Substratos alternativos para teste de germinação em sementes de arroz com distinta qualidade fisiológica e quimicamente tratadas / Alternative substrates for germination test on rice seeds with distinct physiological and chemically treated quality

Fernanda da Motta Xavier, Sheila Bigolin Teixeira, Michele Renata Revers Meneguzzo, Vanessa Pinto Gonçalves, Marjana Schellin Pieper, Diéli Witte Maass, Iara Maiqueli Lemke, Géri Eduardo Meneghello

Abstract


O arroz é uma gramínea importante da família Poaceae, adaptada a ambientes aquáticos. É uma importante cultura agrícola, sendo o Rio Grande do sul o maior produtor do Brasil. Diante disso, é importante utilizar sementes de alta qualidade visando maximizar o potencial produtivo. O tratamento químico é uma técnica largamente utilizada pelos produtores de sementes, porém, para a realização do teste de germinação, este é, contudo, padronizado para sementes não tratadas. Portanto, o objetivo desse trabalho foi avaliar seis tratamentos com diferentes produtos químicos registrados para o tratamento de sementes de arroz, nos substratos indicados pelas Regras para Análise de Sementes (RAS) e em substratos alternativos, avaliando dois lotes de sementes com níveis de qualidade distintos. As sementes de arroz dos dois lotes utilizados foram tratadas em máquina específica, e os produtos utilizados conforme recomendações do fabricante. As sementes tratadas foram semeadas nos substratos descritos pela RAS (papel e areia) e nos substratos alternativos (vermiculita e areia entre papel). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial e as variáveis analisadas foram primeira contagem da germinação, germinação, plântulas anormais e sementes mortas. Com os resultados encontrados verificou-se que a adição de areia e vermiculita entre papel são viáveis para sementes de arroz tratadas quimicamente, tanto para sementes de alta qualidade quanto de baixa.


Keywords


arroz, substratos alternativos, produtos químicos

References


ALMEIDA, A. S.; CARVALHO, I.; DEUNER, C.; TILLMANN, M. A. A.; VILLELA, F. A. Bioativador no desempenho fisiológico de sementes de arroz. Revista Brasileira de Sementes, v. 33, n. 3, p. 2011. https://doi.org/10.1590/S0101-31222011000300013

ALMEIDA, A. S; DEUNER, C.; JAUER, A.; BORGES, C. T.; CAMARGO, T. O.; MENEGHELLO, G. E. Desempenho de sementes de arroz tratadas com inseticidas, fungicidas e hormônio. Revista Magistra, v. 28, n. 1, p. 102-109, 2016.

BAUDET, L.; PESKE, F. Aumentando o desempenho das sementes. Revista Seed News, v. 9, n. 5, p. 22-24, 2007.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Brasília: Mapa/ACS, 2009. 398p.

BRZEZINSKI, C. R.; HENNING, A. A.; ABATI, J.; HENNING, F. A.; FRANÇA-NETO, J. DE B.; KRZYZANOWSKI, F. C.; ZUCARELI, C. Seeds treatment times in the establishment and yield performance of soybean crops. Journal of Seed Science, v. 37, n. 2, p. 147-153, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/2317-1545v37n2148363

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Levantamentos da safra brasileira de grãos (safra 2020/21). Décimo terceiro levantamento. Disponível em: . Acesso - Out 2020.

DAN, L. G. M.; DAN, H. A.; BRACCINI, A. L.; ALBRECHT, L. P.; RICCI, T. T.; PICCININ, G. G. Desempenho de sementes de soja tratadas com inseticidas e submetidas a diferentes períodos de armazenamento. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 6, p. 215-222, 2011. DOI:10.5039/agraria.v6i2a939

HENNING, Ademir Assis. Patologia e tratamento de sementes: noções gerais. 2.ed. Embrapa Soja. Documentos, 264: Embrapa Soja, 2005. 52p.

HENNING, F. A., MERTZ, L. M., JACOB JUNIOR, E. A., MACHADO, R. D., FISS, G.; ZIMMER, P. D. Composição química e mobilização de reservas em sementes de soja de alto e baixo vigor. Revista Bragantia, v. 69, n. 3, p. 727-734, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052010000300026

IRRI. International Rice Research Institute. Rice science for a better world. 2017.

MONDO, V. H. V.; CICERO, S. M.; DOURADO-NETO, D.; PUPIM, T. L.; DIAS, M. A. N. Seed vigor and initial growth of corn crop. Journal of Seed Science, v. 35, n. 1, p. 64-69, 2013. https://doi.org/10.1590/S2317-15372013000100009

POPINIGIS, Flavio. Fisiologia da semente. 2. ed. Brasília: Agiplan, 1985. 289p.

R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. 2014. Disponível em: .

SMIDERLE, O.J.; CÍCERO, S.M. Tratamento inseticida e qualidade de sementes de milho. Revista Brasileira de Sementes, v. 20, n. 2, p. 462-469, 1998. https://doi.org/10.1590/S0103-90161999000500028

SOARES, V. N.; TILLMANN, A. A.; MOURA, A. B.; ZANATTA, Z. G. C. N. Potencial fisiológico de sementes de arroz tratadas com rizobactérias ou tiametoxam. Revista Brasileira de Sementes, v. 34, n. 4, p. 563-572, 2012. https://doi.org/10.1590/S0101-31222012000400006.

TEIXEIRA, Sheila Bigolin. Condicionamento de sementes de arroz com extrato de cenoura. (2017). Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pelotas, 121p. 2017.

TUNES, C. D.; XAVIER, F. M.; BASILIO, V. B.; HARTWIG, I.; MENEGHELLO, G. E. Distinct levels of quality of treated soybean seeds evaluated in alternative substrates to the germination test. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 8, p. 61623-61635, 2020. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-547

VANIN, A.; SILVA, A. G.; FERNANDES, C. P. C.; FERREIRA, W. S.; RATTES, J. F. Tratamento de sementes de sorgo com inseticidas. Revista Brasileira de Sementes, v. 33, n. 2, p. 299-309, 2011.

XAVIER, F. M.; MENEGUZZO, M. R. R.; TUNES, C. D.; TEIXEIRA, S. B.; MARTINS, A. B. N.; HARTWIG, I.; NEUMANN, A. M.; MENEGHELLO, G. E. Adequação do teste de germinação para sementes de arroz tratadas com diferentes fungicidas e inseticidas. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 2, p. 19193-19212, 2021. DOI:10.34117/bjdv7n2-526




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29353

Refbacks

  • There are currently no refbacks.