Adaptação transcultural da escala Vanderbilt para Português - Uma proposta de entrevista de rastreio de TDAH/ Transcultural adaptation of the Vanderbilt to Portuguese - A proposal for a screening interview for ADHD

Fernanda Gonçalves da Silva, Alessandra Vieira Gonzaga, Marta da Silva e Silva, Lohrena Teixeira Cardoso de Carvalho

Abstract


O Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade é atualmente uma das principais queixas de investigação psicológica na infância e também um dos maiores índices de diagnósticos equivocados impactando diretamente na saúde mental dos avaliados evidenciando a necessidade de construir ou adaptar instrumentos para avaliar tal demanda. Este estudo teve por objetivo realizar a adaptação transcultural Vanderbilt Assessment Scales do Instituto Nacional para Qualidade de Saúde Infantil seguindo as diretrizes do International testing comission. Os resultados apontaram do estudo mostraram a eficácia do instrumento como entrevista clínica e indicam a viabilidade deste ser submetido a estudos de evidências de validade e fidedignidade.

 


Keywords


tdah, avaliação psicológica, adaptação transcultural.

References


American Psychiatric Association. (2014) Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-V. 5.ed. Porto Alegre: Artmed.

Iriart, C., & Iglesias-Ríos, L. (2013). La (re) creacion del consumidor de salud y la biomedicalización de la infancia. In: Collares, C. A. L., Moysés, M. A. A., Ribeiro, M. C. F. (Orgs.), Novas capturas, antigos diagnósticos na era dos transtornos. Campinas: Mercado de Letras, 2013. P. 21-40.

Coutinho, G., Mattos, P., Abreu, N. (2018). Atenção. In: Malloy-Diniz, L. F. et al. (Org.). Avaliação Neuropsicológica. 2. ed. Porto Alegre: Artmed.

Goldstein, S. (2006) Hiperatividade: Compreensão, Avaliação e Atuação: Uma Visão Geral sobre TDAH. Artigo: Publicação, novembro.

IBGE, I. B. (2010). Primeiros Resultados definitivos do censo 2010.

International Test Commission. (2017). The ITC Guidelines for Translating and Adapting Testes (Second edition). https://www.intestcom.org/. Translation authorized by Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica (IBAP)

Golfeto, J. H., & Barbosa, G. A. (2003). Epidemiologia. In: Rhode, L. A. et al. Princípios e Práticas em TDAH. Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. (pp. 15-33). Porto Alegre: Artmed.

Wolraich, M. L. et al. (2003). Psychometric Properties of the Vanderbilt ADHD Diagnostic Parent Rating Scale in a Referred Population. Journal of Pediatric Psychology, 559–567.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29360

Refbacks

  • There are currently no refbacks.