Determinação do índice de qualidade de projetos de saneamento integrado e urbanização de favelas: uma aplicação da abordagem multicritério / Determination of the quality index of integrated sanitation and slumble urbanization projects: an application of the multicriterial approach

Andréa Naritza Silva Marquim de Araujo

Abstract


O presente trabalho leva  em  consideração  a  dificuldade  dos  gestores  públicos  quanto  ao  desenvolvimento  de ferramentas tecnológicas, com embasamento científico, tendo em vista viabilizar uma decisão mais precisa acerca  das  soluções  técnicas  adotadas  em  projetos  de  saneamento  integrado  e  urbanização  de  favelas.  Um pressuposto para o sucesso da escolha de alternativas consiste na realização de um diagnóstico preciso, capaz inclusive de hierarquizar o nível de criticidade de cada problemática relativa aos diferentes eixos de atuação tais como: risco ambiental; fundiário; infraestrutura, equipamentos e serviços públicos; urbanismo e social. Nesse sentido, buscou-se estruturar uma ferramenta que propiciasse a determinação do nível de degradação de assentamentos subnormais, servindo como um suporte de apoio à decisão para o direcionamento de ações de saneamento integrado e urbanização de favelas.

Como principais  conclusões  da  pesquisa,  destacam-se os seguintes aspectos:  (1)  os  fatores  físico-ambientais,  juntamente  com  os urbanísticos  são  preponderantes  na  determinação  do  nível  de  precariedade  dos  assentamentos;  (2)  a  pior situação  do  ponto  de  vista  urbanístico  está  associada  à  combinação  de  grande  número  de  unidades habitacionais, área pequena, alta taxa de ocupação, alta densidade populacional e verticalização.


Keywords


saneamento integrado, abordagem multicritério, áreas precárias.

References


ABIKO, A. K.; CARDOSO, R. A.; RINALDELLI, R.; HAGA, H. C. R. (2003). Infra-estrutura em áreas urbanas informais. In: Estudos Estratégicos de Apoio às Políticas Urbanas para os Grupos de Baixa renda no Brasil – Cities Alliance e Banco Mundial; III – Análise da habitação informal e avaliação de programas de urbanização de favelas.

BORJA, P. C. e MORAES, L. R. S. (2000). “Indicadores de Saúde Ambiental – Saneamento em políticas públicas: análise crítica e proposta.” In: XXVII Congresso Interamericano de Engenharia Sanitária e Ambiental. Porto Alegre / RS, 3 a 8 de dezembro de 2000.

JANUZZI, P. M. (2006). “Indicadores para Dimensionamento de Déficits de Atendimento de Programas Sociais e Identificação de seus Públicos-Alvo no Brasil”. In: manual para capacitação em indicadores sociais nas políticas públicas e em direitos humanos: textos básicos e guia de uso e referência do material multimídia. São Paulo, SP: Oficina Editorial.

JANNUZZI, P. M. (2005). “Indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil.” In: Revista do Serviço Público, Brasília 56 (2): 137-160, abr/jan 2005.

JANUZZI, P. de M.; MIRANDA, W. L.; SILVA, D. S. G. (2009). “Análise Multicritério e Tomada de Decisão em Políticas Públicas: Aspectos Metodológicos, Aplicativo Operacional e Aplicações”. In: Informática Pública Ano 11 (1) 69-87.

LIMA, G. S. (2001). “Saneamento: um indicador de qualidade ambiental a serviço da qualidade de vida e saúde pública: uma análise do município de Volta Redonda.” 21º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. João Pessoa, PB, 2001.

WILBER, K. (2008). “A visão integral: uma introdução à revolucionária abordagem integral”. São Paulo, SP. Ed.: Cultrix. Tradução: Carmen Fischer.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.30483

Refbacks

  • There are currently no refbacks.