Subjetividade, identidade e saúde mental na educação à distância / Subjectivity, identity and mental health in distance education

Cristiene Eli Bez Batti Aguiar, Élida Patrícia de Souza, Lívia Silva Sposito, Márcia Cristina Freitas Silva, Silvia Denise Bisinotto

Abstract


A perda de referenciais sólidos, a construção de vínculos breves e rasos, em ambientes muito mais virtuais que reais são algumas das características da sociedade líquida, que tem provocado desamparo nas pessoas. Desamparo esse perceptível nos altos índices de sofrimento mental, como ansiedade, depressão, suicídio, uso de drogas, etc. na população em geral. Tal debate não pode passar desapercebido por instituições de ensino superior, visto que altos são os índices desses transtornos em universitários. Em se tratando de instituições de ensino superior de educação à distância (EaD), tal reconhecimento faz-se ainda mais necessário, dado que utiliza do ambiente virtual para promover o ensino. Assim, estratégias para lidar com o desamparo dos alunos e impactos negativos em sua subjetividade, identidade e saúde mental são necessárias. É nesse sentido que o presente artigo pretende discutir os temas da identidade, subjetividade e saúde mental, aplicados à EaD, relatando experiências, ferramentas e demais recursos que podem ser utilizados por instituições de ensino de educação à distância. São exemplos o programa “Rota do sucesso”, a disciplina “Felicidade e bem-estar”, as ferramentas “Palavra do Tutor”, “Tira-dúvidas”, bem como a “Mentoria” e o NAE EaD. Acredita-se que esses exemplos possam servir de referência para outras instituições de ensino EaD, contribuindo para a melhoria do ensino, conscientização dos alunos e prevenção de sofrimento mental entre os alunos.

 


Keywords


Educação à Distância, Identidade, Subjetividade, Saúde Mental. Práticas de Ensino.

References


ABED. Associação Brasileira de Educação à Distância. Censo EAD.BR: relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil, 2018. Curitiba: InterSaberes, 2019. Disponívelem:http://abed.org.br/arquivos/CENSO_DIGITAL_EAD_2018_PORTUGUES.pdf. Acesso em 27 fev. de 2020.

ARIÑO, D. O.; BARDAGI, M. P. Relação entre fatores acadêmicos e a saúde mental de estudantes universitários. Psicologia e Pesquisa, v. 12, n. 3, p. 44-52, set.-dez., 2018.

BAUMAN, A. Identidade: entrevista a Benedetto Vecchi/ Zygmunt Bauman; tradução, Carlos Alberto Medeiros- Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

_________. Tempos líquidos. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007.

_________. Medo líquido. Tradução: Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2008.

BERGER, P. L.; LUCKMANN, T. A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. 23 ed. Editora Vozes: Petrópolis, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Extensão Universitária. Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras e SESu/MEC. Edição Atualizada Brasil 2000/2001. Brasília: ME, 2002a.

BOLSONI, E. P.; BOLSONI, L. L. M. Sociabilidade, identidade e identificação na EAD. Linkania, v. 1, n. 9, jan./abr., 2014.

CIAMPA, A. C. In: LANE, S.T.M.; CODO, W. (Org.). Identidade/ Psicologia social: o homem em movimento. São Paulo: Brasilense, 2011.

CRUVINEL, F.; MORAES, R. A.; FILHO, A. L. Identidade docente na educação a distância: reflexões teóricas sobre o papel do tutor a distância. Revista Tempos e Espaços em Educação, v. 8, n. 17, set./dez., 2015.

FERNANDES, Márcia Astrês et al. Prevalência de sintomas ansiosos e depressivos em universitários de uma instituição pública. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília , v.71, supl.5, p.2169-2175,2018.Disponívelem. Acesso em 24 fev. 2020.

FILHO, A. C.; SALES, V. M. B.; ALVES, F. C. A identidade docente do tutor da educação a distância. Anais de Simpósio Internacional de Educação à Distância. UFSCar, 2012.IBGE. Pesquisa Nacional de Saúde: percepção do estado de saúde, estilos de vida e doenças crônicas. Rio de Janeiro, 2013. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv91110.pdf. Acesso em: 24 fev. 2020.

JUNG, C.G. Two Essays on Analytical Psychology. London, 1953.

REIS, E. Identidade docente: a sua construção nos professores que atuam em EAD. Tese de doutorado. PUC-SP, São Paulo, 2003. Disponível em: https://tede.pucsp.br/handle/handle/9700. Acesso em: 07.04.2020.

SAVIANI, D. Escola e democracia. Campinas: Autores Associados, 2003.

VIEIRA, E.S. A Educação e o ensino Ead: reflexões sobre a prática pedagógica na Pós Modernidade. Brazilian Journal of Development. Curitiba, v.7, n.1, p.10321-10328 Jan. 2021

VIEIRA FERREIRA, M. O.; TAVARES DA SILVEIRA, P. R. Identidade docente em tempos de Educação à distância. Fundamentos em Humanidades, v. X, n. 220, p. 201-2019, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29553

Refbacks

  • There are currently no refbacks.