Os subsistemas de gestão de pessoas em empresas familiares do agronegócio: recrutamento e seleção e remuneração / People management subsystems in agribusiness family businesses: recruitment and selection and remuneration

Cristiane Sonia Arroyo, Lesley Carina do Lago Attadia Galli, Glaucia Aparecida Prates, Sheila Farias Alves Garcia, Ana Margarida Theodoro Caminhas, Elisângela Pereira Senno, Otávia Travençolo Muniz Sala

Abstract


O objetivo é identificar como o processo de gestão de pessoas vem sendo executado nas empresas familiares do agronegócio da região de Jaboticabal-SP, tendo como referência a visão dos funcionários com foco em dois subsistemas de RH: recrutamento e seleção e remuneração. O método de pesquisa é o levantamento de dados. Um questionário do tipo estruturado foi elaborado e aplicado. Como fator limitante predomina as caraterísticas de empresas familiares como: dificuldade de modernizar e profissionalizar, recrutar por indicação de funcionários, favorecer parentes na promoção. Como fator facilitador 85% dos entrevistados acham o sistema de recrutamento eficiente. O resultado indica que o processo de gestão de pessoas das empresas familiares está regular com sugestões de melhora no fator limitante.


Keywords


Empresa familiar. Gestão de Pessoas. Recrutamento. Seleção. Remuneração.

References


BORGES, A. F; LESCURA, C. Aspectos metodológicos da pesquisa sobre empresas familiares no Brasil. In: EGEPE (Encontro de Estudos sobre Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas), n.6., 2010, Recife-PE. Anais [...], Recife: EGEPE, 2010.

BORGES, A. F. et al. O campo de pesquisas sobre empresas familiares no Brasil: Análise da produção científica no período 1997-2009. Revista OES (Revista Organizações & Sociedade), Salvador, v.19, n.61, 2012. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/2d67/d7881784173e5a5fc08589a9be65aaf8bb98.pdf. Acesso em: 2 set. 2020.

CAMFIELD, C. E. R. et al. A Sucessão em Empresas Familiares de Santa Maria–RS. Recife, VI EGEPE. In: EGEPE (Encontro de Estudos sobre Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas), n.6., 2010, Recife-PE. Anais [...], Recife: EGEPE, 2010.

______. Gestão de empresas familiares: um estudo sobre sucessão e profissionalização. In: EGEPE (Encontro de Estudos sobre Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas), n.6., 2010, Recife-PE. Anais [...], Recife: EGEPE, 2010.

CHIAVENATO, I. Recursos Humanos. 3. ed. Compacta. São Paulo: Atlas, 1995.

DESSLER, G. Administração de Recursos Humanos. 2. ed. São Paulo: Pearson, 2003.

FILHO, V. P.; JÚNIOR, T. W. Remuneração Estratégica: A nova vantagem competitiva. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

FISHER, A. L. A constituição do modelo competitivo de gestão de pessoas no Brasil – um estudo sobre as empresas consideradas exemplares. 1998. Tese (Doutorado em Administração) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo. São Paulo, 1998.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

______. Gestão de Pessoas: Enfoque nos papéis profissionais. São Paulo: Atlas, 2001.

HANASHIRO, D. M. et al. Gestão do fator humano – Uma visão baseada em stakeholders. São Paulo: Saraiva, 2007.

LACOMBE, B. M. B.; TONELLI, M. J. O Discurso e a prática: o que nos dizem os especialistas e o que nos mostram as práticas das empresas sobre os modelos de gestão de recursos humanos. RAC (Revista de Administração Contemporânea), v.5, n.2, 2001: 157-174. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/ver/17204/o-discurso-e-a-pratica--o-que-nos-dizem-os-especialistas-e-o-que-nos-mostram-as-praticas-das-empresas-sobre-os-modelos-de-gestao-de-recursos-humanos. Acesso em: 8 ago. 2020.

LEACH, P. Family business. Londres: Stoy Hayward, 1994.

LETHBRIDGE, E. Tendências da empresa familiar no mundo. Revista BNDES, n.7, jun.1997.

LODI, J. B. A empresa familiar. 5 ed. São Paulo: Pioneira, 1998.

MACCARI, E. A. et al. Empresa familiar e as dificuldades enfrentadas pelos membros da 3ª Geração. In: EnANPAD (Encontro da Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração), n. 30, 2006, Salvador, 2006. Disponível em: http://www.anpad.org.br/diversos/down_zips/10/enanpad2006-esoc-1297.pdf. Acesso em: 1 ago. 2020.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MARRAS, J. P. Administração de Recursos Humanos: do operacional ao estratégico. São Paulo: Futura, 2001.

MORRIS, M. H. et al. Correlates of success in family business transitions. Journal

of Business Venturing. v. 12, n. 5, p. 385-401, Nova York, 1997.

RICHARDSON, R. J. et al. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

SELLTIZ, C. et al. Métodos de pesquisa das relações sociais. São Paulo: Herder, 1965.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em Administração. São Paulo: Atlas, 2004.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29592

Refbacks

  • There are currently no refbacks.