Aspecto clínico, radiográfico, histopatológico e tratamento do Carcinoma de Seio Maxilar: Revisão de Literatura / Clinical, radiographic, histopathological aspect and treatment of Maxillary Sinus Carcinoma: Literature Review

Flávio Augusto de Moraes Palma, João Vitor Oliveira de Amorim, Izabela Lima Góis, Victor Arthur Rodrigues de Souza, Gustavo Baruc Andrade Abreu, Felipe de Jesus Silva, Edllanckar dos Santos Siqueira, Amanda Guimarães Viana, Letícia Martim, Márcio Luiz LimaTaga, Carlos Eduardo Palanch Repeke

Abstract


O carcinoma de seio maxilar é uma malignidade incomum, representando apenas 3% de todos os carcinomas de cabeça e pescoço. Contudo, entre os carcinomas dos seios paranasais, o seio maxilar é o sítio mais comum, correspondendo a 80% das lesões. O objetivo deste trabalho é identificar aspectos clínicos, radiográficos, histopatológico e tratamento da lesão. Trata-se de uma revisão da Literatura, através de uma pesquisa qualitativa, realizada por meio da pesquisa de artigos científicos em bases de dados Lilacs, Scielo, Medline e portais periódicos como BVS e PUBMED, utilizando as palavras-chaves: Carcinoma, Carcinoma de Células escamosas; Seio Maxilar,  além de outras buscas através do google acadêmico, e buscas através de livros acadêmicos. A maioria das lesões permanece assintomática, e obtém leve predileção pelo gênero masculino. E para obter um diagnóstico, e importante conhecer o TNM (Classificação de Tumores Malignos), onde este sistema utiliza determinados critérios par obter o diagnóstico. Para um bom tratamento é recomendado a combinação de cirurgia e radioterapia pós-operatória é a melhor escolha, pois oferece melhor sobrevida que a radioterapia sozinha. Os carcinomas do seio maxilar consistem em apenas 3% de todos os carcinomas da cabeça e do pescoço, e costumam ser assintomáticas. Importante ressaltar a utilização do sistema TNM para obter o diagnóstico, além dos exames de imagem e histopatológico. A combinação de cirurgia e radioterapia pós-operatória é a melhor escolha, pois oferece melhor sobrevida que a radioterapia sozinha.


Keywords


Carcinoma, Carcinoma de Células escamosas, Seio Maxilar.

References


American cancer Society. https://www.cancer.org/cancer/nasal-cavity-and-paranasal-sinus-ancer/treating/by-stage.html.

ANDRADE, Jarielle Oliveira Mascarenhas; SANTOS, Carlos Antonio de Souza Teles; OLIVEIRA, Márcio Campos. Fatores associados ao câncer de boca: um estudo de caso-controle em uma população do Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de epidemiologia, v. 18, p. 894-905, 2015.

Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Estimativa 2020: incidência de câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA; 2019. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf (Acessado em 25 de setembro de 2020).

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Instituto Nacional de Câncer. TNM: classificação de tumores malignos / traduzido por Ana Lúcia Amaral Eisenberg. 6. ed. - Rio de Janeiro: INCA, 2004.

DE OLIVEIRA, Denis Francisco Gonçalves; CAVALCANTE, Débora Rejane Alves; FEITOSA, Sthefane Gomes. Qualidade de vida dos pacientes com câncer oral: revisão integrativa da literatura. SANARE-Revista de Políticas Públicas, v. 19, n. 1, 2020.

GERALDES FILHO, José CL; A SOBRINHO, Josias. Análise clínica e epidemiológica descritiva do carcinoma espinocelular do seio maxilar. Rev. bras. otorrinolaringol, p. 335-340, 2000.

KONNO, KAZUO ISHIKAWA, NOBUHISA TERADA, TSUTOMU NUMATA, HIROSHI NAGATA, YOSHITAKA OKAMOTO, Akiyoshi. Analysis of long-term results of our combination therapy for squamous cell cancer of the maxillary sinus. Acta Oto-Laryngologica, v. 118, n. 537, p. 57-66, 1998.

LE, Quynh‐Thu et al. Treatment of maxillary sinus carcinoma: a comparison of the 1997 and 1977 American Joint Committee on cancer staging systems. Cancer: Interdisciplinary International Journal of the American Cancer Society, v. 86, n. 9, p. 1700-1711, 1999.

NEVILLE, B.W.; Allen, C.M.; Damm, D.D.; et al. Patologia: Oral & Maxilofacial. 3ª. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

PAULINO, Arnold C. et al. Results of treatment of patients with maxillary sinus carcinoma. Cancer: Interdisciplinary International Journal of the American Cancer Society, v. 83, n. 3, p. 457-465, 1998.

REGE, Inara Carneiro Costa; YAMAMOTO-SILVA, Fernanda Paula. Carcinoma epidermóide no seio maxilar: uma revisão analítica da literatura. Scientific Investigation in Dentistry, v. 16, n. 1, p. 29-42, 2014.

SOUZA, Ricardo Pires de et al. Carcinoma de seio maxilar: análise de dez casos. Radiologia Brasileira, v. 39, n. 6, p. 397-400, 2006.

XAVIER, Henrique Viana et al. Características epidemiológicas do câncer oral no estado do Acre. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 10, p. 80491-80507, 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29778

Refbacks

  • There are currently no refbacks.