Impacos socioeconômicos da implantação da ferrovia Norte-Sul em Uruaçu-GO: perspectivas e possibilidades / Socioeconomic impacts of the implementation of the North-South railway in Uruaçu-GO: perspectives and possibilities

John Carlos Alves Ribeiro, Murilo Loiola Dantas, Victor Hugo da Cunha Morais, Marcelo Antunes Poloniato

Abstract


 A economia brasileira voltou a crescer nas duas últimas décadas, porém, para seguir acelerando seu crescimento, são necessários alguns passos fundamentais, dentre eles a melhoria na infraestrutura e no sistema logístico nacional. Percebendo essa nova demanda os últimos governos têm proposto e dado início a obras importantes como as grandes ferrovias FIOL, FNS e Transcontinental. Graças a necessidade de maior escoamento da produção criam-se vários sobre os benefícios dessas obras para toda a população das cidades em que tais trilhos perpassam. Contudo, cabe as seguintes questões: quais são os reais benefícios de projetos como o da Ferrovia Norte-Sul para a população das cidades cortadas por seus trilhos, como Uruaçu-GO, cidade foco nessa pesquisa? Como a população enxerga esse tipo de projeto? Quem são os reais beneficiados? Diante disso surgiu essa proposta de pesquisa que almeja entender os reais impactos socioeconômicos da entrada em atividade da FNS no município de Uruaçu-GO. Para tornar possível esse estudo, serão realizados: levantamento bibliográfico; levantamento documental frente a prefeitura e as empreiteiras responsáveis pela obra e pelas atividades da FNS; elaboração e aplicação de questionários e entrevistas para identificar as percepções de diferentes atores quanto a entrada em atividade do projeto logístico. Dessa forma espera-se aqui contribuir com a discussão da importância e das limitações de projetos como o da FNS para a vida das pessoas das cidades que recebem tais obras.


Keywords


Logística, infraestrutura, impactos socioeconômicos, desenvolvimento.

References


BARROS. A. R. Análise dos impactos socioeconômicos da instalação da Ferrovia Norte-Sul nos municípios de Colina do Tocantins e Palmeirante. 126 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente) – Universidade Federal do Amazonas, Manaus. 2008.

BIELSHOWSKY, P.; CUSTODIO, M. C. . A evolução do setor de transporte aéreo brasileiro. Novo Enfoque, v. 13, p. 72-93, 2011.

CAMPOS, F. R.; CASTRO, A. C. . Contribuições da construção da Ferrovia Norte-Sul nos municípios do centro-norte goiano. Conjuntura Econômica Goiana, v. 28, p. 53-64, 2014.

GOMES, P. M.. Transporte e reprodução do Espaço: O papel da Estrada de Ferro Central do Brasil na dinâmica do espaço urbano de Santos Dumont. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

PINTO, O. A. A construção da Ferrovia Norte-Sul e os potenciais impactos socioeconômicos: percepções de agentes econômicos do Município de Santa Helena de Goiás. 121 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Fundação Cultural Dr. Pedro Leopoldo: FPL, Pedro Leopoldo. 2013.

SÊNE, A. G. Grandes projetos do capitalismo: Ferrovia Norte-Sul consolida a infraestrutura do agronegócio no estado do Tocantins. Fundação Lauro Campos, 02 set. 2009.

Siconfi – Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Disponível em: Acessado em: 15 de junho de 2016.

SILVA, A. M.; SANTOS, R. J. O gigante dormente: O lugar nos trilhos da ferrovia Norte-Sul. Soc. & Nat., Uberlândia, 26 (1): 49-62, jan./abr. 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29559

Refbacks

  • There are currently no refbacks.