Impactos socioambientais gerados pela implantação da rodovia BR-319/ Socio-environmental impacts generated by the implementation of the BR-319 road

Abraão Fernandes Paiva, Igor Nonato Almeida Pereira

Abstract


A implantação de uma rodovia possibilita o acesso territorial aos usuários da região. Entretanto, a obra de pavimentação gera impactos socioambientais no que se refere ao desenvolvimento econômico das cidades vinculadas a rodovia. Sendo assim, o presente trabalho tem como objetivo analisar os impactos gerados através da implantação da BR-319, bem como, os benefícios locais e regionais promovidos pela rodovia, com embasamento teórico em livros e artigos científicos. Nos resultados, apresentaram-se tais impactos ambientais em virtude do solo de implantação, além dos efeitos sociais causados pela intrafegabilidade da extensão rodoviária, dificultando assim, o deslocamento de mercadorias entre as demais regiões. Em complemento, assim como qualquer obra de pavimentação, é considerada como um dos principais vetores de desmatamento, porém, em associação ao incentivo monetário, desempenha um papel de grande relevância perante a sociedade, uma vez que conecta a capital amazonense com o restante do país, possibilitando o desenvolvimento de fatores sociais e econômicos da região.


Keywords


Intrafegabilidade, Pavimentação, Sociedade, Impactos.

References


ARAÚJO, Marcelo Almeida; et. al. Análise Comparativa de Métodos de Pavimentação – Pavimento Rígido (concreto) x Flexível (asfalto). Revista Científica Multidisciplinar Núcleo Do Conhecimento. Ano 01, Edição 11, Vol. 10, pp. 187-196, novembro de 2016.

ADLER, H. (1978). Avaliação econômica dos projetos de transportes. Metodologia e exemplos. Livros Técnicos e Científicos Editora, Rio de Janeiro, RJ. 171 p.

BALBO, José Tadeu. Pavimentação Asfáltica: Materiais, projetos e restauração. São Paulo, Oficina de Textos, 2007.

BATISTA, Djalma. O complexo da Amazônia – A análise do processo de desenvolvimento. 2. ed. Manaus: Editora Valer, Edua e Inpa, 2007.

BARNI, Paulo Eduardo. Reconstrução e asfaltamento da Rodovia BR-319: Efeito “dominó” pode elevar as taxas de desmatamento no Sul do Estado do Amazonas. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências de Floresta Tropicais) - Programa de Pós-graduação Ciências de Floresta Tropicais, INPA, Manaus.

BRASIL. Plano Amazônia Sustentável: diretrizes para o desenvolvimento sustentável da Amazônia Brasileira. Brasília: MMA, 2008.

COSTA, L. P.; Leite, Y. L. R.; MENDES, S. L.; Reconstrução e asfaltamento da BR 319. Manaus, 2011.

CNT. Boletim - Pesquisa CNT de Rodovias, 2017 http://pesquisarodovias.cnt.org.br/Paginas/boletim. Acessado em 03/03/2021

CLAVAL, Paul. A geografia cultural. Trad. Luís Fugazzola Pimenta e Margareth de Castro A. Pimenta. Florianópolis: Editora da USFC, 2007.

DNIT (2006a). Diretrizes básicas para elaboração de estudos e projetos rodoviários: Escopos básicos/ Instruções de serviço. Publicação IPR 726. 3ª Edição. Rio de Janeiro, Rj. 483 p.

DFID (2005). Overseas Road Note 5: A guideto Road Project Appraisal. 145 p. Disponível em: [http:// www.transport-links.org/transport_links/].Acessado em 28/03/2021

FEARNSIDE, Philip M. & GRAÇA, Paulo M. L. de Alencastro. BR-319: a rodovia Manaus Porto Velho e o impacto potencial de conectar o arco do desmatamento à Amazônia central. Novos cadernos NAEA. Vol. 12, n. 1, jun. 2009. Pp. 19-50.

FREIRE. Maria Amélia Alcântara. A Política Rodoviária e a BR-319: Os custos de uma Decisão. 1985. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais da Fundação Escolar de sociologia e Política de São Paulo, PUC, São Paulo – SP.

INMET- Normais Climatológica Anual, 2008. Disponível em: [http://www.inmet.gov. br/html/clima/mapas/?mapa=prec]. Acessado em: 30/03/2021.

MEDINA, J., 1997, Mecânica dos Pavimentos. 1ª edição, 380 p. Rio de Janeiro-RJ, Editora UFRJ.

OLIVEIRA, Thiago. NOGUEIRA, Ricardo. A geopolítica rodoviária na Amazônia: BR 319. Revista de Geopolítica. Natal. 2014.

REIS, Henoch. Plano de Desenvolvimento do Amazonas: Programa 1975. Manaus: Imprensa Oficial do Estado do Amazonas, 1975.

RODRIGUES, Marcelo da Silveira. Civilização do automóvel: a BR 319 e a opção rodoviária brasileira / Marcelo da Silveira Rodrigues – Manaus: UFAM, 2011.

SCHNEIDER, R. et al. (2000). Amazônia Sustentável: limitantes e oportunidades para o desenvolvimento rural. Imazon & Banco Mundial. Série Parcerias No 1. Belém, Brasília. 57 p.

SALLES, Waldemar Batista de. O Amazonas: O meio físico e suas riquezas naturais. 5. Ed. Imprensa oficial do Estado do Amazonas, 1985.

TEIXEIRA, K. (2007). Investigação de opções de transporte de carga geral em contêineres nas conexões com a região amazônica. Tese de doutorado em Engenharia Civil, área de concentração em Planejamento e Operação de Sistemas de Transportes, Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da Universidade de São Paulo (USP), São Carlos, SP. 235 p.

TRL & DFID (2004). A guidetopro-poortransportappraisal: theinclusionof social benefits in roadinvestmentappraisal. Overseas Road Note No 22. 60p.

VALE, M. et al. (2008). Effectsof future infrastructuredevelopmentonthreat status andoccurrenceofAmazonianbirds. ConservationBiology, 22(4): 1006-1015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.30045

Refbacks

  • There are currently no refbacks.