Revisão bibliográfica sobre a hemerobia da paisagem / Bibliographic review on the landscape hemerobia

Emanoel Ferdinando da Rocha Júnior

Abstract


A hemerobia da paisagem consiste, em síntese, na aferição do grau de interferência do homem no meio ambiente analisado. Em contrapartida aos avanços do agronegócio cultuados por técnicas obsoletas que causam grande impacto ambiental, existem novas tecnologias mais eficazes que permitem a integração da área de cultivo combinada com a lavoura, pecuária e a floresta. Sendo, por isso mesmo, mais eficiente reduzindo a pegada ecológica e promovendo baixo grau de hemerobia. Esse artigo tem a finalidade de apresentar revisão de literatura sobre a hemerobia das paisagens. Ao final, concluiu–se que ainda há muito o que se pesquisar sobre hemerobia das paisagens. Além de que é preciso compreender que não se pode realizar esse estudo sem conjugá–lo com outras ferramentas poderosas que permitem também focar no ponto de discussão central que é a preservação da vegetação do Brasil bem como alinhar estratégia de ação seja no método de divulgação dos resultados, mas apresentando soluções coerentes e capazes de neutralizar os efeitos deletéreos do desmatamento que está alcançando patamares dissociados do compromisso desta Nação com protocolos e tratados internacionais com potências mundiais da economia verde.


Keywords


hemerobia, integração, produtividade

References


Anti-plágios: https://www.plagium.com/pt/detectordeplagio. Data: 21/08/2019.

Anti-plágios: http://plagiarisma.net/pt/. Data: 21/08/2019.

Anti-plágios: http://www.rsirius.uerj.br/novo/index.php/servicos/suporte-a-pesquisa/deteccao-de-plagio. Data: 21/08/2019.

BARROS, Eva Costa de; BORGES, Luis Antônio Coimbra; PAULA, Maria das Graças; MAFRA, Flávia Luciana Naves. O Instrumento de compensação ambiental no Brasil e no Estado de Minas Gerais. UFLA: Minas Gerais, 2015. Sítio: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602015000300449. Data de acesso: 22/08/2019.

BELEM, Anderson Luiz Godinho, NUCCI João Carlos. RA´E GA 21 (2011), p. 204-233 www.ser.ufpr.br/raega Curitiba, Departamento de Geografia – UFPR HEMEROBIA DAS PAISAGENS: CONCEITO, CLASSIFICAÇÃO E APLICAÇÃO NO BAIRRO PICI – FORTALEZA/CE.

BRASIL. MMA. Ministério do Meio Ambiente. Biodiversidade brasileira. Fonte: http://www.mma.gov.br/biodiversidade/biodiversidade-brasileira. Data: 10/07/2019.

BRASIL ESCOLA. Mata atlântica. https://brasilescola.uol.com.br/biologia/mata-atlantica.htm. Data: 11/07/2019.

BRAZILIAN JOURNALS OF DEVELOPMENt – BJD. Link: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/author/submission/29024. Acesso: 05/05/2021.

CUNHA, S. R. V. Pedagogias de imagens. In: DORNELLE S, L. V. (org.). Produzindo pedagogias interculturais na infância . Petrópolis, RJ: Vozes, 2007, p. 113 – 145.

DIDONET, David Luiz Marsaro; DE SUZA, Jackeline Pires; AMARAL E SOUZA, Talita. Práticas de educação ambiental: Uma proposta de educação para o desenvolvimento sustentável. Itinerarius Reflectionis, v. 11, n. 1, 30 jun. 2015. Fonte: https://doi.org/10.5216/rir.v11i1.33989. Data: 30/06/2015. Acesso: 12/07/2019.

EMBRAPA. Sítio: https://www.embrapa.br/web/rede-ilpf. Data: 21/08/2019.

FARIA, Marcus Vinicius. A vegetação e os impactos do desmatamento. Site: http://educacao.globo.com/artigo/vegetacao-e-os-impactos-do-desmatamento.html. Data: 10/07/2019.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

PENA, Rodolfo F. Alves. "Vegetação no Brasil"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/vegetacao-brasil.htm. Data: 10/07/2019.

PENA, Rodolfo F. Alves. "Como recuperar a Mata Atlântica?"; Brasil Escola. site: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/como-recuperar-mata-atlantica.htm. Data: 11 de julho de 2019.

SILVA, Manu. Recursos renováveis esgotando cada vez mais cedo. Revista Farol de Notícias. Meio Ambiente. Link: https://faroldenoticias.com.br/recursos-renovaveis-esgotando-cada-vez-mais-cedo/. Data de acesso: 19/04/2021.

WWF. World Wide Fund for Nature. Pegada brasileira. https://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/especiais/pegada_ecologica/pegada_brasileira/. Data: 11/07/2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.30120

Refbacks

  • There are currently no refbacks.