O uso de ferramentas de comunicação para anfitriões do Airbnb: perspectivas para profissionalização/ The use of communication tools for Airbnb hosts: perspectives for professionalization

Silvia Helena Carvalho Ramos Valladão de Camargo, Eduardo Carlos Valladão Pires de Camargo, Marina Alvarenga Botelho, Dalila Alves Corrêa

Abstract


O presente artigo é um estudo empírico com um grupo de anfitriões de um aplicativo de hospedagem na cidade de Ribeirão Preto-SP. O grupo é composto por pessoas da terceira idade com dificuldades no uso de tecnologia (computadores e celulares). A metodologia foi participativa, pesquisa ação com a técnica de oficinas de artefatos comunicacionais. Como resultado da pesquisa, nota-se grande dificuldade na utilização de smartphones e computadores no grupo focal estudado, porém com a formação do grupo e o trabalho coletivo, foi possível inclusive encontrar parceiros locais com atrativos para ambas as partes (hóspedes e anfitriões). O grupo também se fortaleceu por meio da captação de hóspedes fora da plataforma e do aplicativo, “um indica o outro” quando não tem disponibilidade de quartos.


Keywords


Mídia digital na hotelaria, tecnologia na terceira idade, locação por aplicativos.

References


AIBNB. Airbnb, Sonho ou Pesadelo? Disponível em: . Acesso em 16 abr. 2019.

AIBNB. Disponível em: . Acesso em 01 abr. 2020.

AZEVÊDO, Wilson. Muito além do jardim de infância: o desafio do preparo de alunos e professores on-line. In: Congresso Internacional de Educação a Distância. 1998 [acesso em 10 mai 2010]. Disponível: http://www.abed. org.br/antiga/htdocs/paper_visem/wlson_azevedo.htm. Acesso em: 09 mar. 2020.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 1977.

BORTOLI NETO, A. de. Tipologia de problemas das pequenas e médias empresas. Dissertação (Mestrado em Administração) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1980.

CAMACHO A. C. L. F. Análise das publicações nacionais sobre educação à distância na enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem. 2009;62(4):588-93.

CAMPOS, Claudinei José Gomes. Método de análise de conteúdo: ferramenta para a análise de dados qualitativos no campo da saúde. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reben/v57n5/a19v57n5.pdf>. Acesso em: 20 abr. 2019.

CPT, Cursos de Capacitação Profissional a Distância. Disponível em: . Acesso em 30 abr. 2019.

COLLINS, J., HUSSEY, R. Pesquisa em administração. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

DONAIRE, D.; SILVA, M. P. da; GASPAR, M. A.; A rede de negócios do turismo: um estudo sobre suas características e implicações estratégicas. Revista Turismo Visão e Ação – Eletrônica, v. 11, nº 01, p. 112 – 134, jan/abr. 2009. Disponível em: . Acesso em: 25 jan. 2020.

EDUCAUSE. 7 things you should know about Mobile Apps for Learning. 2010. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=VrqeBQAAQBAJ&pg=PA220&lpg=PA220&dq=%3Chttp://net.educause.edu/ir/library/pdf/ELI7060.pdf%3E.&source=bl&ots=8j21yX5KJ5&sig=ACfU3U0kTr3OybR1BZKElyAR202RyMpVkg&hl=pt-BR&sa=X&ved=2ahUKEwjK27Dvy6bnAhXAIbkGHV5xCDwQ6AEwAnoECAUQAQ#v=onepage&q&f=false. Acesso em: 28 jan. 2020.

FAGUNDES et al. Aprendizes do futuro: as inovações começaram. Brasília: MEC/Seed/ ProInfo, (Coleção Informática para a mudança na Educação), 2000.

FRANCHI, C. Linguagem: atividade constitutiva. Caderno de Estudos Lingüísticos, Campinas, n. 25, 1992.

G1, GLOBO. CONHEÇA a história do site de vídeos YouTube. G1, São Paulo, 10 out. 2006. Disponível em: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,AA1306288-6174,00CONHECA+A+HISTORIA+DO+SITE+DE+VIDEOS+YOUTUBE.html. Acesso em: 25 jan. 2020.

GEEKIE, Boas práticas: as ferramentas digitais mais populares em sala de aula. Disponível em: . Acesso em: 26 jan. 2020.

GIMENEZ, F. A. P. Comportamento dirigentes de pequenas empresas moveleiras de Londrina – Paraná. Dissertação (Mestrado em Administração) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1988.

HAGUETTE, T. M. F. Metodologias qualitativas na sociologia. 10. ed. Petrópolis:Vozes, 2005.

JORNAL DA USP, Mercado de aplicativos cresce no Brasil e alunos da USP em São Carlos conquistam espaço no cenário. Disponível em: . Acesso em: 20 abr. 2019.

JUNIOR, L. H. L. B. et al. Ferramentas de Comunicação Online na Hotelaria: um estudo das empresas hoteleiras associadas à ABIH-RN. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/REGS/article/view/5643. Acesso em: 25 jan. 2020.

LINKEDIN. A maior rede profissional do mundo: 500 milhões de usuários. Disponível em: . Acesso em: 25 jan. 2020.

MAFRA, M. R; CAMARGO, S. H. C. R. V. de GIULIANI, A. C. A importância da Mediação Pedagógica na Educação a Distância para a Construção do Conhecimento. Rev. Educ., v. 17, n. 23, p. 54-59, 2014.

MAZIERO, C. A. Sistemas Operacionais: conceitos e mecanismos. Curitiba: UTFPR, versão compilada 2019.

MELO, Rafaela da Silva; CARVALHO, Marie Jane Soares. Aplicativos educacionais livres para mobile learning. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2020.

MIZUKAMI, P.; REIA, Jhessica; VARON, Joana. Mapeamento da mídia digital no Brasil: Um relatório da Open Society Foundations Disponível em: . Acesso em: 26 jan. 2020.

MINOZZI, W. S. A pequena e média empresa e o seu empresário. Dissertação (Mestrado em Administração) – Programa de Pós-graduação em Administração. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 1987.

OLSON, M. The Logic of the Collective Action: Public Goods and the Theory of Groups. President and Fellows of Harvard College., 1971. 204 p.

OLSON, M. A Lógica da Ação Coletiva. São Paulo: Edusp, 1999.

PINHEIRO, M. Gestão e desempenho das empresas de pequeno porte: uma abordagem conceitual e empírica. Tese (Doutorado em Administração) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1996.

PHILLIPS, P. A.; MOUTINHO, L. Strategic planning systems in hospitality and tourism. Wallinford, UK: CAB Internacional, 1998.

ROESCH, S. M. A. Projetos de estágio e de pesquisa em administração. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

TORRES, Carlos Eugênio. Mobilidade computação móvel, dispositivos e aplicativos. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2020.

UNESCO. Policy Guidelines for Mobile Learning. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0021/002196/219641E.pdf. Acesso em: 28 jan. 2020.

SANTOS, Davi Trindade dos. Estudo de aplicativos de TVDi para educação a distância. 2007. 98f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica e de Computação, Campinas, SP. Disponível em: . Acesso em: 9 ago. 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.30454

Refbacks

  • There are currently no refbacks.