Atuação do farmacêutico na dispensação de antimicrobianos com foco na resistência bacteriana / The workofthe pharmaceutist In thedispensation Ofantimicrobialswithfocusonbacterialresistance

Pedro Juliano de Lara Vieira, Leda Terezinha de Freitas

Abstract


 O uso irracional de antibióticos está relacionado com uma prescrição excessiva ou inadequada, ou ainda, com a automedicação tornando a atenção farmacêutica um elemento necessário na dispensação de antimicrobianos. Por isso, o presente artigo considera como objetivo realizar uma revisão bibliográfica para evidenciar a atuação do profissional farmacêutico na dispensação de antimicrobianos, no combate a resistência bacteriana. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica de natureza exploratória, com o levantamento de dados científicos secundários e a sistematização das informações a partir de bancos de dados nacionais e internacionais que dispunham de acervo de acesso aberto e repositórios de trabalhos acadêmicos científicos. A resistência bacteriana aos antibióticos foi descoberta anos depois da criação do primeiro antibiótico, uma dessas causas se da devido ao uso irregular dos antimicrobianos, desde então foram criadas diversas estratégias para seu racional, tentando reduzir o aparecimento de superbactérias resistentes a diversos tipos de antibióticos. O farmacêutico enquanto profissional que visa contribuir para a promoção da saúde, tem papel fundamental na garantia do uso racional de medicamentos, torna-se um pilar importante em um tratamento seguro. Os farmacêuticos dispõem de conhecimentos para realizar um dispensação correta dos antibióticos, um profissional voltado para aproximar a população de um tratamento eficaz, assegurando para os pacientes informações cruciais para a adesão do tratamento proposto pelo medico, sendo então privilegiado para a promoção do uso racional de medicamentos.


Keywords


Atenção Farmacêutica, Antibióticos, Resistência bacteriana.

References


BARBOSA, Tamiris da Silva. Atuação do profissional farmacêutico na promoção do uso racional de antibióticos. Arimeques-RO 2019. Disponível em: Acesso em 28 Outubro 2020.

CAVALCANTE, Amanda Santos; ANJOS, Paula Paiva; VANDESMET, Lilian Cortez Sombra. A descoberta da penicilinae a resistênciade microrganismos aos antibióticos. Mostra Científica em Biomedicina, Volume 1, Número 01, Jun. 2016. Disponível em: Acesso 27 outubro 2020.

DE LA FUENTE-SALCIDO, Norma Margarita et al. Evaluación de laactividad de los agentes antimicrobianos ante eldesafío de laresistencia bacteriana. Rev. mex. cienc.farm. México , v. 46, n. 2, p. 7-16, jun. 2015. Disponível em: . Acesso em 18 Outubro 2020.

DOS SANTOS, M. W. L.; DE OLIVEIRA, L. S.; DA SILVA, F. A. Estudo de interação medicamentosa em potencial envolvendo antimicrobianos. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, v. 2, n. 5, p. 384-392, 9 dez. 2019. Disponível em : Acesso em 4 de Novembro 2020.

GUIMARAES, Denise Oliveira; MOMESSO, Luciano da Silva; PUPO, Mônica Tallarico. Antibióticos: importância terapêutica e perspectivas para a descoberta e desenvolvimento de novos agentes. Quím. Nova, São Paulo, v. 33, n. 3, p. 667-679, 2010.Disponível em:. Acessoem 14 Novembro 2020. https://doi.org/10.1590/S0100-40422010000300035.

LOUREIRO, Rui João; ROQUE, Fátima; RODRIGUES, António Teixeira;HERDEIRO Maria Teresa; RAMALHEIRA, Elmano. O uso de antibióticos e as resistências bacterianas: breves notas sobre a sua evolução. Revista Portuguesa de Saúde PúblicaVolume 34, Issue 1, January–April 2016, Pages 77-84. Disponível em:acesso em 01 Setembro 2020. https://doi.org/10.1016/j.rpsp.2015.11.003

MENDOZA MEDELLIN, Aurélio. El formidable reto de laresistencia bacteriana a los antibióticos. Rev. Fac. Med. (Méx.), Ciudad de México, v. 54, n. 1, p. 18-27, feb. 2011. Disponível em:. Acesso em: 18 Outubro 2020.

NASCIMENTO, Marilene Cabral. Medicamentos, comunicação e cultura. Ciênc. saúde coletiva . 2005, vol.10 Disponivel em: . Acesso em 06 de Abril de 2021

ROCHA, EdineyJhonatta Oliveira. RESISTÊNCIA BACTERIANA A ANTIBIÓTICOS: Uma revisão, 2021. Disponivel em: . Acesso em 09 de Abril, 2021.

ROQUE, Maria de Fátima dos Santos Marques. Intervenção educativa em farmacêuticos para melhorar o consumo de antibióticos: ensaio controlado aleatório por clusters.Covilhã, março de 2016. Disponível em:. Acesso em 28 Outubro 2020.

SANTOS, sandna Larissa Freitas; PESSOA, cínara Vidal; ALVES, HérickHebert da silva; BORGES, Romênio Nogueira; BARROS, Karla bruna nogueira torres. O papel do farmacêutico enquanto promotor da saúde no uso racional de antibióticos. RSC online, 2017; 6(1): p. 79 - 88. Disponível em:. Acesso em 18 outubro 2020. https://doi.org/10.35572/rsc.v6i1.156.

SHAMA, Gilbert. The role ofthe media in influencingpublicattitudestopenicillinduring World War II. Dynamics, Granada, v. 35, n. 1, p. 131-152, 2015. Disponível em:. Acesso em: 18 Outubro 2020.http://dx.doi.org/10.4321/S0211-95362015000100006.

SILVERIO, Marcelo Silva; LEITE, Isabel Cristina Gonçalves. Qualidade das prescrições em município de Minas Gerais: uma abordagem farmacoepidemiológica. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo, v. 56, n. 6, p. 675-680, 2010. Disponível em: Acesso em: 18 Outubro 2020.https://doi.org/10.1590/S0104-42302010000600016.

SOARES, Izabel Conceição; GARCIA, Paula da Costa. RESISTÊNCIA BACTERIANA: a relação entre o consumo indiscriminado de antibióticos e o surgimento de superbactérias. Disponível em: . Acesso em 08 Novembro 2020.

VANEGAS-MÚNERAJ. M., & Jiménez-QuicenoJ. N. (2020). Resistencia antimicrobiana enelsiglo XXI: ¿hacia una era postantibiótica?. Revista Facultad Nacional De Salud Pública, 38(1). https://doi.org/10.17533/udea.rfnsp.v38n1e337759. Disponível em: . Acesso em 13 de Abril 2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29743

Refbacks

  • There are currently no refbacks.