O jogo simbólico e a sua contribuição no cotidiano infantil: Relato de experiência do projeto caravana da educação infantil da Secretaria Municipal de Educação de Manaus / The symbolic game and its contribution to children's daily life: Report of the experience of the caravan of early childhood education project of the Municipal Education Department of Manaus

Alexandre Pinto Romano, Ana Paula Lima Carvalho de Oliveira, Altemar Vieira Conegundes, Elder José Freitas Colares, Elder José Freitas Colares, Nátalie Cancelli Faria, Renata Santos da Silva

Abstract


A intenção deste texto é apresentar uma ação voltada para as relações das famílias para com o desenvolvimento infantil de suas crianças, fundamentada na perspectiva do Jogo Simbólico como desenvolvedor dessas relações. Os “Vingadores” foi uma das ações da Caravana da Educação da Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed Manaus) que veio ao encontro da garantia do atendimento às crianças pequenas da Rede Municipal, através do contato com as múltiplas linguagens, fundamental para o desenvolvimento integral da criança. Fundamentada pelos pressupostos o Jogo Simbólico, pelas orientações da Proposta Pedagógico-Curricular de Educação Infantil de Manaus e pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (Resolução no 05/2009 CNE/CEB), a ideia foi oportunizar atividades motoras que ampliassem referências imaginárias das crianças, essencial para o desenvolvimento da autonomia, da criatividade, da estruturação, da consciência corporal, da noção espaço-temporal na relação consigo, com o outro e com seu meio, sendo o lúdico o principal procedimento metodológico para a Educação Física Infantil na perspectiva do desenvolvimento integral.


Keywords


Educação, Educação Infantil, Jogo Simbólico, Família.

References


CAIRES, E. S. JÚNIOR, P. J. DOS S. FÓFANO, C. S. Os efeitos benéficos da musicoterapia no contexto educacional. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 4, n. 6, p. 2687 – 2699 , out./dez. 2018.

DESSEN, M. A; POLONIA, A. C. A Família e a Escola como contextos de desenvolvimento humano. Paideia, 2007, 21-32.

Hedeggard, M. (2002). A zona de desenvolvimento proximal como base para o ensino. In H. Daniels (Org.), Uma introdução a Vygotsky (pp. 199- 228). São Paulo: Loyola

GALVÃO, Isabel. Henry Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Petrópolis; Vozes, 1995. 134 p

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens. 5 ed. São Paulo, SP: Perspectiva, 2007.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Jogo, Brinquedo, Brincadeira e a Educação. 14. ed. São Paulo, Cortez, 2003.

Kreppner, K. (2000). The child and the family: Interdependence in developmental pathways. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 16(1), 11-22.

MACRI, Luciana Aparecida. O Jogo Simbólico à luz da teoria piagetiana. Trabalho de conclusão de curso de pedagogia, da Universidade Estadual de Londrina. Londrina – Paraná, 2010. Disponível em: http://www.uel.br/ceca/pedagogia/pages/arquivos/LUCIANA%20MACRI.pdf. Acesso: 13-08-2013

Rego, T. C. (2003). Memórias de escola: Cultura escolar e constituição de singularidades. Petrópolis, RJ: Vozes

Volling, B. L., & Elins, J. (1998). Family relationships and children’s emotional adjustment as correlates of maternal and paternal differential treatment: A replication with toddler and preschool siblings. Child Development, 69(6), 1640-1656.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29764

Refbacks

  • There are currently no refbacks.