A atenção domiciliar sob à luz da estratégia de saúde da família: um relato de caso / Home care in the light of the family health strategy: a case report

Cristina Cardoso Felix, Richardson Lemos de Oliveira, Marília Lopes Pernambuco, Luciana Quagliane Ribeiro, Itaécio Felipe Silva, Angélica Cristina Castro Soares, Gabrielle Nepomuceno da Costa Santana, Claudia da Hora Silva Benholiel, Carla Cristina Chagas Santos, Larissa Lessa dos Santos

Abstract


Introdução: A Lei no 8.080/1990 e dispôs sobre: organização do SUS, planejamento da saúde, assistência à saúde e articulação interfederativa, entre outros aspectos, colocando a rede de saúde como ponto estratégico para a melhoria da qualidade da assistência. Dentro do Sistema Único de Saúde, é importante ressaltarmos a proposta da Atenção Básica (AB) que compõe o SUS, com propostas de prevenção, promoção e manutenção da Saúde através de seus inúmeros programas. Método: O estudo tratou-se de um relato de experiência de profissionais que atuaram em uma Unidade de Saúde da Família no Município do Rio de Janeiro. Conclusão: Pode-se notar durante o desenvolvimento do estudo alguns pontos que nos chamam atenção. O primeiro é a importância manter uma boa relação com a equipe de Saúde da Família, interdisciplinar, afim de compreender e identificar situações no território que, a maior parte das vezes são trazidas pelos ACS’s, ressaltando a importância deste profissional na equipe de Saúde da Família.


Keywords


Serviço de Atenção Domiciliar, Visita Domiciliar, Saúde da Família.

References


Brasil. Política Nacional da Atenção Básica. Brasília, 2012.

Brasil. Política Nacional da Atenção Básica. Brasília, 2017.

Cunha, M. S. D., & Sá, M. D. C. (2013). A visita domiciliar na estratégia de saúde da família: os desafios de se mover no território. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, 17(44), 61-73.

Domingos, C. M., Nunes, E. F. P. A., Carvalho, B. G., Mendonça, F. F. Legislation on primary care in Brazilian Unified National Health System: document analysis. Cad. Saúde Pública. Rio de Janeiro, 2016.

Merhy, E. E., Um dos Grandes Desafios para os Gestores do SUS: apostar em novos modos de fabricar os modelos de atenção in Merhy et al, “O Trabalho em Saúde: olhando e experienciando o SUS no cotidiano”; São Paulo, HUCITEC, 2003.

Oliveira, R. L., Bernardelli, M., dos Santos, C. P., de Almeida, S. K. R., de Souza, L. A. C. F., de Almeida, B. S., ... & Lube, F. M. P. (2021). Atenção ao Pré-natal de alto risco e o manejo por profissionais da Estratégia de Saúde da Família: um relato de experiência profissional. Brazilian Journal of Health Review, 4(1).

Oliveira, R. L., Caldas, C. P., De Menezes, H. F., De Lima, C. R., Pequeno, B. E. D. M., Abranches, C., ... & Nogueira, W. P. D. C. (2021). O financiamento dos sistemas universais de saúde e seus impactos na atenção ao usuário idoso. Uma análise à luz da saúde pública. Brazilian Journal of Health Review, 4(1).

Oliveira, R. L. et al, 2021. “Quedate en casa”: el aislamiento social como factor de impulso para los casos de violencia intrafamiliar contra las Personas mayores”, International Journal of Development Research, 11, (04), 45922-45926.

Oliveira, R. L. et al, 2021. “Sobre aplicação de condutas na consulta de puericultura: relato de experiencia profissional numa clínica da família no município do Rio de Janeiro”, International Journal of Development Research, 11, (03), 45364-45367.

Oliveira, R. L. de, Pequeno, B. E. de M., Maconato, A. M., Veiga, D. de O. C. da., Almeida, S. K. R. de, Cavalcanti, T. V. C., Barros, R. R. de ., Silva, I. F., Lima, I. N. de, Abranches, C. de A. F. ., & Oliveira , M. C. de. (2021). Old age and sexuality in post-modernity: a study on body and pleasure. Research, Society and Development, 10(2), e28410212628. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12628

Oliveira, R. L. de, Santana, W. K. F. de, Veiga, D. de O. C. da ., Maconato, A. M., Pequeno, B. E. de M., Barros, R. R. de ., Reis, L. D., Pacheco, L. F. ., Macedo, H. A. de ., Gomes, J. C. T., & Araújo, I. de O. de . (2021). Interpretation of prescription from the perspective of elderly patients functional and low schools. Research, Society and Development, 10(2), e25410212494. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12494

Oliveira Neto, A. V. D., & Dias, M. B. (2014). Atenção domiciliar no Sistema Único de Saúde (SUS): o que representou o Programa Melhor em Casa?. Divulg. saúde debate, 58-71.

Pinheiro, J. V., Ribeiro, M. T. A. M., Fiuza, T. M., & Junior, R. M. M. (2019). Ferramenta para avaliação e gestão da visita domiciliar na atenção primária à saúde: um relato de experiência. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, 14(41), 1818-1818.

Procópio, L. C. R., Seixas, C. T., Avellar, R. S., Silva, K. L. D., & Santos, M. L. D. M. D. (2019). A Atenção Domiciliar no âmbito do Sistema Único de Saúde: desafios e potencialidades. Saúde em debate, 43, 592-604.

Santos, C. P., de Oliveira, R. L., Reis, L. D., de Sousa, A. H. P., Ribeiro, M. T. S., Cavalcanti, T. V. C., ... & de Araújo, I. D. O. (2021). O gerenciamento de estratégias de prevenção de lesão por pressão pelo enfermeiro: um conjunto entre a arte e a ciência do cuidado. Brazilian Journal of Health Review, 4(1), 2707-2719.

Simão, V. M., & Mioto, R. C. T. (2016). O cuidado paliativo e domiciliar em países da América Latina. Saúde em debate, 40, 156-169.

Veiga, D. D. O. C., Maconato, A. M., de Oliveira, R. L., de Oliveira, M. C., de Barros, R. R., Pinheiro, S. P., ... & Silva, I. F. (2021). A promoção de saúde e seus impactos no envelhecimento ativo sob a ótica da teoria de Nola j. Pender: um relato histórico. Brazilian Journal of Health Review, 4(1), 3240-3257.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29448

Refbacks

  • There are currently no refbacks.