Transtorno de Personalidade Borderline: perspectiva da automutilação em adolescentes / Borderline Personality disorder: perspective of self-mutilation in adolescents

Igor Amorim Amaral, Jéssica Brambati Martins, Luísa França de Faria, Marianne Fonseca Sarto, Murillo Costa Oliveira, Patrícia Regina Guimarães, Cristiane de Freitas Cunha Grillo

Abstract


O Transtorno de Personalidade Borderline (TPB) consiste em um distúrbio que possui como principais manifestações padrões de instabilidade e disfunção nos domínios emocional, comportamental, cognitivo e interpessoal. Esses sintomas se acentuam por volta dos 14 aos 17 anos que, concomitantemente, corresponde ao período da adolescência em que o jovem experimenta mudanças significativas na consolidação da sua identidade, influenciada por suas relações familiares e sociais. Nesse contexto, devido a essa pressão vivenciada pelo indivíduo, é comum a realização da automutilação como forma de alívio ao sofrimento psicológico e aos conflitos internos, sendo essa prática um sintoma comportamental frequente em portadores de TPB. Para a realização desta revisão narrativa de literatura, foram realizadas buscas nas bases de dados eletrônicas US National Library of Medicine (PubMed), Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Scientific Eletronic Library Online (Scielo), utilizando combinações booleanas com os descritores “adolescente”, “transtorno de personalidade borderline” e “automutilação”. Sendo assim, foram resgatados 718 artigos em inglês e português, no período de 2008 a 2019, dentre os quais 29 foram elegidos. Além disso, foram efetuadas consultas ao Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos Mentais (DSM-5). No Transtorno de Personalidade Borderline os indivíduos apresentam maior dificuldade em compreender e lidar com as emoções vivenciadas que, quando associadas ao período conturbado da adolescência, favorecem negativamente o desenvolvimento psicológico infantojuvenil. Por conseguinte, esses pacientes desenvolvem em sua personalidade traços marcantes como impulsividade, instabilidade afetiva, sentimentos de vazio, situações de raiva intensa e sintomas dissociativos, que podem se manifestar, muitas vezes, em comportamentos autodestrutivos na tentativa de sanar as suas aflições. Nesse contexto, a automutilação surge como forma de redirecionamento dos sentimentos e alívio das angústias, sendo mais frequente dentre os adolescentes portadores de transtorno de personalidade borderline (95,2%), na qual 65,4% praticaram a automutilação mais de 25 vezes e 53,9% mais de 50 vezes durante suas vidas. Concluiu-se com esse estudo que a adolescência se apresenta como um significativo fator agravador das manifestações do Transtorno de Personalidade Borderline, principalmente quando elucidados outros contextos familiares e sociais que são mais marcantes nessa faixa etária. Dessa forma, é imprescindível que essa doença seja diagnosticada de forma precoce e que os profissionais estejam qualificados para lidar com as questões subjetivas do contexto desses adolescentes e, assim, intervir de maneira efetiva para que o Transtorno de Personalidade Borderline não acarrete consequências permanentes para o paciente.


Keywords


Adolescentes; Transtorno de Personalidade Borderline; Automutilação.

References


- Ferreira LFA, Pereira FHQ, Neri Benevides AML, Melo MCA. Borderline personality disorder and sexual abuse: A systematic review. Psychiatry Research [Internet]. 2018 abr [cited 2020 Aug 8]; 262:70–7. Available from: http://dx.doi.org/10.1016/j.psychres.2018.01.043

-Guilé JM, Boissel L, Alaux-Cantin S, Garny de La Rivière S. Borderline personality disorder in adolescents: prevalence, diagnosis, and treatment strategies. AHMT [Internet]. 2018 nov [cited 2020 Aug 8]; 9:199–210. Available from: http://dx.doi.org/10.2147/AHMT.S156565

-Stead VE, Boylan K, Schmidt LA. Longitudinal associations between non-suicidal self-injury and borderline personality disorder in adolescents: a literature review. bord personal disord emot dysregul [Internet]. 2019 fev 13 [cited 2020 Aug 8]; 6(1). Available from: http://dx.doi.org/10.1186/s40479-019-0100-9

-American Psychiatry Association. Diagnostic and Statistical Manual of Mental disorders - DSM-5. 5th.ed. Washington: APA, 2014.

-Ceppi B, Benvenuti M. Análise funcional do comportamento autolesivo. Revista de psicologia clínica [internet]. 2011 [cited 2020 Aug 8]; 38(6):247-253. Available in: http://www.periodicos.usp.br/acp/article/view/17331/19358 .

-Guerreiro DF, Sampaio D. Comportamentos autolesivos em adolescentes: uma revisão da literatura com foco na investigação em língua portuguesa. Revista Portuguesa de Saúde Pública [Internet]. 2013 jul [cited 2020 Aug 8]; 31(2):213–22. Available from: http://dx.doi.org/10.1016/j.rpsp.2013.05.001

-Brasil. Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN): Epidemiológicas e morbidades. Brasília: Ministério da Saúde; 2016. Available from:http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php?area=0203&id=29878153.

-Otto SC, Santos KA. (Re)cortes: o discurso sobre a autolesão feminina no tumblr. Psicanálise & barroco em revista [internet]. 2015 jul [cited 2020 Aug 8]; 13(1):29-56. Available from: http://seer.unirio.br/index.php/psicanalise-barroco/article/viewfile/7349/6477.

-World Health Organization. Preventing early pregnancy and poor reproductive outcomes among adolescents in developing countries. Geneva: WHO; 2011. Available from: http://www.who.int/maternal_child_adolescent/documents/preventing_early_pregnancy/en/index.htm.

-Santos EC, Neto OCM, Koller SK. Adolescentes e adolescências. Habigzang LF, Diniz E, Koller SK, Organizadores. Trabalhando com adolescentes: Teoria e Intervenção Psicológica. ArtMed; 2014. p.17-29.

-Almeida RS, Crispim MSS, Silva DS, Peixoto SPL. A prática da automutilação na adolescência: o olhar da psicologia escolar/educacional. Cadernos de Graduação: Ciências Humanas e Sociais [internet]. 2018 [cited 2020 Aug 8]; 4(3):147-160. Available from: https://periodicos.set.edu.br/index.php/fitshumanas/article/view/5322/2803.

-Vieira MG, Pires MHR, Pires OC. Self-mutilation: pain intensity, triggering and rewarding factors. Revista Dor [Internet]. 2016 [cited 2020 Aug 8];17(4):257–60. Available from: http://dx.doi.org/10.5935/1806-0013.20160084

-Harford TC, Chen CM, Kerridge BT, Grant BF. Borderline Personality Disorder and Violence Toward Self and Others: A National Study. Journal of Personality Disorders [Internet]. 2019 out [cited 2020 Aug 8]; 33(5):653–70. Available from: http://dx.doi.org/10.1521/pedi_2018_32_361

-Guitana, CMJA. Comportamento autolesivo na personalidade borderline (Tese de Doutorado). Lisboa: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; 2018. Available from: http://hdl.handle.net/10451/38929.

-Silva DAR. Transtorno de personalidade borderline: da disease vista pelos psiquiatras à sua compreensão sobre a illness de seus pacientes (Tese de Doutorado). Campinas: Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas; 2018. Available from: https://core.ac.uk/download/pdf/223237156.pdf.

-Lopes, YJ. A psicopatologia do transtorno da personalidade borderline (tpb) e suas características diagnósticas. Psicologia.pt [internet]. 2017 [cited 2020 Aug 8]; 1-16. Available from: https://www.psicologia.pt/artigos/textos/A1154.pdf.

-Kulacaoglu F, Kose S. Borderline Personality Disorder (BPD): In the Midst of Vulnerability, Chaos, and Awe. Brain Sciences [Internet]. 2018 nov 18 [cited 2020 Aug 8]; 8(11):201. Available from: http://dx.doi.org/10.3390/brainsci8110201

-Filgueiras A. Abordagem neuropsicológica dos processos de orientação da atenção visuo-espacial e manutenção da concentração em atletas da categoria sub-13 de futebol de campo. Ciênc. cogn. [internet]. 2010 aug [cited 2020 Aug 8]; 15(2): 142-154. Available from: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-58212010000200013&lng=pt&nrm=iso.

-Soloff P, Nutche J, Goradia D, Diwadkar V. Structural brain abnormalities in borderline personality disorder: a voxel-based morphometry study. Psychiatry Research [internet]. 2008; 164(3): 223-236. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3286221/.

-Winsper C, Lereya ST, Marwaha S, Thompson A, Eyden J, Singh SP. The aetiological and psychopathological validity of borderline personality disorder in youth: A systematic review and meta-analysis. Clinical Psychology Review [Internet]. 2016 mar [cited 2020 Aug 8]; 44:13–24. Available from: http://dx.doi.org/10.1016/j.cpr.2015.12.001

-Knafo A, Guilé JM, Breton JJ, Labelle R, Belloncle V, Bodeau Nicolas et al. Coping Strategies Associated With Suicidal Behaviour in Adolescent Inpatients With Borderline Personality Disorder. The Canadian Journal of Psychiatry [internet]. 2015 [cited 2020 Aug 8]; 60(2):46-54. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4345850/#.

-Sharp C, Fonagy P. Practitioner Review: Borderline personality disorder in adolescence - recent conceptualization, intervention, and implications for clinical practice. J Child Psychol Psychiatr [Internet]. 2015 ago 6 [cited 2020 Aug 8]; 56(12):1266–88. Available from: http://dx.doi.org/10.1111/jcpp.12449

-Goodman M, Tomas IA, Temes CM, Fitzmaurice GM, Aguirre BA, Zanarini MC. Suicide attempts and self-injurious behaviours in adolescent and adult patients with borderline personality disorder. Personality and Mental Health [Internet]. 2017 maio 22 [cited 2020 Aug 8]; 11(3):157–63. Available from: http://dx.doi.org/10.1002/pmh.1375

-Weiner AS, Ensink K, Normandin L. Psychotherapy for Borderline Personality Disorder in Adolescents. Psychiatric Clinics of North America [Internet]. 2018 dez [cited 2020 Aug 8]; 41(4):729–46. Available from: http://dx.doi.org/10.1016/j.psc.2018.07.005

-Ibrahim J, Cosgrave N, Woolgar M. Childhood maltreatment and its link to borderline personality disorder features in children: A systematic review approach. Clin Child Psychol Psychiatry [Internet]. 2017 jun 15 [cited 2020 Aug 8]; 23(1):57–76. Available from: http://dx.doi.org/10.1177/1359104517712778

-Almeida CM, Horta MP. Self-Esteem and Anger in Borderline Patients With Self-Injury Behavior. The Journal of Nervous and Mental Disease [Internet]. 2018 jan [cited 2020 Aug 8]; 1. Available from: http://dx.doi.org/10.1097/NMD.0000000000000786

-Santos AA, Barros DR, Lima BM, Brasileiro TC. Automutilação na adolescência: compreendendo suas causas e consequências. Temas em Saúde [Internet]. 2018 [cited 2020 Aug 8]; 18(3):120–47. Available from: http://dx.doi.org/10.29327/213319.18.3-8

-Bernardes, SM. Torna-se (in)visível: um estudo na rede de atenção psicossocial de adolescentes que se automutilam (Tese de Mestrado). Santa Catarina: Universidade Federal da Santa Catarina; 2015. Available from: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/135810/335621.pdf?sequence=1&isAllowed=y.

-Silva BC, Castro, RD.. Diálogos sobre sexualidade entre pais e filhos adolescentes dentro do contexto familiar. Revista Brasileira de Ciências da Vida [internet]. 2018 [cited 2020 Aug 8]; 6(2). Available from: http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/611.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29384

Refbacks

  • There are currently no refbacks.