Monitoramento da qualidade da água em empreendimentos aquícolas familiares no município de Bananeiras, estado da Paraíba / Monitoring of water quality in Family aquaculture enterprises in the municipality of Bananeiras, state of Paraíba

Carmelita Érica Azevedo de Lucena, Alda Lúcia de Lima Amancio, Jansen da Silva Coutinho Junior, Veruska Dilyanne Silva Gomes, Claudenice da Silva Leite, Josefa Karina Silva, Manuel Rosa da Silva Neto, José Flávio Cardoso Zuza

Abstract


A atividade piscícola desenvolvida no município de Bananeiras e cidades adjacentes apresenta grande importância social, pois proporciona a permanência do homem no campo, geração de postos de trabalho direto, indiretos e temporários, promovendo a sobrevivência das pessoas com o mínimo de dignidade e qualidade de vida. Em virtude dos índices pluviométricos baixos na região, ocasionando problemas no armazenamento de água, torna-se de fundamental importância monitorar os parâmetros físicos e químicos da água nos viveiros de criação de peixes, para manter a lucratividade da piscicultura e evitar mortalidades de peixes. Objetivou-se auxiliar no monitoramento da qualidade da água dos viveiros de criação de peixes pertencentes aos piscicultores familiares, localizados no município de Bananeiras. Inicialmente, foram feitas visitas aos piscicultores, para informá-los do projeto e verificar o interesse em participar do mesmo. Após a confirmação da participação no projeto, semanalmente, foram realizadas visitas aos empreendimentos para monitoramento da qualidade da água e do manejo alimentar dos peixes, durante dois anos consecutivos. Na maior parte do período de criação, os valores de alcalinidade, dureza, pH, oxigênio dissolvido e transparência se mantiveram dentro da faixa recomendada, enquanto as concentrações de dióxido de carbônico apresentaram-se alta para a criação dos peixes. Os valores de temperatura da água, na maior parte do ciclo de produção, mantiveram-se abaixo da faixa de conforto térmico para a tilápia nilótica. Para reduzir as concentrações de dióxido de carbônico, os piscicultores foram orientados a fazer a renovação de água no fundo do viveiro para diminuir a matéria orgânica, ligar os aeradores nos períodos mais críticos do dia e, diminuir o desperdício de ração. Em situações que o pH do solo ou a alcalinidade de água apresentaram valores baixos foi recomendada a aplicação de calcário agrícola. O monitoramento constante dos parâmetros limnológicos da água dos viveiros de criação de peixes, auxiliou na manutenção das condições ambientais adequadas para os animais, proporcionando melhor desempenho e maior lucratividade, além de reduzir o desperdício de água e o potencial poluente dos efluentes da atividade piscícola.


Keywords


Piscicultura, Parâmetros Limnológicos, Brejo Paraibano.

References


BOYD, C. E.; QUEIROZ, J. F. Manejo do solo e da qualidade da água em viveiro para aquicultura. Campinas: ASA, 1997. 55p.

BRASIL. Resolução CONAMA Nº 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2005. Disponível em: < http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=459>. Acesso em: 22 mar. 2019.

CAMPOS, J. L. Manual de Boas Práticas de Produção na piscicultura do arranjo produtivo local da região de Dourados, MS. Dourados: MSpeixe – Cooperativa de Aquicultores de Mato Grosso do Sul, 2007. 80p.

FIRETTI, R.; GARCIA, S.M.; SALES, D.S. Planejamento estratégico e verificação de riscos na piscicultura. 2007. Disponível em: http://www.infobibos.com/Artigos/2007_4/Planejamento/Index.htmAcesso em 13 out. 2011.

GOLTEMAN, H.L. CLYMO, R.S.; OHNSTAD, M.A.M. Methods for physical and chemical analysis of freshwater. London: Blackwell Sci. Publ, 1978, 213p.

GOMES, R. N. Análise social e técnica da produção de tilápias no município de Bananeiras-PB. 2011. 40p. Monografia (Licenciatura em Ciências Agrárias) – Universidade Federal da Paraíba, Bananeiras, 2011.

KUBITZA, F. Circulação de água em viveiros e açudes: fundamentos e benefícios. Panorama da Aquicultura, v.25, n.151, p.14-21, 2015.

KUBITZA, F. Controle de plantas aquáticas em viveiros de criação de peixes. Panorama da Aquicultura, v.21, n.123, p.14-23, 2011b.

KUBITZA, F. Manejo na Produção – Parte 3: o preparo dos tanques, estocagem dos peixes e a manutenção da qualidade da água. Panorama da Aquicultura, v.18, n.110, p.14-21, 2008.

KUBITZA, F. Tilápia: tecnologia e planejamento na produção comercial.

ed., Jundiaí: F. Kubitza, 2011a; 316p.

LIMA, A. K.S. Análise das implicações sócio-econômicas e ambientais relacionadas à atividade de piscicultura no município de Bananeiras e cidades adjacentes. 2009. 65 p. Monografia (Especialização em Agroecologia por Tutoria a Distância) – Universidade Federal da Paraíba, 2009.

MEDEIROS, N. B. C.; AMARAL, M. C. F.; CRUZ, G. S.; SOUSA, L. L.; SANTOS, J. S.; VIEIRA, R. K. R.; HAMOY, I. G.; RODRIGUES, M. D. N. Caracterização da assistência técnica prestada em unidades produtoras de alevinos na mesorregião Sudeste do Pará. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 9, p. 64268-64276, 2020.

OSTRENSKY, A.; BORGHETTI, J. R.; PEDINE, M. Situação atual da aquicultura brasileira e mundial. In: WALENTI, W. C.; POLI, C. R.; PEREIRA, J. A.; BORGHETTI, J. R. Aquicultura no Brasil: bases para um desenvolvimento sustentável. Brasília: CNPQ/Ministério da Ciência e Tecnologia, 2000. p.353-381.

QUEIROZ, J. F.; BOEIRA, R. C. Boas Práticas de Manejo (BPMs) para Reduzir o Acúmulo de Amônia em Viveiros de Aquicultura. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, Comunicado Técnico 44, 2007. 5p. Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CNPMA/7538/1/comunicado_44.pdf>. Acesso em: 22 abr. 2019.

ROTTA, M. A.; QUEIROZ, J. F. Boas Práticas de Manejo (BPMs) para a produção de peixes em tanques-rede. Corumbá: Embrapa Pantanal, 2003. 27p. (Documentos/Embrapa Pantanal ISSN 1517-1973; 47). Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/81186/1/DOC47.pdf>. Acesso em: 21 mai. 2019.

SÁ, M. V. C. Limnocultura: limnologia para aquicultura. Fortaleza: UFC, 2012. 218p.

SCHREIBER, F. H. R.; ZUCATTO, L. C.; SCHNEIDER, T. L. S.; LAZZARI, R. Caracterização da piscicultura na região noroeste do Rio Grande do Sul. Brazilian Journal of Development, v.7, n.3, p. 27257-27275, 2021.

SCHMITTOU, H. R. Manejo da qualidade da água. In: Produção de peixes em alta densidade em tanques-rede de pequeno volume. Campinas: ASA, s.d. 78p. p.21-31.

SILVA, A. C. Boas práticas de manejo na criação de tambaqui em viveiros no Baixo São Francisco. Circular Técnica 64, Aracaju: Embrapa, 2011. Disponível em: .

SILVA, M.S.G.; LOSEKANN, M.E.; HISANO, H. Aquicultura: manejo e aproveitamento de efluentes. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2013. 39p. Disponível em: < https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/972692/1/Doc95.pdf>. Acesso em: 22 abr. 2020.

TROMBETA, T. D.; SILVA, W.; ZARZAR, C. A.; REIS, B. P. Caracterização produtiva e análise do ambiente institucional da piscicultura em Monte Alegre – Pará. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 2, p.5473-5497, 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29689

Refbacks

  • There are currently no refbacks.