Mercosul: uma análise das relações comerciais do Brasil no bloco, 2007-2017 / Mercosur: an analysis of the commercial relations of Brazil in the block, 2007-2017

Felismina Inácio Tchongó da Silva, Paulino Varela Tavares

Abstract


Este artigo versa sobre as relações comerciais do Brasil com o Mercosul, especificamente, na última década, com o propósito de verificar se há continuidades ou mudanças no padrão de relacionamento com o bloco. O Mercosul caracteriza-se por um processo de integração regional envolvendo cinco países (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela), sendo que o último deles está suspenso do bloco. O bloco foi responsável pela ampliação do volume de comércio entre os quatro países iniciais e o padrão de relações estabelecido depende diretamente das preferências dos presidentes e das sociedades envolvidas. Por esta característica, isto é, a relevância do interpresidencialismo como determinante dos rumos do bloco, analisa-se se as mudanças recentes dos presidentes nos países da região, modificou os padrões de relações comerciais. A pergunta principal de investigação é: a ascensão da direita nos principais países do Bloco (Argentina e Brasil) alteram o padrão de relações comerciais que o Brasil estabelece com o bloco? Para isto fez-se uma análise das relações comerciais do Brasil com o bloco, a partir dos dados oficiais e analisou-se, também, quais são os principais produtos comercializados, para verificar se mesmo quando não acontecem mudanças de volume, alteram-se o padrão de relação comercial.


Keywords


Integração Regional, Relações Comerciais, Interpresidencialismo, Brasil, Mercosul.

References


ALMEIDA, Elizabeth A. P. Mercosul e União Europeia: Estrutura jurídico institucional. Curitiba: Juruá, 2010.

APPLEYARD, D.; FIELD, A.; COBB, S. Economia internacional. 6. ed. Porto Alegre: AMGHB, 2010.

BADR, Eid. Os diferentes níveis de integração econômica entre Estados e o estágio atual do Mercosul. Jus Navigandi, Teresina, a. 15, n. 2416, fev. 2010.

BATISTA, Paulo N. O Mercosul e os interesses do Brasil. Estudos Avançados, São Paulo, v. 8, n. 21, p. 79-95, 1994.

BAUMANN, Renato. MERCOSUL: Avanços e desafios da integração. Brasília: IPEA, 2001.

BERNAL-MEZA, R. As Relações entre Argentina, Brasil, Chile e Estados Unidos: política exterior e MERCOSUL. Revista Brasileira de Política Internacional, Brasília, DF, v.41, n.1, Jan./Jun 1998.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Balança Comercial Brasileira: Mercosul. Brasília, 2014a. Disponível em:

.

CARDOSO, Ciro Flamarion. História Econômica da América Latina. Rio de Janeiro: Graal, 1983.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, disponível em: https://paises.ibge.gov.br/#/pt

MALAMUD, Andrés (2005) “Presidential Diplomacy and the Institutional Underpinnings of Mercosur. An Empirical Examination”, Latin American Research Review 40(1), 138-64.

KAUARK, Fabiana; MMEDEIANHÃES, Fernanda Castro; ROS, Carlos Henrique. Metodologia da pesquisa: guia prático. Itabuna: Via Litterarum, 2010.

SOUZA, Nilson Araújo, América Latina: As onda da Integração, OIKOS. Vol.11. No1(2012).




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-001

Refbacks

  • There are currently no refbacks.