Recursos Educacionais Abertos: uma revisão da literatura / Open Educational Resources: a review of the literature

Kristina Desirée Azevedo Ferreira, Camila Pacheco, Julio Corcino Rodrigues Mota Junior, Marina Lupepso, Nathália Savione Machado, Núria Pons Vilardell Camas

Abstract


Trata-se uma análise quantitativa e qualitativa de dissertações, teses e artigos publicados de 2017 a 2020, que versam sobre a relação entre Recursos Educacionais Abertos (REA) e educação e temas relacionados (formação de professores, tecnologias, licenças de uso, repositórios institucionais). Os critérios empregados para a análise foram: 1) a quantidade da produção; 2) definições empregadas; 3) tipo de abordagem teórica empregada.; 4) adoção, ou não, de postura crítica em relação à implementação dos REA. Alguns pontos observados são que: 1) o tema Recursos Educacionais abertos e educação tem sido, nos últimos anos, objeto de um número maior de publicações 38 teses e dissertações e 9 artigos, esse número de publicações demonstra a necessidades de  cada vez mais investigações na área; 2) As Práticas Educacionais Abertas na literatura pesquisada são articuladas para pensar na ideia de compartilhamento de saberes acadêmicos; 3) das 47 pesquisas entre teses, dissertações e artigos apenas 15 abordaram pesquisas empíricas, a maioria dos textos são revisões de literatura.


Keywords


Recursos Educacionais Abertos, Práticas Educacionais Abertas, Formação de Professores.

References


AMIEL, T.; SANTOS, K. Uma análise dos termos de uso de repositórios de recursos educacionais digitais no Brasil. Trilha Digital, São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, v. 1, n. 1, p. 118-133, 2013

ARAUJO, L. D. Recursos Educacionais Abertos: desafios das Bibliotecas de Saúde para a competência informacional e midiática. 2018. 140 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Defesa: Rio de Janeiro, 23/11/2018.

BARROS, A. F.. Novas tecnologias como aliadas à educação: desafios docentes. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 04, Ed. 01, Vol. 08, pp. 27-37 Janeiro de 2019.

BARCHIK, R. G. Inovação disruptiva na criação e disseminação de repositórios institucionais de recursos educacionais abertos. 2015. 142 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 18/03/2015.

BUTCHER, N. A Basic guide to open educational resources (OER). Edited by Asha Kanwar (COL) and Stamenka Uvalic´-Trumbic´ (UNESCO). Commonwealth of Learning & UNESCO, 2011.

DUTRA, R. L. S.; TAROUCO, L. M. R. Recursos Educacionais Abertos (Open EducationalResources). Revista Novas Tecnologias na Educação, UFRGS, v. 5 nº 1, Julho, 2007. Disponível em:

JORGE, L. K.J. Recursos Educacionais Abertos no Formato Audiovisual: Fluência Tecnológica-Pedagógica dos Softwares Livres. 2018. 210 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Educação, Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Educacionais em Rede. Defesa: Santa Maria, 25/07/2018.

JUNIOR, I. L. V, MELO, J. C.. Utilizando as tecnologias na educação: possibilidades e necessidades nos dias atuais. Revista Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.4, p.34301-34313, 2021.

LAURENTINO, J. C. Recursos educacionais abertos: usos e adaptações no Brasil. 2019. 130 f. Dissertação (mestrado) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital. Defesa: São Paulo, 18/03/2019.

LIANG, L. Guide to open content licenses. Roterdam: Piet Zwart Institute, 2005.

LIMA, I. Teias de Aprendizagem: Uma proposta de ensino com recursos educacionais abertos baseada na perspectiva de Ivan Illich. 2017. 210 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação do Ensino de Física. Defesa: Porto Alegre, 25/07/2017.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M.Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. Rio de Janeiro: EPU, 2015.

MARTÍNEZ, M. A. T. Compartilhamento e colaboração de práticas educacionais abertas: recuperação de conteúdo informacional fílmico. 2014. 182f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação. Defesa: Curitiba, 10/12/2014.

SANTANA, B; ROSSINI, C; PRETTO, N. L. Recursos Educacionais Abertos: práticas colaborativas políticas públicas. Salvador: Edufba; São Paulo: Casa da Cultura Digital, 2012. 246p.

SCREMIN, I. Recursos Educacionais Abertos: Estudo de Caso da Editora Aberta EduMIX –PE/UFSM. 2019. 138 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Maria, Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Educacionais em Rede. Defesa: Santa Maria, 28/02/2019.

SILVA, C, TEIXEIRA, C. O uso das tecnologias na educação desafios frente à pandemia da COVID -19. Revista Brazilian Journal of Development Científica. Vol. 06, N 9, setembro, 2020.

SOUZA, J. P. S. Recursos Educacionais Abertos Digitais: experiência para a formação dos estudantes/pesquisadores na Educação Básica. 2019. 158 f. Dissertação (mestrado) - Universidade do Estado da Bahia, Departamento de ciências humanas, Programa de Pós-Graduação em Educação e Diversidade. Defesa: Santa Maria, 07/08/2019.

UNESCO. Declaração Rea De Paris. PARIS, 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 Abr. 2020.

WILEY, D. Iterating toward openness Blog, 2006.Disponível em: .Acessoem 31 Dez. 2020.

___________.An Open Education Reader: Open Content: The Firt decade, 2014. Disponível em:. Acesso em: 28 Dez. 2020




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.30044

Refbacks

  • There are currently no refbacks.