A formação inicial de professores numa perspectiva inclusiva com tecnologia assistiva: pesquisas sobre o tema / Initial teacher training in an inclusive perspective with assistive technology: research on the theme

Francisco Héliton do Nascimento, Luís Pedro de Melo Plese

Abstract


Este artigo tem como objetivo descrever as contribuições de pesquisadores relacionadas ao uso de Tecnologia Assistiva (TA) na formação inicial de professores na perspectiva inclusiva, especificamente para educandos com deficiência visual. Para tanto, utilizou-se o Mapeamento Sistemático de Literatura (MSL) onde a busca de artigos ocorreu na plataforma SciELO e associou-se com a aplicação de um processo assistivo de tratamento dos dados, por meio do aplicativo DOSVOX. Os resultados indicaram a preocupação unânime com o aprendizado dos educandos com deficiência, apresentando-se apoiadas em marcos legais nacionais e internacionais para defender a perspectiva da Educação Inclusiva nos cursos de licenciatura. As pesquisas também apontaram para falta de domínio de técnicas de produção de TA, sendo empecilho para implementação da Educação Inclusiva. Por fim, verificou-se que a TA relacionada as pessoas com deficiência visual, ainda são incipientes e carecem de maior rigorosidade na formação inicial.


Keywords


Educação Inclusiva, Deficiência Visual, Mapeamento, DOSVOX.

References


ABREU, E. M. A. C. et al. Braille!? O que é isso? 1. Ed. São Paulo: Melhoramentos. 2008. 55 p.

AMARAL, M. H.; MONTEIRO, M. I. B. A Formação de Professores no GT 15 Educação Especial da ANPED (2011-2017): Entre Diálogos e (Novas) Pistas. Revista Brasileira de Educação Especial, Bauru, n. 2, p. 301-318, abr./jun. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbee/v25n2/1413-6538-rbee-25-02-0301.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

AMORIM, C. A.; ALVES, M. G. A criança cega vai à escola. 1. Ed. São Paulo: Melhoramentos, 2008. 60 p

ALVES, R. Muito Além da Visão – narrativas de pessoas com deficiência visual. 1. Ed. Juiz de Fora: Siano, 2019. 211 p

BRASIL. Decreto nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004. Regulamenta as Leis nos 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Diário Oficial da União: 03/12/2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5296.htm. Acesso em: 10 ago. 2019

______. Decreto Legislativo nº 186 de julho de 2008. Aprova o texto da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e de seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova Iorque, em 30 de março de 2007. Diário Oficial da União: 10/07/2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/CONGRESSO/DLG/DLG-186-2008.htm. Acesso em: 09 set. 2019.

______. Decreto nº 6.949 de 25 de agosto de 2009b. Convenção da ONU sobre os direitos das pessoas com deficiência. Diário Oficial da União: 26/08/2009. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d6949.htm. Acesso em: 08 out. 2019.

______. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução n. 02, de 01 de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada, 2015a. Disponível em: http://pronacampo.mec.gov.br/images/pdf/res_cne_cp_02_03072015.pdf. Acesso em: 26 maio 2020

______. Lei nº 13.146 de 6 de julho de 2015. Lei Brasileira de Inclusão de Pessoas com Deficiência.. Diário Oficial da União: 07/07/2015. 2015b Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 06 dez. 2019.

______. Comitê de Ajudas Técnicas. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Tecnologia Assistiva. Brasília: CAT/SEDH. 2009b. Disponível em: http://www.galvaofilho.net/livro-tecnologia-assistiva_CAT.pdf. Acesso em: 28 de maio 2020.

CALHEIROS, D. S.; MENDES, E. G.; LOURENÇO, G. F. Considerações acerca da Tecnologia Assistiva no cenário educacional brasileiro. Revista de Educação Especial. Santa Maria, n. 60, p.229-244, jan./mar. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/18825/pdf. Acesso em: 06 dez. 2019

CAT - COMITÊ DE AJUDAS TÉCNICAS. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Ata da VII Reunião, de dezembro de 2007. Disponível em: https://www.assistiva.com.br/Ata_VII_Reuni%C3%A3o_do_Comite_de_Ajudas_T%C3%A9cnicas.pdf. Acesso em: 15 fev. 2020.

DEFENDI, E. L. O livro, a leitura e a pessoa com deficiência visual. 1. Ed. São Paulo: Melhoramentos. 2011. 51 p.

DEFENDI, E. L.; LIM, E. C.; LOBO, R. H. C. Perdi a visão... E agora?. São Paulo: Melhoramentos. 2008. 44 p.

FERNANDES, M. M.; COSTA FILHO, R. A.; IAOCHITE, R. B. Autoeficácia Docente de Futuros Professores de Educação Física em Contextos de Inclusão no Ensino Básico.

Revista Brasileira de Educação Especial, Bauru, n. 2, p. 219-232, abr./jun. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbee/v25n2/1413-6538-rbee-25-02-0219.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020;

FRAZÃO, A. A. N. et al. Tecnologia Assistiva: Aplicativos Inovadores para estudantes com Deficiência Visual. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 11, p. 85076-85089, nov. 2020. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/19368/15545. Acesso em: 05 jan. 2021.

GALVAO FILHO, TA A construção do conceito de Tecnologia Assistiva: alguns novos interrogantes e desafios. Revista da Faced – Entreideias: Educação, Cultura e Sociedade, Salvador, n. 1, p. 25-42, jan./jun. 2013. Disponível em: http://www.galvaofilho.net/TA_desafios.pdf. Acesso em: 07 nov. 2019

GARCIA, J. C. D. O livro branco da Tecnologia Assistiva no Brasil. São Paulo: ITS BRASIL, 2017. 220 p

GIBBS, Graham. Análise de dados qualitativos. Porto Alegre: Artmed, 2009. 198 p

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010. 176 p

GRANDI, A. C.; NORONHA, P. Informática e deficiência visual: uma relação possível? 1 ed. São Paulo: Melhoramentos. 2015. 58 p

JESUS, D. M.; EFFGEN, A. P. S. Formação docente e práticas pedagógicas: conexões, possibilidades e tensões. In: MIRANDA, T. G.; GALVÃO FILHO, T. A (Orgs.). O professor e a Educação Inclusiva – formação, práticas e lugares. Salvador: EDUFBA, 2012. p. 17-24.

LEITE, E. A. P. et al. Formação de profissionais da educação: alguns desafios e demandas da formação inicial de professores na contemporaneidade. Educação e Sociedade. Campinas, n. 144, p. 721-737, jul./set. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v39n144/1678-4626-es-es0101-73302018183273.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

LIMA, E. C.; NASSIF, M. C. M.; FELIPPE, M. C. G. C. Convivendo com a Baixa Visão: da criança à pessoa idosa. 1. ed. São Paulo: Melhoramentos. 2008. 48 p

MENDES, E. G.; MALHEIRO, C. A. L. Salas de recursos multifuncionais: é possível um tamanho único de atendimento? In: MIRANDA, T. G.; GALVÃO FILHO, TA (Orgs.). O professor e a Educação Inclusiva – formação, práticas e lugares. Salvador: EDUFBA, 2012, p. 349-366.

MONICO, P. A.; MORGADO, L. A. S.; ORLANDO, R. M. Formação inicial de professores na perspectiva inclusiva: levantamento de produções. Educação em Revista, São Paulo, n. spe, p. 41-48, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pee/v22nspe/2175-3539-pee-22-spe-41.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

MOTTA, L. M.; ROMEU FILHO, P. Audiodescrição: transformando imagens em palavras. 1. Ed. São Paulo: Secretaria de Estado dos Direitos das Pessoas com Deficiência. 2010. 250 p

PEREIRA, C. A.; GUIMARÃES. S. A educação especial na formação de professores: um estudo sobre cursos de licenciatura em pedagogia. Revista Brasileira de Educação Especial, Bauru, n. 4, p. 571-586, out./dez. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbee/v25n4/1413-6538-rbee-25-04-0571.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

PETERSEN, K. et al. Systematic mapping studies in software engineering, Proceedings of the 12th International Conference on Evaluation and Assessment in Software Engineering (EASE), 2008. Disponível em: http://www.robertfeldt.net/publications/petersen_ease08_sysmap_studies_in_se.pdf. Acesso em: 07 nov. 2019.

PRYJMA, M. F.; OLIVEIRA, O. S. (Orgs.). O desenvolvimento profissional docente em discussão. Curitiba: UTFPR, 2016. 444 p

RAVANELLO, I. M.; WOLFF, F.; RIBEIRO, V. G. Uma revisão sistemática da produção bibliográfica sobre Experiência de Usuário no Campo do Design. Ergodesign & HCI, Rio de Janeiro, n. 4, p. 1-8 2016.

RODRIGUES, J. C.; SOUZA, S. C. Como pensar a acessibilidade em artigos de periódicos: tendências, em designer universal para pessoas com deficiência visual In: SILVEIRA, L.; SILVA, F. C. C. Gestão editorial de periódicos científicos: tendências e boas práticas. Florianópolis: BU Publicações/UFSC: Edições do Bosque/UFSC, 2020. p. 105-126.

SASSAKI, R.K. Terminologia sobre deficiência na era da inclusão. Revista Nacional de Reabilitação, São Paulo, n. 24, p. 6-9, jan./fev. 2002. Disponível em: https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/211/o/TERMINOLOGIA_SOBRE_DEFICIENCIA_NA_ERA_DA.pdf?1473203540. Acesso em: 08 out. 2019.

STELLA, L. F.; MASSABNI, V. G. Ensino de Ciências Biológicas: materiais didáticos para alunos com necessidades educativas especiais. Revista Brasileira de Educação Especial, São Paulo, n. 2, p. 353-374, abr./jun. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ciedu/v25n2/1516-7313-ciedu-25-02-0353.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

TORRES, J. P.; MENDES, E. G. Atitudes Sociais e Formação Inicial de Professores para a Educação Especial. Revista Brasileira de Educação Especial, Bauru, n. 4, p. 765-780, out./dez. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbee/v25n4/1413-6538-rbee-25-04-0765.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020

VITALIANO, C. R. Formação de professores de Educação Infantil para inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais: uma pesquisa colaborativa. Revista Proposições, Campinas, v. 30, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pp/v30/1980-6248-pp-30-e20170011.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29589

Refbacks

  • There are currently no refbacks.