Eletroneuromiografia em esclerose lateral amiotrófica (ELA): relato de caso e revisão de literatura/ Electroneuromiography in side amiothrophic sclerosis (ALS): case report and literature review

Felipe dos Santos Souza, Iran Nunes Martins, Camila Miranda Coelho, Farley henrique Duarte, Laís de Miranda Ferreira, Mariana Luiza Novais Matioli, Ana Paula Peixoto do Nascimento, Luila Cristina Gonçalves Ribeiro, Laura Pena Carvalho, Luisa Azevedo Magalhaes Vieira, Celso Groppo de Oliveira Junior, Alvaro Moreira Rivelli

Abstract


Introdução: A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma patologia neurológica que causa paralisia progressiva em praticamente todos os músculos esqueléticos, além de comprometimento da motricidade dos membros, da fala, deglutição e também, respiração. Isso ocorre devido a uma degeneração dos neurônios motores (NM). Os sintomas envolvem, geralmente, fraqueza muscular, fasciculações no corpo, enrijecimento dos membros e alterações na dicção. Objetivo: A eletroneuromiografia é um exame complementar e como tal, deve-se analisar seu resultado junto à avaliação clínica. As tecnicas de eletroneuromiografia são úteis para estudar as patologias dos nervos periféricos, dos músculos e da junção neuro-muscular. Nesse sentido, o objetivo do estudo é correlacionar a eficácia da eletroneuromiografia como recurso complementar no diagnóstico em Esclerose Lateral Amiotrófica utilizada por neurologistas e neurofisiologistas. Metodologia: Utilizou-se uma busca de dados nos bancos PUBMED, LILACS e SCIELO com os seguintes descritores: Eletroneuromiografia. Esclerose Lateral Amiotrófica. Relato de Caso. Os critérios de inclusão foram: relatos de caso. Os de exclusão foram: textos e artigos que não contemplassem toda a temática sobre ELA. Somado a isso, analisou-se os prontuários clínicos do paciente. Relato de caso: Paciente de 48 anos previamente hígido, sem comorbidades com relato de monoparesia em membro superior direito (msd) há 01 mês associado a hipotrofia de mmss bilateral, porém mais acentuado no msd. Antecedentes pessoais de artroscopia no ombro direito em 2013. História familiar: pai 3 episódios de Acidente Vascular Cerebral Isquêmico. Exame neurológico: função cortical superior preservada. Hipotrofia em mmss, com direito mais acentuado que o esquerdo. Força motora grau 4 distal em mmss com direito menor em relação ao esquerdo. Rot 2 em mmss e rot 3 em mmii. Fasciculações em Tórax, mmss e língua. Pares cranianos: nervo acessório à direita. Realizou rm de neuroeixo sem alterações. Hipótese de Esclerose lateral Amiotrófica (ELA) sugestiva junto com o resultado da eletroneuromiografia. Discussão: A eletroneuromiografia é um exame complementar e como tal, deve-se analisar seu resultado junto à avaliação clínica. A esclerose lateral amiotrófica, também é descrita como uma doença neurodegenerativa progressiva, de causa ainda desconhecida. É uma patologia que traz grande incapacidade motora em que os neurônios motores superiores e inferiores do Sistema Nervoso Central, responsáveis pelos movimentos voluntários dos músculos, tendo como maior causa de morte a insuficiência respiratória, devido a essa evolução rápida. Conclusão: Nesse sentido, estudos que descrevam os exames, as manifestações clínicas e principalmente os registros literários que abordem essa temática proporcionam um melhor entendimento sobre a patologia e o prognóstico, no intuito de avançar no campo da ciência médica e fornecer terapêuticas cada vez mais científicas, respaldadas em critérios clínicos.

         


Keywords


Eletroneuromiografia, Esclerose Lateral Amiotrófica, Relato de caso.

References


Swash M, Desai J. Motor neuron disease: classification and nomenclature. ALS 2000;1:105-112.

Schiffman NI, Schiffman MG. The legacy of Lou Gehrig’s disease: notable people with ALS. In: Belsh JM, Schiffman PL (Eds). Amyotrophic Arq Neuropsiquiatr 2009;67(3-A) 780 Amyotrophic lateral sclerosis Oliveira and Pereira lateral sclerosis: diagnostic and management for the clinician. Armonk, NY: Futura 1996:219-256.

Eisen AA. Historical aspects of motor neuron diseases. In: Eisen AA, Shaw PJ (Eds). Handbook of Clinical Neurology. Motor Neuron Disorders and Related Diseases. Elsevier 2007;82:1-12.

Lambert EH, Mulder DW. Electromyographic studies in amyotrophic lateral sclerosis. Mayo Clinic Proc 1957;32:441.

Subcommittee on Motor Neuron Diseases / Amyotrophic Lateral Sclerosis of the World Federation of Neurology Research Group on Neuromuscular Diseases and the El Escorial “Clinical Limits of Amyotrophic Lateral Sclerosis” Workshop contributors. El Escorial World Federation of Neurology criteria for the diagnosis of amyotrophic lateral sclerosis. J Neurol Sci 1994;124:96-107.

World Federation of Neurology Research Group on Neuromuscular Diseases. El Escorial revisited: revised criteria for the diagnosis of amyotrophic lateral dclerosis. HYPERLINK http:// www.wfnals.org/articles/elescorial1998.htm

Ross MA, Miller RG, Berchert L, et al. Toward earlier diagnosis of amyotrophic lateral sclerosis. Revised criteria. Neurology 1998;50:768-772.

Nodera H, Izumi Y, Kaji R. New diagnostic criteria of ALS: Awaji criteria. Brain and nerve = Shinkei Kenkyu no Shinpo 2007;59:1023-1029.

Traynor BJ, Codd MB, Corr B, et al. Clinical features of amyotrophic lateral sclerosis according to the El Escorial and Airlie House diagnostic criteria: a population-based study. Arch Neurol 2000;57:1171-1176.

Traynor BJ, Codd MB, Corr B, Forde C, Frost E, Hardiman O. Amyotrophic lateral sclerosis mimic syndromes. A population-based study. Arch Neurol 2000;57:109-113.

Rocha AJ, Martins Júnior AC, Nogueira RG, Lederman HM. Magnetic resonance findings in amyotrophic lateral sclerosis using a spin echo magnetization transfer sequence. Arq Neuropsiquiatr 1999;57:912-915.

Garcia LN, Silva, AV, Carrete HJr, Fávero, FM, Fontes SV, Monero MT, Oliveira ASB. Relação entre degeneração do trato córtico-espinhal através de ressonância magnética e escala funcional (ALSFRS) em pacientes com esclerose lateral amiotrófica. Arq Neuropsiquiatr 2007;65:869-874. 13. Chieia MAT. Esclerose lateral amiotrófica: considerações a respeito dos critérios diagnósticos. Tese de mestrado em neurociências, Universidade Federal de São Paulo / Escola Paulista de Medicina, 2008. 14. Donaghy M. Classification and clinical features of motor neuron diseases and motor neuropathies in adults. J Neurol 1999;246:331-333.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.30247

Refbacks

  • There are currently no refbacks.