Elementos para o debate sobre estado, política social e intersetorialidade nos serviços públicos de saúde/ Elements for the debate about state, social policy and intersectoriality in public health services

Mayra Hellen Vieira de Andrade, Leid Jane Modesto da Silva, Ana Paula Rocha de Sales Miranda

Abstract


Este artigo objetiva ampliar a discussão da categoria Estado em conformidade com o debate das políticas sociais, a fim de desvelar a necessidade de implementação da estratégia da intersetorialidade, no que se refere à execução dos serviços de saúde. Ademais, busca-se resgatar o debate transversal ao Estado e às políticas sociais como forma de localizar os entraves para materialização da intersetorialidade. Metodologicamente, trata-se de levantamento bibliográfico, de cunho qualitativo, orientado pelo materialismo histórico-dialético. Conclui-se que a categoria Estado é complexa e dotada de contradições mediadas por forças opostas em uma arena de luta política a qual se complica nos momentos de crise do Estado burguês, e, por fim, que o debate em torno da intersetorialidade emerge com o intuito de superar a visão fragmentada e desarticulada das políticas sociais que fora propagada desde seu engendramento.


Keywords


Estado, Política de Saúde, Intersetorialidade.

References


ABREU, Cassiane Cominoti. A intersetorialidade no processo de Construção da política de saúde brasileira. 2009. 186 f. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2009.

ANDRADE, Luiz Odorico Monteiro de. A saúde e o dilema da intersetorialidade. 2004. 330 f. Tese (Doutorado), Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do Cárcere (vol. 3). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

HARVEY, David. O enigma do capital e as crises do capitalismo. Tradução de João Alexandre Pechanski. São Paulo: Boitempo, 2011.

HOBSBAWM, Eric. Era dos Extremos: o breve século XX (1914-1991). Tradução de Marcos Santarrita. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

IAMAMOTO, Marilda Villela. Serviço Social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2015.

INOJOSA, Rose Marie. Sinergia em políticas e serviços públicos: desenvolvimento social com intersetorialidade. Cadernos Fundap, São Paulo, n. 22, 2001, p. 102-110. Disponível em: Acesso em: 08 mar 2020.

MANDEL, Ernest. O capitalismo tardio. São Paulo: Abril Cultural, coleção Os economistas, 1982.

MOTA, Ana Elizabeth. Seguridade Social Brasileira: desenvolvimento histórico e tendências recentes. In: TEIXEIRA, M. (Org.). Serviço Social e Saúde: Formação e Trabalho Profissional. São Paulo: Cortez, 2006. Cap. 2, p. 40-72.

______. Crise Contemporânea e as transformações na produção capitalista. In: CFESS/ABEPSS. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009, p. 58-77.

NETTO, José Paulo; BRAZ, Marcelo. As crises e as contradições do capitalismo. In: Economia política: uma introdução crítica. Biblioteca Básica do Serviço Social, vol. 1. Cap. 7. São Paulo: Cortez, 2009.

PEREIRA, Potyara Amazoneida Pereira. Política Social: temas e questões. São Paulo, Cortez, 2009.

POULANTZAS, Nicos. O Estado, o poder, o socialismo. Rio de Janeiro, Graal, 1980.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29598

Refbacks

  • There are currently no refbacks.