Poliedros de Platão: Abordagem Ancorada no Modelo de Van Hiele e na Teoria dos Campos Conceituais de Gérard Vergnaud* / Plato’s polyhedrons: Approach Anchored in Van Hiele’s Model and in Gérard Vergnaud’s Theory of Conceptual Fields

Rudinei Alves dos Santos, Sebastián Mancuso, Francisco Hermes Santos da Silva

Abstract


Entender como o aluno compreende conceitos apresentados em situações, particularmente as que exploram conceitos geométricos com auxílio de objetos concretos e conexões com o conhecimento prévio do aluno, é importantíssimo. Alcançar essa compreensão possibilita que o professor possa organizar e/ou reorganizar suas atividades e mediações para facilitar a aquisição do conhecimento matemático evocados na ação sobre as situações. Nessa perspectiva, o presente artigo objetivou analisar, com base na Teoria dos Campos Conceituais (TCC) de Gérard Vergnaud, os conceitos geométricos, construídos e/ou adaptados, emergentes da ação dos alunos sobre atividades elaboradas à luz do Modelo do Desenvolvimento do Pensamento Geométrico, proposto por Van Hiele. O estudo executado é de cunho qualitativo que buscou analisar as produções de alunos da segunda série do ensino médio, de uma escola da rede estadual de ensino do estado do Pará, quando submetidos ao ensino dos Poliedros de Platão. A metodologia científica adotada foi a pesquisa-participante ou observação-participante. A aproximação do Modelo de Van Hiele da TCC mostrou-se como uma proposta bastante interessante, pois, por um lado, o Modelo possibilitou a construção e o desenvolvimento organizado das atividades que foram palco para evocação de conceitos geométricos importantes e, por outro, a TCC forneceu fundamentação teórica capaz de auxiliar na identificação e na explicação das evocações que impulsionaram as ações das equipes. Este artigo apresenta discussão que pode auxiliar professores e pesquisadores no caminho do ensino de geometria que oportuniza reflexões acerca da mediação dos conceitos geométricos, em contextos que valorizam o conhecimento de mundo do aluno.


Keywords


Ensino de Geometria, Modelo de Van Hiele, Poliedros de Platão, Teoria dos Campos Conceituais

References


ARTIGUE, Michèle: “Ingénierie Didactique”. Recherches en Didactique des Mathématiques. Grenoble: La Pensée Sauvage-Éditions, v. 9. n. 3, p. 281-308, 1988. Disponível em: http://www.cfem.asso.fr/actualites/archives/RDM9.3M.ArtigueIngenierieDidactique.pdf/at_download/file. Acesso em: 15 mar 2020.

BASSANEZI, R. C. Ensino-aprendizagem com modelagem matemática: uma nova estratégia. São Paulo: Contexto, 2002.

BINI, Márcia Bárbara. Atividades Interativas Como Geradoras de Situações no Campo Conceitual da Matemática. 2008. 134 f. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Faculdade de Física, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática. Porto Alegre, 2008. Disponível em: http://tede2.pucrs.br/

tede2/handle/tede/3305. Acesso em: 24 set 2019.

D’AMBROSIO, B. S. Como ensinar Matemática Hoje? Temas e Debates. SBEM. Brasília, v. 2, n. 2, p. 15-19, Abr. 1989. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/mod/resource/

view.php?id=988573. Acesso em: 3 abr.2019.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática 2: contexto & aplicação. 3. ed. São Paulo: Editora Ática, 2008.

DOLCE, Osvaldo; POMPEO, José Nicolau. Fundamentos de matemática elementar 9: geometria plana. 9. ed. São Paulo: Atual, 2013.

KALEFF, Ana Maria; HENRIQUES, Almir de Souza; REI, Duke Monteiro; FIGUEIREDO, Luiz Guilherme. Desenvolvimento do Pensamento Geométrico – O Modelo de Van Hiele. Bolema, Rio Claro. v. 9, n. 10, 1994, p. 01 – 08. ISSN 1980-4415. Disponível em: http://www.periodicos.

rc.biblioteca.unesp.br/index.php/bolema/article/view/10671. Acesso em: 24 jan 2020.

LEVAIN, Jean-Pierre. Aprender a matemática de outra forma: desenvolvimento cognitivo e proporcionalidade. Lisboa: Instituto Piaget, 1997.

LORENZATO, S. Por que não ensinar Geometria? A Educação Matemática em Revista – Sociedade Brasileira em Educação Matemática – SBEM. v. 4, ano 3, 1995, p. 3 – 13. Disponível em: http://professoresdematematica.com.br/wa_files/0_20POR_20QUE_20NAO_20ENSINA

R_20GEOMETRIA.pdf. Acesso em: 11 abr 2020.

MACHADO, Nílson José. Matemática e língua materna: análise de uma impregnação mútua. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

MAGINA, Sandra; CAMPOS, Tânia Maria Mendonça; NUNES, Terezinha; GITIRANA, Verônica. Repensando adição e subtração: contribuições da teoria dos campos conceituais. 2. ed. São Paulo: Editora PROEM, 2001.

MOREIRA, Antônio Moreira. A teoria dos campos conceituais de Vergnaud, o ensino de ciências e a pesquisa nesta área. Investigações em Ensino de Ciências – IENCI. v.7, n.1, 2002, p. 07 – 29. ISSN: 1518-8795. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/

view/569/361. Acesso em: 16 jul 2019.

PALMERO, Maria Luz Rodríguez; MOREIRA, Marco Antonio. La Teoría de los Campos Conceptuales de Gérard Vergnaud. In: MOREIRA, Marco Antonio (Org.). La Teoría de los Campos Conceptuales de Vergnaud, la Enseñanza de las Ciencias y la Investigación en el Área. Porto Alegre: Instituto de Física da UFRGS, 2004. p. 7 – 39.

SANTOS, R. A. Poliedros de Platão: Uma Abordagem Segundo o Modelo de Van Hiele de Desenvolvimento de Pensamento Geométrico. 2014. 99 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação Matemática em Rede Nacional, Mestrado Profissional em Matemática. Santarém, 2014. Disponível em: http://www2.ufopa.edu.br/ufopa/academico/pos-graduacao/banco-de-teses/profmat/profmat-turma-2011/santos-rudinei-alves-dos/view. Acesso em: 21 fev 2020.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA, Francisco Hermes Silva da. Educação Matemática: Caminhos Necessários. Belém: Palheta, 2016.

VERGNAUD, Gérard. A criança, a matemática e a realidade: problemas do ensino da matemática na escola elementar. Curitiba: Editora da UFPR, 2009.

VERGNAUD, Gérard. A didática é uma provocação: ela é um desafio. In: GROSSI, Esther Pillar (Org.). Piaget e Vygotski em Gérard Vergnaud: teoria dos campos conceituais TCC. Porto Alegre: GEEMPA, 2017. p. 13 – 37.

VERGNAUD, Gérard. La Teoria de los Campos Conceptuales. Recherches em Didáctique des Mathématiques. v.10, n.23, 1990, p. 133-170. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/plugin

file.php/122730/mod_resource/content/1/art_vergnaud_espanhol.pdf. Acesso em: 27 nov 2019.

VERGNAUD, Gérard. O que é aprender?. In: BITTAR, Marilena; MUNIZ, Cristiano Alberto (Org.). A aprendizagem Matemática na perspectiva da Teoria dos Campos Conceituais. 1. Ed. Curitiba: CRV, 2009. p. 13 – 35.

ZANELLA, Marli Schmitt; BARROS, Rui Marcos de Oliveira. Teoria dos campos conceituais: situações problemas da estrutura aditiva e multiplicativa de naturais. Curitiba: Editora CRV, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29931

Refbacks

  • There are currently no refbacks.