Matemática para uma vertente inclusiva: apontamentos na área da deficiência visual/ Mathematics for an inclusive strand: notes in the area of visual disability

Paulo Roberto de Jesus Silva, Thays Nayara Frazao Silva, Joelice Silva da Luz, Clenilma da Silva Trindade, Paulo Caio Araújo Silva

Abstract


A Matemática é fundamental na constituição humana, contribuindo no processo de garantia dos direitos fundamentais de aprendizagens visando o pleno desenvolvimento da pessoa. Diante dessa relevância, contraditoriamente, os níveis de aprendizagem dos conteúdos matemáticos por parcela expressiva de estudantes brasileiros continua insatisfatório. Como era de se esperar essa problemática alcança frontalmente os estudantes com deficiência visual, em um contexto que se reveste de desafios e complexidades, se pretendemos que a Matemática também se volte para uma vertente inclusiva. Isto requer mudanças e constitui-se em mudança da forma de atuação da maioria das escolas. Esse é um processo de mudança no qual a atenção não se reduz às questões que envolvem recursos acessíveis, mas versam, também, sobre a abordagem metodológica e da linguagem. A partir dessas condições, objetivamos neste ensaio problematizar sobre o ensino de matemática para estudantes com deficiência visual uma perspectiva de inclusão escolar. Para tanto, usamos como metodologia uma pesquisa bibliográfica por meio qual arriscamos desenhar algumas análises sobre o ensino da Matemática para estudantes com deficiência visual com respostas inconclusas em diálogo com o referencial terórico e com nossa própria experiência docente. No desenvolvimento abordamos sobre desafios e contextos do ensino de Matemática que se quer inclusiva, com realçe para a inclusão dos estudantes com deficiência visual. Discorremos sobre alguns recursos que  podem contribuir nesse processo. Na conclusão, além de retomarmos de forma sintética as discussões realizadas expresssamos nossos olhares sobre a temática sinalizando para o avanço do ensino da Matemática para estudantes que não enxegam opticamente.


Keywords


Matemática, Deficiência visual, Inclusão escolar

References


ANJOS, Daiana Z. Código matemático unificado: da definição às diferenças semióticas na conversão da tinta ao braille. Educação Matemática na Contemporaneidade: desafios e possibilidades São Paulo – São Paulo, 2016

BRASIL. Material de Formação Docente: educar na diversidade. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2013.

BRASIL. Programa de Capacitação de Recursos Humanos do Ensino Fundamental: deficiência visual. Vol.1. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2010.

D’AMBRÓSIO, Beatriz S. Como ensinar matemática hoje? Temas e Debates. SBEM. Ano II. Brasília 1989. Disponível em:

D’AMBRÓSIO, Ubiratã. Da realidade à ação: reflexões sobre educação e matemática. São Paulo: Summus; Campinas: Ed. da Universidade Estadual de Campinas, 1986.

MASI, Ivete De. Educação de deficientes visuais. Apostila educação inclusiva. MEC 2002 SEVERINO, Antônio Joaquim. Educação e Inclusão. Revista de educação pública. Cuiabá: EdUFMT, 2008.

PIMENTA, Claudia Mariza F. M. A inclusão de estudantes com necessidades especiais no contexto do ensino agrícola: experiências docentes no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Campus São João Evangelista - MG. 90 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - Educação Agrícola, 2012.

RODRIGUES, Alessandra S. A educação inclusiva na perspectiva da teoria das representações sociais: concepções de docentes e discentes do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - Campus Salinas. 120 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - Educação Agrícola, 2010.

SILVA BEZ, Andréia. Inclusão escolar: as experiências do Grupo de Discussão do Instituto Federal Catarinense - Campus sombrio. 74 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - Educação Agrícola, 2011.

SILVA, Paulo R. J. Inclusão de estudantes com deficiência visual nos jogos de linguagem envolvendo a matemática. 2018. 157 f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática). Universidade Federal do Mato Grosso, Cuiabá, 2018.

SILVA, Paulo R. J. Política de formação docente e inclusão escolar. 2012. 146 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2012.

WALDEMAR, Tânia. Inclusão Educacional de pessoas com deficiência no Instituto Federal de Minas Gerais. 214f. Dissertação (Mestrado em Educação). Centro Universitário - UNA, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29398

Refbacks

  • There are currently no refbacks.