lei 11.947, de 16 de junho de 2009. Brasília, 2013. Disponível em: .Acesso em: 18 Mai. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Conselho escolar, gestão democrática da educação e escolha do diretor / elaboração Ignez Pinto Navarro [et al.]. – Brasília: MEC, SEB, 2004. 61 p.: il. (Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares, caderno 5).

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Conselho de Deliberativo. Resolução Nº 6, de 27 de Fevereiro de 2018. Acrescenta e altera dispositivos da Resolução CD/FNDE nº 10, de 18 de abril de 2013, do Conselho Deliberativo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – CD/FNDE. Brasília, 2018. Disponível em:. Acesso em: Acesso em: 19 Mai. 2019.

BRASIL. Lei Nº 11.947, de 16 de junho de 2009. Programa Dinheiro Direto na Escola. Brasília, 2009. Disponível em: . Acesso em: 19 Mai. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Estabelece os procedimentos a serem adotados para aquisição de materiais e bens e contratação de serviços, com os repasses efetuados à custa do Programa Dinheiro Direto na Escola. Resolução /CD/FNDE nº 9, de 2 de março de 2011. Brasília, 2011. Disponível em: . Acesso em: 19 Mai. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Conselho Deliberativo. Resolução Nº 10 de 18 de Abril de 2013, dispões sobre os critérios de repasse e execução do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), em cumprimento ao disposto na Lei 11.947, de 16 de junho de 2009. Brasília, 2013. Disponível em:

. Acesso em: 20 Mai. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Conselho Deliberativo. Resolução N° 15 de Julho de 2014. Dispões sobre as prestações de contas das entidades beneficiadas pelo Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e suas ações agregadas. Brasília, 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 Mai. 2019.

BRASIL, Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Conselho Deliberativo. Resolução N° 8, De 16 de Dezembro de 2016. Altera as Resoluções n° s 10, de 18 de abril de 2013, e 16, de 9 de dezembro de 2015, do Conselho Deliberativo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (CD/FNDE), e dá outras providências. Brasília, 2016. Disponível em: . Acesso em: 21 Mai. 2019.

DEMO, P. Educação e qualidade. 6. ed. São Paulo: Papirus, 2001.

FACÓ, L. G. B et al. Gestão escolar democrática: desafios e perspectivas. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.1, p.3651-3671- jan. 2021.

LIBÂNEO, J. C. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 6. ed. São Paulo: Heccus, 2015.

LÜCK, H. A Evolução Da Gestão Educacional, A Partir De Mudança Paradigmática. Revista Gestão em Rede, no. 03, nov, p. 13-18, 1997.

LÜCK, H. Concepções e processos democráticos de gestão educacional. Rio de Janeiro: Vozes, 2006.

LÜCK, H. Dimensões de gestão escolar e suas competências. Curitiba: Positivo, 2009.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MORAN, J. M. M. Novas tecnologias e mediação pedagógicas. São Paulo: Papirus editora, 2000.

PARO, V. H. O princípio da gestão escolar democrática no contexto da LDB. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação. Porto Alegre, v. 14, n. 2, p. 243-251, jul./dez. 1998.

PARO, V. H. Gestão democrática da escola pública. 3° ed. São Paulo: Ática, 2008.

POLO, J. C. Autonomia da Gestão Financeira da Escola. In: GIÁGIO, M; RODRIGUES, M. (Org.). Guia de Consulta para o Programa de Apoio aos Secretários Municipais de Educação. Brasília: FUNDESCOLA/MEC, 2001.

RISCAL, S. A. Considerações sobre o conselho escolar e seu papel mediador e conciliador. In. Conselho escolar: algumas concepções e propostas de ação/Maria Cecília Luiz (Oraganizadora); Juliana Carolina Barcelli [et al.]. - São Paulo: Xamã, 2010.

VIANA, M. P. Os Recursos Financeiros Descentralizados como Indutores da Gestão Democrática e Ferramentas para a Promoção da Qualidade do Ensino. FINEDUCA – Revista de Financiamento da Educação. V. 7, n. 7, ISSN:2236-5907. Porto Alegre 2017.

VIEIRA, S. L. Gestão, avaliação e sucesso escolar: recortes da trajetória cearense. Estudos Avançados, v. 21, n. 60. 2007. Disponível em:, Acesso em: 18 mai. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-037

Refbacks

  • There are currently no refbacks.