Caracterização dos pacientes polimedicados atendidos em uma Unidade Básica de Saúde da região Oeste do Paraná / Description of polymedicated patients attended at a Basic Health Unit in the Western Region of Paraná

Cassio Rafael da Rocha, Leyde Daiane de Peder, Claudinei Mesquita da Silva

Abstract


Objetivos: Analisar o perfil dos pacientes com doenças crônicas polimedicados atendidos em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) na região oeste do Paraná (PR) e determinar o conhecimento dos pacientes sobre seu tratamento. Métodos: Estudo descritivo, quantitativa, desenvolvido com pacientes polimedicados atendidos em uma UBS, no período de 4 meses. Resultados: A população estudada correspondeu à 12 pacientes, sendo que a faixa etária de maior predominância foi acima de 74 anos. No que se refere ao quantitativo de medicamentos, mais de 60% dos pesquisados utilizavam mais de 5 fármacos. Fato que está diretamente relacionado com as enfermidades mais encontradas nesta população, sendo elas: diabetes e hipertensão arterial. Conclusão: A maioria dos pacientes polimedicados encontram-se na população de idosos, sendo que as doenças mais prevalentes foram hipertensão e diabetes, e esses utilizam mais de cinco medicamentos concomitantes. Sendo necessário realizar o acompanhamento farmacoterapêutico para avaliar/acompanhar a evolução do tratamento bem como o uso racional dos medicamentos.


Keywords


Polimifarmácia, Polimedicados, Atenção Farmacêutica, Farmacoterapêutico.

References


Batista, S. C. M., Albuquerque, L. E. R., Da Silva, N. M., Medeiros, J. S. Polimedicação Atenção farmacêutica e Cuidado farmacêutico. Journal of Biology & Pharmacy and Agricultural Management, v. 16, n. 4, out/dez 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Cartilha para promoção do uso racional de medicamentos. Brasília. 2015.

CAMPINS, L.; SERRA-PRAT, M.; PALOMERA, E.; BOLIBAR, I.; MARTÍNEZ, M. À.; GALLO, P. Reduction of pharmaceutical expenditure by a drug appropriateness intervention inpolymedicated elderly subjects in Catalonia (Spain). Gac. sanit., Barcelona, v. 33, n. 2, p. 106-111, mar.-abr. 2019.

Costa, A. C., Cândido, D. d., Fidalgo, A. S., Filho, J. D., Viana, C. E., Lima, M. A., . . . Oliveira, M. d. (2018). Satisfação dos pacientes com doença de Chagas atendidos por um serviço de atenção farmacêutica no estado do Ceará, Brasil. Ciência e Saúde Coletiva, 1483-1494.

Costa, G. M. Polifarmácia e educação para o uso correto de medicamentos. Monografia (Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família) - UFMG. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais. 2015.

Francisco, P. M., Segri, N. J., Borim, F. S., & Malta, D. C. (2018). Prevalência simultânea de hipertensão e diabetes em idosos brasileiros: desigualdades individuais e contextuais. Ciência e Saúde Coletiva, 3829-3840.

KUSANO LTE. Prevalência da polifarmácia em idosos com demência [dissertação]. Brasília: Faculdade de Ciências Médicas-Universidade de Brasília. FCM/UnB, 2000.

Martins, G. A., Acurcio, F. d., Franceschini, S. d., Priore, S. E., & Ribeiro, A. Q. (2015). Uso de medicamentos potencialmente inadequados entre idosos do Município de Viçosa, Minas Gerais, Brasil: um inquérito de base populacional. Cad. Saúde Pública, 2401-2412.

Merola Y.L, El-Khatib S, Granjeiro P.A. Atenção Farmacêutica como instrumento de ensino. Infarma, v.17, n.7/9, 2005.

Nascimento RCRM, Álvares J, Guerra, Junior AA, Gomes IC, Silveira MR, Costa EA, et al. Polifarmácia: uma realidade na atenção primária do Sistema Único de Saúde. Rev Saude Publica. 51 Supl 2:19s. 2017.

Pinto, I. V., Reis, A. M., Almeida-Brasil, C. C., Silveira, M. R., Lima, M. G., & Ceccato, M. d. (2016). Avaliação da compreensão da farmacoterapia entre idosos atendidos na Atenção Primária à Saúde de Belo Horizonte, MG, Brasil. Ciência e Saúde Coletiva, 3469-3481.

Rezende DMRP de; Cardoso KF; Macedo SKAM; Galete J; Penha RM. Polypharmacy and potentially inappropriate medications in older adults in primary health care. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 7 , p.48497-48515, jul. 2020.

Sales, A. S., Sales, M. G., & Casotti, C. A. (2017). Perfil farmacoterapêutico e fatores associados à polifarmácia entre idosos de Aiquara, Bahia, em 2014*. Epidemiol. Serv. Saúde, 121-132.

Silva, D. Á., Mendonça, S. d., Oliveira, D. R., & Chemello, C. (2018). A PRÁTICA CLÍNICA DO FARMACÊUTICO NO NÚCLEO DE APOIO À SAÚDE A FAMÍLIA. Trab. Educ. Saúde, 659-682.

SILVEIRA, E. A., DALASTRA, L., & PAGOTTO, V. (2014). Polifarmácia, doenças crônicas e marcadores nutricionais em idosos. Revista Brasileira de Epidemiologia, 818 – 829

World Alliance for Patient Safety, The Research Priority Setting Working Group. Summary of The Evidence on Patient Safety: implications for research. Geneva: WHO; 2008 [citado 25 fev 2017].




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.30185

Refbacks

  • There are currently no refbacks.